InícioInvestimentosRenda VariávelETF, uma forma segura de investir na bolsa

ETF, uma forma segura de investir na bolsa

ETF é a sigla em inglês para Exchange Trade Funds. Mas calma aí, não precisa se desesperar com as palavras difíceis, nós preparamos este texto para te explicar tudo sobre o assunto. Por isso, se quiser aprender mais e aprimorar sua metodologia de investimento na bolsa de valores, continue a leitura.

O que é ETF?

ETF é um conjunto de ações que estão em alta na bolsa no momento. Portanto, estas são as ações que estão sendo mais negociadas atualmente tendo por base algum índice. Por isso, quando você compra um ETF, você está comprando um pacote com as ações que estão fazendo mais sucesso na renda variável.

Os ETFs tem como público alvo quem está começando agora a investir na bolsa de valores. Essa é uma maneira de apostar com maior seguridade e comprar ações que a maioria das pessoas já está comprando.

O que são estes índices?

Os índices são indicadores que os administradores usam para compor os ETFs. Por isso, estes tem por sua base uma metodologia e uma série de análises feitas por especialistas no mercado de renda variável.

O Bova11 é um ETF que se baseia no índice da Ibovespa. Isso quer dizer que ele será elaborado com as 50 ações que são mais compradas nesta bolsa. Por outro lado, o ETF Brax11 conta com as 100 ações de maior liquidez do Brasil. Em outras palavras, aquelas que são mais negociadas.

Sendo assim, você já pode perceber qual é a lógica por trás dos índices e da curadoria dos ETFs. Isso indica a confiabilidade destes e a tendência de que os valores continuem subindo e assegurando os seus lucros.

Quais são as cobranças deste investimento?

Como existem uma série de profissionais envolvidos neste esquema, aqueles que estão selecionando as ações que devem ou não entrar no fundo, há uma taxa para investir em ETF. Esta é a taxa de administração, ela é cobrada em qualquer fundo de ações que é elaborado por um administrador ou especialista.

O ETF também conta com cobrança do imposto de renda. Por isso será descontado o valor de 15% sobre o seu lucro. Ou seja, sobre a diferença de valorização entre o momento da sua compra e da sua venda.

Mesmo que você tenha comprado e vendido esta aplicação no mesmo dia ainda haverá a cobrança do imposto de renda. Porém, neste caso o valor será contabilizado em 20% sobre a valorização.

 Quais são as vantagens do ETF?

Por contar com uma grande variedade de ações o ETF traz maior segurança. Por exemplo, digamos que você fez uma aplicação deste gênero e assim adquiriu cotas em mais de 50 empresas diferentes. Sendo assim, caso uma destas se desvalorize, você ainda conta com outras 49 que podem segurar o seu lucro. Essa é a lei da diversificação de investimentos.

Vale lembrar também que os ETFs contam com uma taxa de administração baixa comparada com outros fundos. Por isso, pode ser uma vantagem para quem conta com pouco dinheiro para começar seus investimentos.

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS