Connect with us

Economia

Criptomoedas: Brasil terá primeira cidade com moeda própria

Publicado

on

Balneário Camboriú será a primeira cidade brasileira com uma moeda própria. Na verdade, a cidade terá uma criptomoedas que leva seu nome. Com isso, essa será a primeira cidade da América Latina com uma moeda própria até setembro desse ano. A aposta da cidade é na segurança e na eficiência das blockchains, além de buscar a descentralização das moedas.

Dessa forma, a BC Token será uma moeda paralela, assim como o Bitcoin e o Ethereum. Além disso, a criptomoeda terá diversas funções, principalmente buscando incentivar o turismo com esse novo funcionamento da economia.

O que é o BC Token?

O BC Token é a mais nova criptomoeda do mercado mundial, mas que tem um foco real em uma cidade brasileira. Até setembro desse ano, a cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, terá uma criptomoeda própria. A intenção do governo da cidade é fomentar ainda mais o turismo, ao mesmo tempo em que se protege de momentos desfavoráveis no câmbio.

Com isso, o BC Token será usado para fazer transferências instantâneas e seguras através de serviços de Wallet da própria cidade, a BCWallet. Além disso, os pagamentos terão um custo bastante baixo, dado que eles não terão a incidência de impostos, como o IOF. Quem tiver a criptomoeda também dará desconto em atrações de turismo e entretenimento dentro da cidade. A troca da moeda pelo real será bastante simples.

publicidade

Além disso, a prefeitura informou que outras funcionalidades estarão na blockchain da BC Token. Isso porque, além da criptomoeda, o sistema terá serviços de visita a imóveis para compra, funções conectadas a NFT e também ao metaverso.

Vale lembrar que a moeda não tem relação nenhuma com o real digital, que será controlado pelo Banco Central. Pelo contrário, a criptomoeda BC Token será totalmente descentralizada, sem regulamentação e com preço definido pelas compras e vendas.

Reprodução AdobeStock

A revolução das criptomoedas

A chegada das criptomoedas no mundo é um dos fenômenos mais importantes da história recente. Mesmo com as quedas atuais delas, analistas acreditam que elas mudarão a forma como as transações financeiras acontecerão e, justamente por isso, o seu crescimento parece ser inevitável. Além de Balneário Camboriú, cidades na Tailândia também querem implementar essa novidade.

Isso porque as criptomoedas permitirão que turistas cheguem na cidade pagando bem menos impostos. Além disso, com os descontos oferecidos pela prefeitura, é esperado que o turismo na cidade cresça. Atualmente, a cidade é conhecida pelo seu grande potencial turístico no verão, contando com a presença de grandes nomes do planeta. Recentemente, Cristiano Ronaldo e Neymar compraram coberturas por lá.

publicidade

Por outro lado, o Governo Federal tem demorado mais na implementação das criptomoedas. Isso porque, segundo especialistas, o Banco Central precisa estudar planos maiores e mais importantes para implementar a moeda digital. Como isso pode afetar a economia de forma grave, o debate causou discordância entre os próprios diretores da entidade.

Caso o projeto de Balneário Camboriú tenha sucesso, especialistas acreditam que outros pontos turísticos podem adotar a mesma medida.

O post Criptomoedas: Brasil terá primeira cidade com moeda própria apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.