Connect with us

Direitos do Trabalhador

Saque extraordinário do FGTS: Quem poderá sacar até R$ 1.000 nesta semana

Publicado

on

O novo saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) será liberado para dois grupos nesta semana que se inicia. A princípio, conforme informações do Governo Federal, os trabalhadores nascidos em abril e maio poderão efetuar o resgate dos valores.

Conforme o calendário divulgado pelo Governo Federal, os pagamentos são feitos de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Cerca de 3,7 milhões de trabalhadores nascidos em abril terão o dinheiro liberado na quarta-feira (11). Por outro lado, 3,8 milhões que nasceram em maio poderão resgatar a quantia no sábado (14).

De acordo com o Governo, os nascidos em janeiro, fevereiro e março já tiveram os recursos liberados em suas contas. O saque do dinheiro seguirá até o dia 15 de dezembro.

publicidade

Antes de mais nada, caso o trabalhador prefira, a consulta do FGTS já pode ser feita. Por meio dela, os cidadãos poderão conferir se possui direito ao saque, além de valores e datas para receber o dinheiro.

O site da Caixa, pelo aplicativo FGTS e nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) estão disponíveis para consulta do benefício.

Atualmente, 42 milhões de trabalhadores estão aptos ao saque extraordinário do FGTS. O saldo disponível pode ser consultado, mas o saque e a movimentação do valor seguem o calendário estabelecido pela Caixa.

Como pedir o saque?

A princípio, é importante destacar que não é preciso solicitar o saque do FGTS. É preciso destacar, ainda, que o dinheiro será liberado automaticamente na conta do trabalhador no Caixa Tem.

Caso o trabalhador não possua uma conta no Caixa Tem, a Caixa Econômica Federal vai abrir uma conta em nome do trabalhador. Nessa situação, o beneficiário não poderá fazer nenhuma ação, uma vez que a abertura será automática.

publicidade

Contudo, em caso de dados incompletos que não permitam a abertura da conta digital, o trabalhador poderá solicitar a liberação dos recursos. Todo o processo para pedir o saque será informatizado.

O trabalhador não precisará ir à agência da Caixa. Para isso, basta entrar no aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets, e inserindo os dados pedidos.

FGTS: Quando o dinheiro pode ser sacado?

De acordo com o calendário, os saques continuarão sendo liberados até 15 de junho. Por outro lado, todos os grupos poderão sacar até dezembro, de acordo com informações do Governo Federal.

Veja o cronograma para os nascidos a cada mês:

Janeiro: 20 de abril
Fevereiro: 30 de abril
Março: 04 de maio
Abril: 11 de maio
Maio: 14 de maio
Junho: 18 de maio
Julho: 21 de maio
Agosto: 25 de maio
Setembro: 28 de maio
Outubro: 1º de junho
Novembro: 08 de junho
Dezembro: 15 de junho

publicidade

É importante lembrar que os trabalhadores não são obrigados a realizar o saque do FGTS, mas caso não queiram aproveitar a oportunidade, só poderão realizá-lo em situações específicas previstas em Lei.

Consulta pelo site do FGTS

Em primeiro lugar, o trabalhador que preferir, pode consultar o saldo do FGTS através do site oficial do Fundo de Garantia. Por lá, será possível saber se o cidadão tem direito ao saque.

Portanto, em caso de resposta positiva, ele também poderá consultar a data de liberação de crédito que será feita pelo Governo Federal.

Consulta pelo aplicativo

Pelo aplicativo, a gama de possibilidades é notadamente maior. Por lá, o cidadão também poderá saber se há algum saldo em seu nome e também qual será a data do recebimento do benefício, em caso de resposta positiva. Mas além disso, o trabalhador também poderá consultar alguns dados básicos que estão disponíveis por lá.

Você vai gostar muito de ver:

publicidade

Sua nota de R$ 50 pode valer até R$ 4 mil; veja o motivo

Serasa inicia campanha para renegociação de dívidas com o Bradesco e BB

Por fim, através do aplicativo, o cidadão também poderá informar que não quer receber o saldo do FGTS neste momento. Além disso, ele também poderá solicitar o retorno do valor creditado para a conta do FGTS.

Posteriormente, o indivíduo também poderá usar a conta para atualizar os dados cadastrais e criar a chamada Conta Poupança Social Digital, que servirá para os depósitos.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.