InícioFinanças PessoaisEmpréstimoBanco do Brasil começa a oferecer novo empréstimo consignado em 2021

Banco do Brasil começa a oferecer novo empréstimo consignado em 2021

O Banco do Brasil anunciou uma linha de empréstimo consignado. Os interessados não terão seus dados consultados no SPC ou Serasa, além de ter o valor da dívida descontado diretamente da folha de pagamentos com juros reduzidos.

O novo modelo de empréstimos da instituição financeira garante a liberação do empréstimo sem burocracia, até mesmo para quem se encontra negativado nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Caso o cidadão interessado se encaixe em todos os requisitos que permitem a concessão do crédito, o dinheiro será disponibilizado sem burocracia. Além disso, o banco dispõe de um prazo de carência de 180 dias para iniciar o pagamento da dívida, sendo possível dividi-la em até 96 meses.

O empréstimo não é limitado aos correntistas do BB, ou seja, o crédito pode ser concedido aos cidadãos que possuem conta em outros bancos. No mais, é importante destacar que as taxas de juros variam de acordo com o perfil do cidadão.

Se o contratante não possuir restrições no CPF, o percentual de juros pode variar de 1,77% a 1,94%. Mas caso esteja negativado, a taxa pode oscilar de 2,5% a 3,5%. Aqueles que fizerem a portabilidade do salário para o banco receberá juros reduzidos.

Como solicitar o empréstimo do BB?

Para contratar o crédito, o cidadão interessado deve verificar, por exemplo, se o empregador possui algum convênio com o BB, além de ter uma margem de consignado disponível com a empresa.

Contudo, o consumidor não pode estar devendo a instituição, ter mais que 18 anos de idade e possuir conta corrente em qualquer banco do mercado.

O que é o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é um dos mais solicitados pelos brasileiros, devido as facilidades oferecidas e taxas menores.

Entretanto, este tipo de empréstimo não é liberado para todo mundo, sendo um serviço exclusivo para aposentados, pensionistas, beneficiários do INSS.

Isso acontece porque o desconto das parcelas é feita diretamente na folha de pagamento do cliente, evitando inadimplência pelo não pagamento.

Raquel Luciano
Raquel Luciano
Jornalista formada pela Universidade Nove de Julho com experiência na produção de matérias para portais de notícia nos estados do MS, BA, MG e SP. Atualmente é Redatora do Sua Finança.
Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS