InícioInvestimentosRenda VariávelCandle, entenda os gráficos usados na bolsa

Candle, entenda os gráficos usados na bolsa

Você já viu em filmes ou séries os gráficos que são em barrinhas que os analistas usam para acompanhar a bolsa de valores? Provavelmente deve ter pensado que estes são de difícil leitura e que é necessário ser um profissional para entender o assunto. Porém, é possível compreender mais sobre este assunto, hoje vamos falar mais sobre candle.

O que é um gráfico de candle?

Candlestick é o nome dos gráficos mais populares para leitura da bolsa de valores, estes também podem ser chamados de candle. A tradução para essa palavra é “vela”. Sendo assim, este nome foi dado porque as barrinhas do gráfico lembram velas.

Esses gráficos podem te ajudar a entender mais sobre o sobe e desce de ativos na bolsa de valores. Com certeza estes devem estar presentes no seu home broker, este é o nome do programa em que se realiza a compra e venda de aplicações na bolsa.

Como ler estes gráficos?

Observe a imagem no começo da página, ela servirá como exemplo para todas as informações que trouxemos sobre a leitura de gráficos de candle neste subtítulo.

Em primeiro lugar é necessário falar sobre as cores. A cor verde representa que o ativo teve uma valorização no período escolhido, enquanto a cor vermelha significa queda. No entanto, é importante ressaltar que cada investidor pode personalizar o seu gráfico e mudar as cores. Porém, estas tendem a ser as configurações mais normais.

A seguir é importante saber que você define qual intervalo de tempo essas “velas” vão representar. Por isso, você pode optar visualizar o sobe e desce dos ativos em 5 minutos, uma hora, alguns dias, etc. 

O tempo que você vai definir depende de qual será sua metodologia para investir. Sendo assim, vamos supor que você queira investir em day trade, ou seja, compra e venda de ações rápidas. Por isso, você pode ajustar o intervalo do gráfico de candle em horas e ver qual momento do dia a sua ação costuma valorizar mais. Deste modo pode comprar ela antes da valorização e vender depois. Por outro lado, caso queira fazer swing trade, vale a pena utilizar o gráfico de candle com um tempo mais longo.

Outros elementos do gráfico

Além das cores, que simbolizam valorização ou queda, o tamanho do candle pode te ajudar a ver qual foi a dimensão da mudança que ocorreu com o ativo. Sendo assim, “velas” longas podem demonstrar um grande crescimento ou uma grande desvalorização.

Vale lembrar que nas barras verdes o preço inicial é representado pela base do candle e o de fechamento pelo topo. Por outro lado, o inverso acontece no candle vermelho, no qual o topo é o preço de abertura e a base o fechamento. Isso ocorre devido aos movimentos de subida e queda. 

Por fim, ainda vale falar sobre o pequeno risco que está localizado na parte de baixo e em cima de cada um dos candle. Esse representa o ponto máximo e mínimo que o ativo alcançou durante o período que foi selecionado.

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS