Connect with us

Finanças Pessoais

Como ficam os investimentos com essa Selic?

Pedro Hostyn

Publicado

on

Muitos investidores em ativos de risco estão se perguntando como remanejar seus investimentos com as sucessivas altas da Selic, principalmente em relação à renda variável.

Apesar disso, alguns gestores ainda defendem a alocação em renda variável.

O enredo

Com o aumento da inflação, o Banco Central começou uma pernada de alta da Selic. Ontem (22), o BC subiu a taxa para 6,25%.

Isso porque uma alta na taxa tende a segurar a inflação, mesmo que isso provoque uma diminuição da geração de emprego e no aumento do PIB.

publicidade

Com as taxas a esse patamar, a bolsa de valores tende a sofrer mais no curto prazo, não apresentando rendimentos atrativos.

Será?!

Gestores discordam

Mesmo com a Selic a 6,25%, os gestores de fundos de renda variável discordam que seja a hora de sair da bolsa.

Isso porque com as recentes quedas fortes e com o cenário econômico mundial abaixo do esperado, a questão dos precatórios e da crise hídrica no Brasil, o mercado de valores descontou muito o valor das empresas, inclusive de duas queridinhas.

Para se ter uma ideia, uma das ações mais bem vistas pelo mercado, Magazine Luiza (MGLU3), teve uma queda de 36% em 2021.

publicidade

Por causa dessas quedas, um dos indicadores mais importantes da bolsa de valores está em patamares bem baixos, o que é bom.

Estamos falando do preço/lucro, que mede o quão descontado está o preço dos ativos. Nos atuais patamares da bolsa, o preço das empresas está abaixo da média dos últimos 10 anos, o que apresenta oportunidade.

Apesar disso, também não é uma excelente ideia ir com sede ao pote, dado que o investimento em ações deve ser feito de forma responsável.

Isso porque a bolsa sempre pode cair mais e, com todo o seu dinheiro nela (o que não é recomendado), você acaba perdendo seus valores no curto prazo.

Por isso, a palavra-chave para o momento é planejamento.

publicidade

Respeite seu perfil de investidor

Muito importante nos investimentos é respeitar o seu perfil de investidor, sem fazer aventuras desnecessárias.

Somos influenciados a fazer o que todo mundo está fazendo. Quando em um local todos olham para cima, tendemos a olhar para cima. Se todos falam alto, da mesma forma. Por isso, quando todos entram na bolsa de valores dizendo que “é o momento certo”, a nossa tendência natural é colocar dinheiro na bolsa de valores.

E isso ocorre sem saber se você de fato está preparado para isso. Você aceitaria colocar R$100,00 e no dia seguinte ter R$30,00? Se a resposta for não, talvez seja a hora de repensar sua estratégia.

Claro que essa variação é muito improvável, mas escancarar a perda de valores é essencial para o investidor iniciante saber como a oscilação do mercado funciona.

Em suma, mesmo que a Selic esteja alta, não é a hora de sair vendendo tudo. Por outro lado, não se deve ir “all-in” na bolsa. Respeite os riscos, pense e pese os prós e os contras.

publicidade

É hora de usar a cabeça!

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Estudante de Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Experiência com o mercado de investimentos e análises políticas fazem parte da rotina. Atualmente, atua como assessor de atendimento e escritor do presente jornal.

Dicas

Final de semana: descanso será merecido

Pedro Hostyn

Publicado

on

Após uma semana de sangue na bolsa de valores, chegou o final de semana. Claro, com ele vem aquelas dicas bacanas para que possamos entender mais sobre economia, investimentos e, claro, sobre nós mesmos.

Por isso, naquele pique: um filme, uma série, um livro (nessa semana dois!) e um vídeo no YouTube para turbinar a sua faxina de sábado. Todo mundo pronto? Então vamos nessa!

Filme do finde

O final de semana começa com um filme que é a cara do investidor brasileiro. Isso porque o brasileiro (ah, o brasileiro!) deve estar sempre antecipando as crises. Afinal, somos um país emergente, com pouca tradição política democrática forte.

Por isso, já pensou se você pudesse prever as tragédias e as principais quedas da bolsa? Melhor ainda, se você pudesse prever um colapso na economia? Foi o que os caras do filme “A Grande Aposta” fizeram em 2008.

publicidade

O filme conta como quatro homens conseguiram antecipar a crise do subprime em 2008. Eles começam a apostar contra o sistema imobiliário americano e, de fato, acertam. Será que eles ficaram milionários e mega conhecidos? Aí só vendo o filme para saber!

Série

Sim, poderia ser Round 6. Pode parecer que não, mas a série tem grandes ensinamentos sobre política e economia. Na verdade, alguns dizem que a obra é uma grande crítica social. Mas não, não vamos falar de Round 6, porque você já deve ter visto. Se não viu, dica extra!

Nessa semana, é uma série bacana que mostra como as criptomoedas são legais. Afinal, tem gente lavando dinheiro com elas. Não é meme, é realidade. Mas você pode saber mais sobre isso vendo StartUp, uma intrigante série de investigação e finanças.

Nela, um empresa começa a lavar dinheiro roubado com criptomoedas e acaba se embaralhando com o FBI. Altos esquemas! Vai lá conferir.

Final de semana tem momento cult

A hora do livro é, sim, sagrada! Sim, eu sou um entusiasta dos livros porque acredito que eles podem ensinar muito. E por isso, nesse final de semana, vou indicar dois: um que já estava previsto, e outro que surgiu o tema durante a semana.

publicidade

O primeiro livro é o “Sonho Grande“, que fala dos bilionários brasileiros e como eles construíram suas fortunas. O livro é extremamente interessante e, sim, dá pra terminar bem rapidinho. A escrita é fluida e bem acessível. Para se ter uma ideia, a obra trata de Jorge Paulo Lehmann, dono das maiores empresas do ramo de alimentos do Brasil.

O segundo livro é um pouco mais técnico, mas que dará um grande apoio para você que quer entender de economia. Isso porque o déficit público afeta diretamente os seus investimentos. Quer saber como? É o que diz o livro “Tudo Sobre O Déficit Público: Um Guia Sobre o Maior Desafio do País Para a Década de 2020“. Como o livro diz, o desafio é até 2030, ou seja, você vai precisar saber.

final de semana

Foto: Pixabay

YouTube, meu amigo!

A última indicação para o seu final de semana fica para aqueles que gostam de vídeos longos. Mas bem longos. Já pensou se você tivesse 4 horas disponíveis para falar com Thiago Nigro (o Primo Rico)? É exatamente isso que o episódio do Flow faz.

São 4 horas de bate papo sobre finanças, a vida do cara e tudo, mas tudo, sobre dinheiro. Vai lá!

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

publicidade
Continue Lendo

Dicas

5 melhores apps para organizar as finanças pessoais

Avatar

Publicado

on

Você pode organizar suas contas com os melhores apps para finanças pessoais

melhores apps para finanças pessoais

Descubra quais são os melhores apps para você baixar em seu smartphone. Fonte: Pexels

 

Conhece aquela sensação de não saber para onde está indo seu dinheiro? Se sim, nada mais simples do que contar com os melhores apps para organizar as finanças pessoais e estamos aqui para te mostrar justamente quais são.

Portanto, confira como você pode organizar suas contas, controlar os gastos, fazer planos para o futuro e ainda receber dicas incríveis com 5 opções de aplicativos para escolher.

Bora mudar de vida e sair das dívidas com mais organização financeira?

 

publicidade

5 melhores apps para finanças pessoais

1- Minhas Finanças (Android)

Para iniciar nossa lista com os melhores apps para finanças pessoais, queremos te apresentar o ‘Minhas Finanças’.

Em suma, com esse app você pode gerenciar diferentes cartões de crédito e contas bancárias, criar orçamentos personalizados e gerenciar seus objetivos.

Assim sendo, fica bastante fácil controlar os gastos ao longo do mês!

Além disso, o Minhas Finanças conta com uma interface bastante intuitiva, com gráficos e automação simples.

 

publicidade

2- Minhas Economias (Android | IOS)

Com nome muito parecido com o anterior, o Minhas Economias é um dos melhores apps para finanças pessoais porque:

  • permite acompanhar gastos em tempo real
  • centraliza todas as contas em apenas um lugar
  • envia alertas e notificações sobre seus gastos
  • permite criar metas
  • facilita o controle financeiro

Ademais, ele conta com as vantagens de ser gratuito e estar disponível também por meio de seu site.

 

3- Organizze (Android | IOS)

Outra boa opção de app para quem quer acompanhar de perto os gastos ao longo do mês é o Organizze. 

Isso porque, ele permite o controle das contas por meio da gestão integrada das suas contas, cartões de crédito e também da carteira.

Além disso, você consegue registrar seus gastos de forma rápida e dividi-los em categorias. Com o tempo, o app ‘aprende’ mais sobre a sua rotina e já te notifica quando uma conta está prestes a atrasar.

publicidade

O Organizze está disponível também na web e conta com uma versão de teste gratuita por 34 dias. Vale a pena testar e descobrir se quer ou não pagar para usar o serviço.

 

4- Mobills (Android | IOS)

Sem dúvida, um dos melhores e também mais conhecidos apps para finanças pessoais, o Mobills conta com mais de 5 milhões de downloads só na Play Store.

Por meio deste app, você pode definir seus objetivos e criar um planejamento mensal para conseguir alcançá-los.

O app também conta com a sincronização de contas e cartões para que você controle todos os gastos bem de perto.

publicidade

Mesmo que seja um dos aplicativos mais completos, todas as funções só estão liberadas na versão premium. Por isso, o ideal é usar o período de teste gratuito para descobrir se gosta ou não do app.

 

5- Olívia (Android | IOS)

O Olívia não é tão conhecido quanto os anteriores, mas não poderia ficar de fora dessa lista com os melhores apps para finanças pessoais.

Afinal, ele tem uma proposta um pouco diferente e mais ‘criativa’ para te ajudar a gerir os gastos ao longo do mês.

Na verdade, ao instalar o app, você passa a contar com a ajuda da ‘Olívia’, uma assistente virtual de finanças pessoais para:

publicidade
  • categorizar os gastos do dia-a-dia
  • entender melhor seus gastos
  • receber informações sobre economia
  • aprender a usar melhor o seu dinheiro

Ademais, o app também permite que você consolide suas contas e cartões para melhorar o controle. Porém, ele conta com o adicional de ajudar a lidar melhor com o salário ao longo do mês.

 

Qual o melhor app para finanças pessoais?

melhores apps para finanças pessoais

Escolha o melhor app de acordo com sua necessidade. Fonte: Pexels

Certamente, a resposta para essa pergunta depende do que você considera ideal e também da sua experiência como usuário dos melhores apps para finanças pessoais.

Desse modo, para chegar a uma resposta, experimente os apps e, depois, escolha aquele que mais se adaptar.

Por experiência própria, nem sempre vamos nos adaptar com a interface de um ou outro. Por isso, antes de assinar os planos premium, teste todas as funcionalidades.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

publicidade
Continue Lendo

Cartão de Crédito

C6 Bank anuncia novo aumento do cashback no programa Átomos

Raquel Luciano

Publicado

on

Na quarta-feira (20), o C6 Bank anunciou que seu sistema de cashback aumentou a relação de troca entre os pontos de fidelidade Átomos e o saldo em reais que caem na conta do cliente. Por exemplo, ao juntar 100 pontos, que antes valiam R$ 2, agora se tornam R$ 2,8.

Vale ressaltar que duas conversões são feitas para ter o dinheiro de volta. A primeira é o gasto na compra que se torna pontos, e a segunda é uma passagem destes pontos ao real.

Como exemplo, aquisições do C6 Carbon — equivalente ao Black da Mastercard — que gastam R$ 1,1 mil no crédito agora fazem 500 pontos, considerando o valor do dólar a R$ 5,5.

Essa quantia de Átomos pode ser trocada para R$ 14 na conta, alcançando 1,3% do dinheiro original de volta. Consumidores do serviço “premium” ganham 2,5 pontos a cada US$ 1.

publicidade

Dito isso, clientes do cartão C6 sem anuidade que usam um dos aceleradores de pontos conseguem acumular 308 pontos a cada R$ 1,1 mil, o que rende R$ 8 de cashback.

Para resgatar a conversão, basta ir à C6 Store, a loja virtual dentro do app do banco, e escolher uma das quatro opções de troca.

Depois de alguns minutos, o sistema enviará um e-mail com detalhes sobre a operação; o crédito deverá ser aplicado em até cinco dias úteis e não é possível escolher cadastros de terceiros para receber o dinheiro.

A vantagem dos Átomos

As pontuações acumuladas não expiram, independentemente da modalidade do cartão, e elas podem ser usadas antes do pagamento de faturas. Ademais, todos os usuários do banco participam automaticamente da iniciativa.

É possível aumentar o acúmulo por meio de dois planos pagos: o C6 10 custa R$ 10 por mês, e o C6 20 exige R$ 20. Simulações podem ser realizadas para prever a criação de pontos e decidir a melhor opção.

publicidade

Por fim, os pontos Átomos também são gerados com a portabilidade de salários — 3 mil pontos em 12 parcelas para cartões “normais” e 12 mil aos entusiasta do Carbon. O cadastramento de chaves do Pix também gera pontuação: 1,2 mil para o C6 tradicional e 6 mil no Carbon.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Cartão de Crédito

Cartão de Crédito BV Único oferece 1,5% de cashback

Raquel Luciano

Publicado

on

O BV entrou de cabeça no mercado de cartões de crédito com cashback e lançou três novos produtos. O topo de linha é o BV Visa Infinite, também chamado de BV Único, que libera 1,5% do dinheiro gasto nas compras de volta para o cliente. Conheça essa novidade.

A recompensa por reunir seus gastos no BV Visa Infinite é 1,5% de cashback em todas as transações. Para quem tem uma conta digital na instituição, esse dinheiro rende a 100% do CDI, retorno maior do que a poupança.

O BV Único tem anuidade de R$ 718,80 para o titular e de R$ 359,40 para os adicionais (até 6), mas é possível reduzir ou excluir desse gasto. Para garantir isenção, é necessário gastar pelo pelos R$ 10 mil na fatura. Já quem gasta a partir de R$ 5 mil recebe 50% de desconto na anuidade.

O design do produto é diferenciado, com impressões na vertical e nome do nome do cliente no meio. Ele vem com as tecnologias mais atuais, como compatibilidade com pagamento por aproximação (contactless).

publicidade

Mais benefícios

O cartão garante dois acessos anuais a salas VIP em aeroportos do programa LoungeKey e todas as coberturas mais exclusivas da bandeira Visa. Alguns exemplos são: seguro viagem, seguro para bagagem despachada, seguro para atraso de embarque e proteção de preço, proteção de compra e concierge.

Além disso, o cliente pode contar com a assistência residencial totalmente gratuita, que inclui serviços como chaveiro, mão de obra hidráulica, mão de obra elétrica e vidraceiro.

Conheça a BV

Banco BV é uma instituição financeira privada 100% brasileira, que oferece serviços e produtos financeiros a pessoas físicas e jurídicas. Fundado em 1988 pela empresa Votorantim S.A., com o nome de Banco Votorantim, na época uma Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM), o BV abriu suas operações ao público externo em 1991, com ações de investimento e financiamento de capital, o que o transformou em um banco múltiplo de atacado.

O banco BV conta com variadas modalidades de cartões de crédito, com diferentes benefícios, disponíveis nas bandeiras Mastercard, Elo ou Visa, e dois programas de fidelidade: BV Merece e Dotz.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Finanças Pessoais

BDR: se a Selic cair, você vai para qual ativo?

Pedro Hostyn

Publicado

on

Uma conexão nem um pouco comum no título do texto: BDR e taxa Selic. Mas isso tem uma explicação. Isso porque com a taxa Selic estourando no Brasil, os investimentos internacionais se tornam irrelevantes para quem pensa em dividendos.

Apesar disso, alguns BDR podem estar pagando acima da Selic, o que não quer dizer que seja um investimento melhor. Não entendeu nada? Calma, só segue no texto!

BDR paga dividendo?

Sim, paga dividendos. E se você não sabia, garanto que agora está mais feliz! Porém, os BDR são, na verdade, ações de fora do Brasil que são negociadas aqui. Ou seja, é renda variável. E se você quer ganhar acima da Selic tem duas vias: a renda variável ou a renda fixa com juros acima do CDI.

Hoje não vamos falar da renda fixa, mas sim da renda variável. Porque na ânsia de investir e ganhar mais dinheiro que no CDI, o investidor acaba tentando especular e ganhar no preço da ação. Isso é válido? Sim, mas incompleto. Isso porque o investidor esquece que tem que, de fato, ganhar dinheiro e isso acontece apenas com dividendos. O dividendo cai na conta e fica ali, eternamente, se você deixar. Isso sim é ganhar dinheiro!

publicidade

Por isso, alguns BDR podem ajudar você a receber seus proventos. Acima da Selic? Talvez não, mas é sempre bom ficar de olho. Isso porque empresas internacionais são excelentes formas de proteger seu patrimônio no longo prazo. Se você tivesse investido nos índices internacionais, provavelmente não teria tanta preocupação com o Ibovespa no negativo.

BDR Selic

Foto: Pixabay

E quais mais pagam dividendos?

Aí que mora o problema! Se você não acompanha o Dividend Yield (DY) de empresas nacionais, imagina de empresas que sequer são daqui. Porém, um levantamento dos maiores pagadores de dividendos de 2020 pode dar um pé inicial para você.

Quando o levantamento foi feito (fim de 2020), os DY estavam acima da Selic, já que ela operava a 2% ao ano. Porém, com a Selic a 6,25%, isso fica bem difícil! Primeiro porque os juros americanos são mais baixos que os nossos, segundo que, por causa do primeiro motivo, a cotação das empresas não cai, o que não aumenta o DY.

Porém, no fim do ano passado, as dez maiores pagadoras de dividendos eram COWC34, MOOO34, TLNC34, ATTB34, EXXO34, KHCB34, IBMB34, ABBV34, ULEV34 e CHVX34. E essas empresas não são tão desconhecidas por aqui. Na lista acima, estão Telefônica, AT&T, Exxon, Kraft Heinz (a do catchup!), Unilever e Chevron. Tá, o resto é desconhecido!

Apesar disso, o Dividend Yield mais alto entre essas empresas hoje, 20 de outubro, é de 6,62%. Além disso, a grande maioria está com os dividendos na casa dos 3%. Ou seja, você não vai ganhar da atual Selic com os proventos dos BDR. Mas quando a Selic baixar, para onde você vai correr? Muito provavelmente você não tinha se ligado nos BDR.

Contudo, espero ter ajudado você a abrir sua mente a investir fora do país. E sempre vale lembrar que nenhum dos ativos listados aqui são recomendação de compra. Para falar a verdade, sequer estudei as empresas acima, então se você comprar, é de sua responsabilidade, ok?! Já dizia Antônio Abumjara, “a vida é tua, estrague-a como quiser”!

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Finanças Pessoais

Índices de liquidez: Indicadores de desempenho variados

Jéssica Queiroz

Publicado

on

Índices de liquidez podem ser grandes aliados dentro do mercado financeiro para indicar o desempenho dos investimentos 

Atualmente, aprender a analisar os índices de liquidez de um investimento pode gerar lucros consideráveis e favoráveis. Isso porque, eles podem ser totalmente usados como uma vantagem técnica de investimento que poucos investidores do mercado atual conhecem. Que tal conhecer mais sobre esse índice? Veja o artigo abaixo 

Índices de liquidez: O que são? 

Índices de liquidez

Imagem: Istock Photos

Índices financeiros nunca estão sozinhos, junto a eles também podem ser encontrados os índices de liquidez.  Esses índices resultam em atividades capazes de medir a capacidade financeira de uma empresa e, ao mesmo tempo, realizar as satisfações de seus próprios deveres. 

Neste caso, os índices financeiros servem para medir a solvência da empresa. Ou seja, medir toda a capacidade que a empresa tem de pagar o que está devendo. 

Quais os tipos mais recorrentes de índices de liquidez? 

Imagem: Istock Photos

Para fazer a métrica dos gastos e débitos de uma empresa, o índice de liquidez conta com seus mais fiéis suportes: 

  • Índice de liquidez seca;
  • liquidez corrente;
  • Índice de liquidez geral;
  • Liquidez imediata;

A união da liquidez de natureza corrente com a seca, garantem que seja possível medir com mais precisão a capacidade que uma empresa tem de pagar em curto prazo. 

Entretanto, o índice geral atua de outra maneira. Esse índice é capaz de medir a capacidade a longo prazo de pagamento. 

publicidade

Para que realmente serve esses índices? 

Índices de liquidez

Imagem: Istock Photos

Cada tipo de índice possui uma função específica dentro de uma empresa. No entanto, todos são utilizados como uma forma de Análise Fundamentalista dentro da empresa. 

É através desses índices de liquidez que administradores, donos e sócios de uma empresa podem realizar uma avaliação mais equilibrada de todo o financeiro da empresa. 

Além disso, existem empresas que utilizam esses indicadores para realizar análise em todos os aspectos financeiros da empresa. 

Dessa forma, são feitas análises financeiras e grau de comprometimento financeiro que a empresa pode estar sofrendo. 

Vale a pena investir em cada um desses índices? 

Imagem: Istock Photos

Para empresas subdesenvolvidas ou que estão em desenvolvimento, adquirir um índice de liquidez pode evitar muitos problemas financeiros. 

Isso porque, as vantagens oferecidas ao adquirir qualquer tipo de índice são consideradas as melhores possíveis. 

  • O índice sempre irá medir toda a capacidade de pagamento da empresa;
  • Também serve como um analista de crédito dentro da empresa;
  • Analisa todo o equilíbrio financeiro;
  • Oferece apoio no setor de gestão empresarial e de planejamento financeiro;
  • Realiza a comparação da capacidade de pagamento da empresa;

Existe alguma possível desvantagem na utilização desses índices? 

Índices de liquidez

Imagem: Istock Photos

Assim como existem as vantagens, também é possível que haja desvantagens na utilização de índices de liquidez. 

Comparada a todas as vantagens que esses índices podem proporcionar ao desenvolvimento financeiro das empresas, as desvantagens são consideradas mínimas possíveis. No entanto, ainda existem. 

publicidade
  • O uso isolado dos indicadores de liquidez pode trazer distorções em vários dados relacionados ao setor financeiro;
  • Toda a sua utilização é limitada em averiguações de capacidades de pagamento;

 

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Title

IVVB11 S&P 500 IVVB11 S&P 500
Dicas2 horas atrás

IVVB11: o ETF que salvou os investidores brasileiros

Se você é um investidor e ainda mantém seu dinheiro apenas no Brasil, você está investindo errado, e o IVVB11...

Ray Dalio Bridgewater Ray Dalio Bridgewater
Investimentos16 horas atrás

Bridgewater: conheça o fundo mais lucrativo do mundo

A Bridgewater Associates é a maior gestora de hedge funds do mundo e conta com a liderança de um dos economistas...

B3 ESG GPTW B3 ESG GPTW
Investimentos19 horas atrás

B3 anuncia novo índice ESG

Na levada dos investimentos do futuro, a bolsa brasileira, a B3, anunciou um novo índice de ESG. E para provar...

Tesla Tesla
Ações21 horas atrás

Tesla registra lucro e anima o mercado

A Tesla, do icônico Elon Musk, apresentou ao mercado lucros acima das expectativas e animou os investidores nos dois últimos...

hidrogênio verde hidrogênio verde
Economia24 horas atrás

Hidrogênio verde: um potencial brasileiro

A crise hídrica no Brasil mostrou a necessidade de utilizarmos energia renovável para atender à demanda de energia elétrica no...

Netflix Netflix
Ações1 dia atrás

Netflix: efeito Round 6 deixa empresa com lucro recorde

A nossa tão amada Netflix informou ao mercado que fechou o terceiro trimestre de 2021 com um lucro líquido de...

Sérgio Moro Sérgio Moro
Sem categoria2 dias atrás

Sérgio Moro deve se filiar ao Podemos e concorrer em 2022

O ex-juiz Sérgio Moro deve se filiar ao partido Podemos para representar a terceira via em 2022. Além disso, o...

final de semana final de semana
Dicas2 dias atrás

Final de semana: descanso será merecido

Após uma semana de sangue na bolsa de valores, chegou o final de semana. Claro, com ele vem aquelas dicas...

Ibovespa Ibovespa
Investimentos2 dias atrás

Ibovespa opera em queda pelo segundo dia seguido

O Auxílio Brasil e o teto de gastos ainda deram o que falar no índice da bolsa brasileira. Com isso,...

Economia2 dias atrás

PEC aprovada e Bolsonaro defendendo Guedes: confira

Em meio a suspeitas de que Paulo Guedes sairia do ministério da Economia, Bolsonaro se reuniu com o ministro na...

Mais lidos