Connect with us

Economia

Moedas do Brasil podem valer até R$ 30 mil; veja os modelos

Publicado

on

Você sabia que as moedas e cédulas podem valer mais do que o seu símbolo representam? Por exemplo, uma moeda de R$ 1 pode chegar a valer R$ 300 ou até mais graças à sua raridade. Já uma nota de R$ 50 pode fazer uma pessoa ganhar dois salários mínimos e meio sem esforço algum.

Embora estes valores sejam bem expressivos, há moedas que valem muito mais que isso. Então, depois de ler esse texto, não perca tempo e veja se você tem alguma dessas moedas ou cédulas na sua casa. Até porque um dinheiro a mais não faz mal para ninguém.

O que explica o alto valor dessas moedas e notas é a sua procura por colecionadores. Em resumo, esses modelos foram lançados exclusivamente para datas comemorativas ou possuem alguma característica que os fazem únicos. E é justamente isso que os torna tão valiosos.

Veja três moedas que valem muito mais do que você pensa

Há três moedas que possuem um valor bem maior do que representam. Cada uma delas surgiu em uma época diferente no Brasil. Uma delas foi antes da Proclamação da República, a outra foi logo após esse acontecimento e a terceira é bem mais moderna, do final do século passado. Veja abaixo quais são:

publicidade

1- Dobrão de 20 mil réis

Você talvez nem conheça essa moeda, até porque ela foi lançada séculos antes do seu nascimento. No entanto, saiba que ela vale muito mais do que você possa imaginar. Em suma, o dobrão de 20 mil réis foi cunhado entre os anos de 1724 e 1727, na Casa da Moeda de Vila Rica, no estado de Minas Gerais.

A moeda circulou pelo Brasil até meados da Proclamação da República e pesa 53,8 gramas. Aliás, essa é uma das moedas mais pesadas já produzidas no mundo. A saber, a grande quantidade de metal em sua composição explica o valor agregado que possui, que é bastante elevado.

Dobrão de 20 mil réis.

Caso você tenha uma dessas moedas em casa, pode comemorar. Os colecionadores chegam a pagar cerca de R$ 30 mil para colocar as mãos nesse modelo. Quem imaginaria que as moedas que seus avós mostravam quando você era pequeno valiam tanto?

2- Moeda de ouro de 1889

Outro modelo que também se destaca entre os colecionadores é a moeda de ouro de 1889. Essa é moeda é um século e meio mais nova que o dobrão de 20 mil réis, mas vale quase tanto quanto esta.

publicidade

Em síntese, essa moeda de ouro foi produzida em 1889, pós-proclamação da República do Brasil. O seu grau de raridade é explicado porque a moeda não circulava no país como as outras moedas comuns. Na verdade, D. Pedro II a utilizava para realizar pagamentos para o exterior das contas brasileiras.

Moeda de Ouro de 1889.

Esse modelo está sendo vendido atualmente por valores entre R$ 4 mil e R$ 25 mil. Então, caso você tenha uma dessas em casa e esteja precisando de uma grana extra, basta anunciá-la em sites especializados e embolsar um belo valor.

3- Moeda de R$ 1 de 1998

A terceira moeda é bem mais atual e possui um valor bem menor que o das outras duas. Mesmo assim, vale muito mais do que R$ 1 real estampado em sua face.

A saber, essa moeda faz parte de uma edição especial em homenagem à Declaração Universal dos Direitos Humanos e foi veiculada pelo Banco Central (BC) em 1998. Houve a fabricação de apenas 600 mil moedas no país, e isso explica o seu alto valor.

publicidade

Moeda de 1 real (Declaração Universal dos Direitos Humanos).

Dê uma boa olhada no seu bolso ou na sua carteira e veja se você tem essa moeda. Ela vale, em média, R$ 200. Até pode ser pouco em relação às outras duas, mas quando você imaginaria que R$ 1 valeria tanto assim?

Leia Também: Inflação no Brasil alcança maior nível para o mês de abril desde 1996

O post Moedas do Brasil podem valer até R$ 30 mil; veja os modelos apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.