InícioFinanças PessoaisFundo de emergência: A importância de se fazer um

Fundo de emergência: A importância de se fazer um

O fundo de emergência pode ser uma grande garantia e proteção para inesperados gastos futuros.

Poucas pessoas sabem o que é fundo de emergência e como ele pode ser de grande ajuda no futuro. Em situações em que você realmente precisa de dinheiro e nenhum banco ou agência pode lhe emprestar, o fundo emergencial poderá ser sua única e melhor salvação.

O que é o fundo de emergência?

O fundo de emergência é um tipo de reserva de dinheiro. Essa reserva pode ser criada com o intuito de evitar imprevistos orçamentais em algum momento no futuro.

Diferente de outras formas de economia de dinheiro, o fundo possui uma quantidade limite de depósito. Além disso, o fundo de emergência somente pode ser usado em reais situações de emergência.

Afinal, o dinheiro está sendo depositado para garantir que no futuro, caso seja necessário, você possa lidar com situações de extrema emergência.

Por que é importante fazer um fundo de emergência?

No início, formar um fundo de emergência pode parecer uma tarefa realmente difícil. No entanto, se você insistir aos poucos, em algum momento de sua vida você atingirá o valor necessário para ter um futuro tranquilo.

Afinal, hoje ou amanhã você pode estar tranquilo financeiramente, controlando seus débitos e seus gastos.

Todavia, nunca se sabe quando uma emergência poderá surgir e te pegar totalmente desprevenido. Por essa razão, realizar um fundo emergencial poderá te ajudar quando o susto chegar.

Dessa maneira, você não precisará se endividar com empréstimos de última hora e se “embananar” a vida toda.

Algumas das principais emergências em que o fundo poderá lhe ajudar no futuro são:

  • Emergências relacionadas a saúde;
  • Gastos inesperados com animais de estimação;
  • Viagens de urgência;
  • Reformas inesperadas na casa ou carro;
  • Gastos inesperados com escola ou faculdade;
  • Dívidas não planejadas.

Como fazer um fundo de emergência?

Montar um fundo de emergência pode exigir muito de sua paciência e requer bastante disciplina.

Afinal, depositar ou guardar determinada quantia todo mês pode ser menos tentador do que gastar toda essa quantia.

Por essa razão, antes mesmo de pensar em começar um fundo emergencial, você precisa:

Realizar um orçamento pessoal

Ao realizar um orçamento pessoal, você precisa saber se esse valor guardado, em algum momento, poderá lhe fazer falta.

Se você gasta todo o seu salário, com compras e pagamentos de débitos, realizar um fundo de emergência pode estar longe de acontecer.

No entanto, se do seu salário ainda lhe sobra uma quantia razoável no qual você não precisa gastar, então já pode começar a economizar.

Mantenha-se controlado financeiramente

Criar um fundo de emergência somente dá certo se você realmente se controlar financeiramente.

Neste caso, você precisa saber que todo mês, religiosamente, aquele determinado valor deve ir para sua conta ou cofre.

Desviar o dinheiro do fundo uma vez, pode acabar com todos os seus planos de se manter seguro financeiramente no futuro.

Estabeleça limites de até onde você pode gastar e o que você não pode gastar.

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS