Connect with us

Direitos do Trabalhador

Auxílio Brasil: ala quer distribuir cartões apenas para quem não tem nenhum

Publicado

on

Nas últimas semanas, o Governo Federal tentou resolver o impasse que envolve a entrega dos novos cartões do Auxílio Brasil. Antes do início do processo de produção dos dispositivos, o Planalto ainda não decidiu quantos e quais são os usuários que poderão pegar os novos objetos ainda neste ano de 2022.

Segundo informações de bastidores, há uma ala do Governo Federal que tenta convencer o presidente Jair Bolsonaro (PL) a entregar os novos cartões apenas para aqueles que não possuem nenhum no momento. A lista inclui as pessoas que entraram no programa apenas este ano e aqueles que estavam no antigo Bolsa Família, mas que não possuem mais o cartão.

Segundo membros desta ala, o plano poderia fazer com que o Governo Federal gastasse menos com a produção dos novos dispositivos. Estimativas divulgadas por parlamentares apontam que o Planalto poderia gastar mais de R$ 600 milhões com a nova produção das peças, caso as entregue para todos os mais de 18 milhões de usuários do programa.

Informações de bastidores divulgadas por veículos de imprensa dizem que membros do Governo Federal querem retirar os cartões do antigo Bolsa Família de circulação. Ainda segundo os jornais, o interesse do Planalto seria puramente eleitoral, já que a marca antiga estaria mais ligada ao ex-presidente Lula (PT).

publicidade

Oficialmente, o Governo Federal não respondeu as mensagens dos jornais. O Planalto não disse que se tratava de uma informação falsa, mas também não negou. De toda forma, membros do poder executivo dizem publicamente que não há preocupação com as eleições e dizem que Bolsonaro teria um desejo de ajudar as pessoas neste momento.

Ação na TCU

A possível produção dos novos cartões do Auxílio Brasil ganhou mais um capítulo no final da última semana. Parlamentares do Senado, da Câmara dos Deputados e da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro entraram com uma ação no Tribunal de Contas da União (TCU).

Os parlamentares pediram que o órgão não deixe o Governo Federal gastar com a produção dos novos cartões do Auxílio Brasil. Eles também pediram que o Planalto devolvesse qualquer quantia que já possa ter gasto com a prática.

Os deputados e senadores argumentaram que o Planalto não poderia gastar dinheiro apenas para trocar os cartões dentro de um sistema que, segundo eles, já funciona normalmente mesmo sem a entrega dos novos dispositivos.

Auxílio Brasil hoje

Nos pagamentos atuais do Auxílio Brasil, o cidadão que não tem cartão também consegue movimentar o dinheiro do programa. Basta acessar o app do Caixa Tem e mexer na quantia. É possível pagar contas, realizar transferências e até mesmo algumas compras.

publicidade

Além disso, o cidadão que não tem nenhum cartão, também pode usar o Caixa Tem para gerar um código de saque e retirar a quantia em espécie em um caixa eletrônico. O procedimento existe desde os repasses do Auxílio Emergencial.

Por outro lado, a falta de um cartão pode prejudicar as pessoas que não têm acesso livre a um sistema de banda larga de internet. Nestes casos, os cidadãos podem ter alguma dificuldade para conseguir movimentar o dinheiro do benefício.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.