Connect with us

Investimentos

Como investir R$ 100 na Nubank em novos fundos de investimento?

Raquel Luciano

Publicado

on

Na última terça-feira, 13 de julho de 2021, o Nubank anuncia dois novos fundos de investimento: o Nu Ultravioleta Ações e o Nu Ultravioleta Multimercado.

Estes são os primeiros fundos de investimentos lançados pelo banco digital diretamente na plataforma Easynvest by Nubank, com aplicações a partir de R$ 100 e sem cobrança de taxa de administração.

As novas possibilidades chegam para enriquecer ainda mais os novos produtos Ultravioleta e reinventar a categoria premium de serviços financeiros.

Como funcionam os novos fundos de investimento Nubank?

Os dois novos investimentos Nu Ultravioleta são fundos de fundos. Isso quer dizer que são aplicações montadas pela própria gestora do Nubank, que aplicam em cotas de outros fundos de investimento. O Nu Ultravioleta Ações é composto por fundos de ações e o Nu Ultravioleta é composto por fundos multimercado.

publicidade

Ambos têm investimento inicial de R$ 100, não cobram taxa de administração e englobam fundos de algumas das gestoras mais conhecidas do mercado financeiro, como Verde, Constellation, Bogari, SPX e Absoluto Partners.

O acesso às referidas gestoras é um dos principais atrativos dos fundos Nu Ultravioleta: algumas delas exigem aporte mínimo de até R$ 50 mil, ou mais de R$ 1 milhão investidos caso uma pessoa tentasse investir individualmente. Dentro dos fundos Nu Ultravioleta, estes produtos tornam-se mais acessíveis.

Por terem um grau de risco relativamente elevado, eles são indicados para pessoas que estejam buscando diversificar seu patrimônio e que possam deixar o dinheiro aplicado a longo prazo.

Como aderir ao plano de investimento?

Os fundos Nu Ultravioleta estão disponíveis dentro da plataforma Easynvest by Nubank. Basta seguir o passo a passo:

  • Abra seu app Easynvest by Nubank;
  • Selecione “Investir”;
  • Role a tela e clique em “Fundos de Investimentos”
  • No topo da tela, clique em “Filtros” e digite “Ultravioleta” no campo de busca;
  • Selecione um dos dois fundos Nu Ultravioleta;
  • Clique no card para acessar as informações e leia com atenção, incluindo a descrição do fundo, o grau de risco, o gráfico com os rendimentos passados e as regras para aplicar, movimentar e resgatar;
  • Em seguida, você poderá checar os documentos adicionais anexados, incluindo: essenciais, complementares, regulamento e termo de adesão.
    Clique em “Investir”;
  • Selecione o valor que será transferido da sua conta para o fundo.

E pronto! O dinheiro é efetivamente aplicado um dia útil depois de você investir.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Jornalista formada pela Universidade Nove de Julho com experiência na produção de matérias para portais de notícia nos estados do MS, BA, MG e SP. Atualmente é Redatora do Sua Finança.

Investimentos

Benchmark: Marketing de investimento que vale a pena

Jéssica Queiroz

Publicado

on

O Benchmark é um termo bastante utilizado no marketing, entretanto, também pode se fazer presente dentro de uma decisão de investimento 

Os investimentos englobam e envolvem muitas etapas importantes, desde avaliação, negociação e pagamento, até o Benchmark. Apesar de ser considerado um marketing que pode envolver até 100% da tomada de decisão de investidores, esse conceito, dentro dos investidores de sucesso, é de suma importância para investimentos viáveis e rentáveis. Motivo? Você vai ver no artigo abaixo. 

Benchmark: O que é? 

Benchmark

Imagem: Istock Photos

O benchmark é considerado um padrão de referência comumente utilizado no mercado para que seja feito a avaliação de estratégias de desempenho mais viáveis para os negócios. 

Muitos conhecem essa estratégia como Marketing. Entretanto, dentro do mercado de investimentos e produção, é mais conhecido como benchmark.

Sem essa ferramenta, o investidor não consegue fazer uma avaliação de natureza justa para o desempenho de sua estratégia de investimento. 

publicidade

Sendo assim, não é possível saber se o investimento realmente vale a pena ou não, já que ela não oferece informações que sejam baseadas no mercado de investimento. 

Qual a real função do Benchmark? 

Imagem: Istock Photos

Seu principal objetivo dentro do mercado de trabalho é a atuação como um grande padrão referencial para que uma empresa seja capaz de acompanhar o mercado. 

Além disso, é uma forma das empresas alcançarem destaque com ainda melhores resultados de referência.  Com o Benchmark atuando para o auxílio de uma empresa é possível:

  • Obter resultados ainda melhores com relação a aplicações;
  • Traçar metas e objetivos;
  • Ajustar as práticas de aplicação;

Quais as vantagens de criar esse tipo de padrão de referência? 

Benchmark

Imagem: Istock Photos

A criação de um benchmark é considerada de extrema importância para que se alcance bons resultados. Mesmo para aqueles que desejam apenas se manterem estáveis e realizar aplicações menos arriscadas. 

Além disso, essa ferramenta é capaz de elevar cada vez mais o padrão de qualidade das empresas, fazendo com que elas ganhem cada vez mais. 

Outra grande vantagem com relação a esse índice, é a garantia de que o investidor ou empresário possam ter um grande conhecimento do mercado antes de aplicar e investir. 

Identificações de pontos de sucesso são outras consideradas grandes vantagens oferecidas por esse índice. 

publicidade

Como o Benchmark pode ser utilizado dentro de investimentos? 

Imagem: Istock Photos

Diferente do setor empresarial, o benchmark do setor de investimentos costuma ser muito mais direto e específico. 

Neste caso, trata-se de índices que estão totalmente emaranhados e atrelados ao mercado financeiro. 

Dentro do setor de investimento, esses índices podem oferecer padrões de avaliação de investimento. Oferecer opções para que o investidor avalie quais aplicações e investimentos realmente podem render ou valer a pena dentro da bolsa. 

Além disso, existem várias funções que esse índice pode realizar dentro do mercado de investimento: 

  • Avaliar aplicações e estratégias de investimento;
  • Pode ser utilizado para avaliar o quanto uma aplicação pode render no investimento feito;
  • Servir como régua para os fundos de investimentos que atuam com gestão ativa;
  • Oferecer bonificações em momentos em que a performance do investidor se torna além do que o benchmark utilizado; 

 

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

publicidade
Continue Lendo

Investimentos

Ibovespa: à espera da Selic, índice fica de lado

Pedro Hostyn

Publicado

on

O Ibovespa ficou de lado hoje, à espera da definição das taxas e juros na economia brasileira. A nova Selic, que vigorará a partir de amanhã, ainda não foi definida pelo Banco Central.

Com isso, o índice teve pouca volatilidade, com ativos precificados abaixo do que estavam no início do ano. Além disso, algumas empresas decepcionaram os investidores.

Sem emoção

Hoje o Ibovespa operou sem emoção para quem gosta de grandes negociações. Isso porque o índice fechou em leve alta de 0,1%, o que configura um dia lateral. De certa forma, isso já é esperado nos dias que antecedem a definição de uma nova Selic.

Com isso, os olhares se voltam para o cenário internacional, onde investidores buscam informações e resultados para analisar seus investimentos. Apesar disso, nada aconteceu de importante por lá também.

publicidade

Isso porque as bolsas americanas operaram de lado também, sem fortes notícias e à espera de balanços de grandes empresas. O índice Nasdaq fechou em 0%, enquanto S&P 500 fechou em leve queda de 0,51%. O Dow Jones operou em queda mais forte, de 0,71%.

Na parte das commodities, algumas notícias animaram o mercado, pelo menos em partes. Isso porque o Brent fechou em queda considerável de 2,60%, cotado a US$ 83,42, após atingir máximas históricas. Se o movimento continuar, podemos ver uma leve esfriada no aumento da gasolina. Essa notícia também esfriou os ânimos em Petrobrás (PETR4), que teve leve baixa de 0,24% no dia. Por outro lado, o ouro teve leve alta de 0,28%, representando um cenário de normalidade na economia internacional, depois de grandes distúrbios na China e nos Estados Unidos.

Ibovespa

Imagem: Istock Photos

As ações do Ibovespa

Em dias laterais, é interessante ver as empresas do Ibovespa para testar o termômetro do mercado em relação a determinados ativos. Com isso, as maiores altas e as maiores baixas do dia pode falar muito sobre o futuro das cotações.

No Brasil, Cogna liderou as altas do dia, depois de uma queda de mais de 40% em 4 meses. Com isso, a correção de hoje foi forte, na casa dos 5,58%. Em segundo lugar, Eztec operou em forte alta hoje, também corrigindo parte de um movimento forte de baixa em 6 meses. A alta diária foi de 4,99%. Em terceiro, Multiplan subiu 4,57%. O ativo, que depende da saúde da economia, também vem sofrendo sucessivas quedas.

Por outro lado, algumas baixas são interessantes de serem analisadas. PetroRio caiu mais de 6%, depois de anunciar que vai começar a operação em mais um poço. Aparentemente o mercado não gostou muito da ideia. Em segundo lugar, Méliuz operou em queda de 4,55%, o que resulta em mais de 70% de queda em 3 meses. A empresa teve forte subida após o IPO, mas o mercado começa a se preocupar com a empresa. Além disso, o destaque ficou em MagazineLuiza, que fechou na mínima em 52 semanas, cotado a R$11,60. A empresa, que era uma das queridinhas da bolsa, sentiu a baixa nas previsões de crescimento e parece cair a ilusão de que os rendimentos da empresa não teriam fim.

Por hoje foi isso. Amanhã, com o noticiário do COPOM e o andamento dos precatórios, o Ibovespa deve ter emoções mais fortes.

publicidade

 

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Investimentos

10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank

Raquel Luciano

Publicado

on

Diante das incertezas no cenário político-econômico e da alta da taxa básica de juros (a Selic), muitos investidores estão aumentando a parcela de renda fixa que têm em suas carteiras. Por isso, entre outros produtos de investimentos dessa categoria, os fundos de renda fixa ganharam destaque.

A captação líquida dessa classe de fundos no ano já passa de R$ 277 bilhões no país, segundo dados de outubro da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

O C6 Bank, tem mais de 40 opções de fundos de renda fixa disponíveis no app. Veja, abaixo, os fundos de renda fixa de alta liquidez (com resgate em até um dia) que apresentaram a maior rentabilidade no ano, até 15 de outubro de 2021, na plataforma do banco.

Em todos os casos, o rendimento foi superior ao do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), indicador associado à taxa cobrada por bancos quando estes emprestam dinheiro um para o outro. Até 15 de outubro, o retorno acumulado do CDI no ano estava em 2,77%.

publicidade

SUL AMÉRICA EXCELLENCE

Rentabilidade: 5,62% (202,57% do CDI)

Resgate: em 1 dia útil

Aplicação inicial mínima: R$ 1.000,00

Taxa de administração: 0,30%

Taxa de performance: zero

publicidade

CAPITÂNIA TOP CRÉD PRIV

Rentabilidade: 5,43% (195,74% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 1.000,00

Taxa de administração: 0,32%

Taxa de performance: zero

publicidade

(Fundo fechado para novas aplicações.)

ARX DENALI

Rentabilidade: 5,18% (186,83% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 1.000,00

Taxa de administração: 0,40%

publicidade

Taxa de performance: zero

(Fundo fechado para novas aplicações.)

AZ QUEST LUCE

Rentabilidade: 4,89% (176,24% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 500,00

publicidade

Taxa de administração: 0,40%

Taxa de performance: zero

IRIDIUM APOLLO

Rentabilidade: 4,67% (168,32% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 500,00

publicidade

Taxa de administração: 0,40%

Taxa de performance: 10% sobre CDI

QUASAR ADVANTAGE

Rentabilidade: 4,67% (168,27% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 500,00

publicidade

Taxa de administração: 0,40%

Taxa de performance: zero

ICATU CRÉDITO PRIVADO LP

Rentabilidade: 4,14% (149,24% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 500,00

publicidade

Taxa de administração: 0,35%

Taxa de performance: 20% sobre CDI

(Fundo fechado para novas aplicações.)

GAUSS INCOME

Rentabilidade: 4,11% (148,02% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

publicidade

Aplicação inicial mínima: R$ 1.000,00

Taxa de administração: 0,45%

Taxa de performance: zero

BRASIL PLURAL HIGH YIELD

Rentabilidade: 3,38% (121,98% do CDI)

Resgate: 1 dia útil

publicidade

Aplicação inicial mínima: R$ 3.000,00

Taxa de administração: 0,25%

Taxa de performance: zero

 

BNP MATCH DI

publicidade

Rentabilidade: 3,27% (117,77% do CDI)

Resgate: no mesmo dia

Aplicação inicial mínima: R$ 1.000,00

Taxa de administração: 0,35%

Taxa de performance: zero

publicidade

A plataforma de investimentos do C6 Bank oferece CDBs prefixados e pós-fixados (incluindo opções atreladas à inflação), mais de 200 fundos em diversas categorias (renda fixa, multimercado, renda variável, cambial e cripto), renda variável (ações, ETFs, BDRs, FIIs e Mercados Futuros) e previdência privada.

Também é possível criar carteiras personalizada com ativos do Brasil e do exterior com o C6 TechInvest e investir em mutual funds e hedge funds lá fora com a Conta Global de Investimentos.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Renda Variável

EURP11: investindo na Europa pela B3

Pedro Hostyn

Publicado

on

Se você pensou que não podia investir no mercado europeu, está enganado, pois o EURP11 serve justamente para isso. Da nossa extensa série de ETF da bolsa e seus funcionamentos, chegamos agora a ativos um tanto desconhecidos dos investidores em geral.

Por isso, é comum que esse ativo tenha baixa liquidez, ou seja, é mais difícil de comprar e vender ele. Mas para quem deseja o longo prazo, pode ser uma excelente ferramenta.

Vale a pena investir na Europa?

Para responder essa pergunta e saber se o EURP11 faz sentido para você, é necessário entender como funciona o ETF e como funciona, ainda, o mercado europeu. Por isso, vamos por partes para deixar tudo claro.

Mas antes de começarmos, vale sempre ressaltar que isso não é recomendação de compra ou venda e qualquer ação tomada por você é de sua responsabilidade! Ainda, quem investe baseado em “diquinhas” da internet sem, de fato, pensar no que está fazendo, provavelmente perderá dinheiro no futuro.

publicidade

Mas começando pelo mercado europeu, ele é a terceira potência do mundo, atrás apenas da China e dos Estados Unidos. No país, a Alemanha detém a economia mais forte e o mercado por lá é extensamente diversificado, assim como o EURP11. Dessa forma, você deve ter em mente que investirá em um mercado desenvolvido, ou seja, que muito provavelmente não tem o potencial que o Ibovespa tem. Mas diante das quedas atuais do índice por aqui, quem tem o dinheiro por lá ficou menos tenso.

Isso porque apenas nesse ano, desde seu lançamento, o EURP11 rendeu mais de 17%. Contudo, o Ibovespa opera em baixas fortes na casa dos 10%. Com isso, parte do portfólio em mercados externos é sempre um bom hedge.

EURP11 ETF

Foto: freestocksorg – reprodução

Sobre o EURP11

O EURP11 replica o índice teórico do MSCI Europe, que tem apenas empresas de grande e média capitalização nas bolsas europeias. Sim, são várias bolsas, indo da Suíça até o Reino Unido, passando por Alemanha e mais algumas bolsas.

Dessa forma, Nestlé, Roche, Louis Vuitton, ASML Holdings e tantas outras empresas fortes no mundo estão dentro do EURP11. Além disso, a carteira é diversificada em mais de 10 países, sendo Reino Unido, França, Suíça, Alemanha e Suécia as top 5 do ranking. Isso quer dizer que você vai investir, de fato, em quase todo o continente, o que dá uma segurança maior ao investidor.

Contudo, o ETF tem taxas cobradas pelo gestor do fundo, nesse caso, a XP Asset. A taxa é de 0,39% ao ano. Vale lembrar que esse valor é descontado da cotação e você não precisa fazer nada a respeito desse pagamento.

Por isso, se você deseja ter uma carteira mais internacionalizada e com menos exposição ao Brasil, pode ser uma excelente opção. Apesar disso, é importante que você entre na página da BlackRock e veja como o ETF de referência atual e como ele pode ajudar você. Ainda, você pode acessar o link de sites externos que explicam o ETF com excelentes detalhes também.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Investimentos

Ibovespa fecha em queda com dados da inflação

Pedro Hostyn

Publicado

on

O Ibovespa fechou mais uma vez em queda. Hoje, os motivos do mercado para as fortes vendas ficaram a sob os olhares da prévia da inflação divulgada pelo IBGE. Com isso, o Ibovespa deixa o mês de outubro (e o ano) com retornos ainda mais negativos.

Contudo, as commodities podem brilhar nos próximos balanços.

O que pesou no Ibovespa hoje?

De longe, o principal motivo para a forte queda do Ibovespa hoje foram os dados prévios da inflação de outubro. Mesmo que a inflação não seja uma novidade por aqui, algumas métricas surpreenderam o mercado.

Isso porque as previsões eram de inflação na casa dos 0,9%. Contudo, o IBGE divulgou um IPCA-15 mensal de 1,20%. Com isso, a gradual diminuição da inflação que era esperada para o fim do ano pode não acontecer, Dessa forma, o Ibovespa caiu 2,11% no segundo pregão da semana.

publicidade

E não termina por ai. Isso porque o mercado já começa a refazer suas previsões para a economia brasileira nesse ano e no ano que vem. Grandes bancos preveem crescimentos próximos de zero ou até mesmo negativos para 2022. Com isso, o desemprego deve aumentar, assim como a arrecadação do governo deve ser afetada.

Por outro lado, a reunião do COPOM, que iniciou hoje, pode aumentar a Selic para valores acima dos 7,25%, conforme espera o mercado. Com isso, a desaceleração da economia seria ainda mais forte, impactando mais ainda nos PIBs anuais de 2021 e 2022.

Por outro lado, como todos os investimentos, é possível que o investidor possa escolher ativos de maior retorno. Segundo alguns analistas, essa oportunidade está nas commodities.

Ibovespa commodities

Foto: Pixabay

Investir nas commodities?

Não diretamente, mas é possível. Isso porque algumas empresas do Ibovespa são altamente dependentes da cotação internacional das commodities. Com o preço delas em alta, o lucro dessas empresas deve vir ainda maior.

Por isso, os analistas começam a virar os olhos para empresas como Vale, Petrobrás e PetroRio. Isso porque essas empresas estão alinhadas com o mercado internacional e principalmente com dois grandes índices: o minério de ferro (Vale) e o petróleo (Petrobrás e PetroRio).

Do lado do minério de ferro, a cotação internacional opera longe das máximas para a commodity, mas ainda são valores relevantes. Isso porque a negociação do Minério de ferro refinado 62%, o mais utilizado no mundo, está precificado na casa dos US$122,00. Com o dólar em alta por aqui, a cotação pode afetar positivamente as exportações de mineradoras.

publicidade

Por outro lado, o petróleo Brent opera nas máximas histórias, na casa dos US$86. Com a retomada da demanda global, o preço ainda pode subir mais e, apesar de pressionar a inflação por aqui, pode dar bons lucros aos caixas das empresas. Recentemente, a Warren lançou um estudo interno sobre a PetroRio e decidiu colocar a empresa em seu portólio recomendado para o fim do ano.

Com isso, o mercado busca se proteger das sucessivas quedas do Ibovespa e projeta altas mais fortes para algumas companhias. De qualquer forma, a política brasileira poderia ajudar o índice ao fazer as reformas que o mercado preza.

Um panorama de retomada da economia, contudo, fica ainda mais distante e os investidores sentem isso. Por isso as sucessivas quedas.

 

 

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Economia

Bolsa estressada: Saiba o que pode estar causando

Jéssica Queiroz

Publicado

on

A Bolsa estressada é apenas um termo usada quando a Bolsa de valores se mantém em constante queda 

A Bolsa de valores é considerada uma das maiores redes de investimento do mundo. Qualquer tipo de alteração sofrida pode ser considerado motivo de estresse não só em um lugar, mas em todos os lugares onde está disponível. Nos últimos tempos, o índice de estresse da bolsa de valores brasileira tem sido relativamente grande. Mas existem algumas formas de evitar alguns prejuízos causados pela bolsa estressada: Veja 

Acontecimento dos últimos meses que deixaram a Bolsa estressada 

Bolsa estressada

Imagem: Istock Photos

Atualmente existe uma grande preocupação com uma variante denominada Delta em vários países. Isso porque, essa variante tem crescido e avançado muito gerando teores de pânico dentro da bolsa. 

Esse crescente aumento dessa variante tem deixado a bolsa estressada e atacando a confiança de: 

  • Consumidores;
  • Varejistas;
  • Empresários 

A tomada de poder do povo Talibã no Afeganistão tem criado um gigantesco cenário de mudanças globais. 

Esse fator culminou em uma medida drástica do Banco Central americano com relação a diminuição de estímulos dentro da bolsa de valores. 

publicidade

O Banco Central americano deixando de investir nesses estímulos, causa uma grande queda na quantidade de dinheiro investido na bolsa. 

Menos dinheiro investido deixa a bolsa estressada e seus investidores em pânico, pois o cenário envolve a perda de muitas ações importantes. 

A China também pode estar envolvida no estresse da Bolsa?

Imagem: Istock Photos

A resposta é sim. A China vem anunciando um grande e forte objetivo de reduzir os gases que causam o efeito estufa. 

Para isso, eles desejam começar a diminuir a produção de aço no país, atingindo em cheio o preço do minério de ferro. 

Os donos e investidores da bolsa estão realmente preocupados? 

Bolsa estressada

Imagem: Istock Photos

Em momentos de crise como o que a bolsa tem sofrido nos últimos meses, a grande preocupação gira em torno dos investimentos aplicados nela. 

Muitos investidores, principalmente nos países de grande potência como a China, Estados Unidos e o Brasil, estão preocupados com esse estresse da bolsa. 

Essa preocupação, os estão levando a procura de empresas que se distanciam mais das tomadas de decisões de seus próprios países. Ou seja, que não dependem tanto de suas decisões econômicas. 

publicidade

O que fazer para não ser tão afetado com todo esse estresse e perder os investimentos? 

Bolsa estressada

Imagem: Istock Photos

Ter essa atitude é uma das melhores opções a se fazer neste momento. Além disso, os investidores também devem buscar ter mais atenção no investimento em empresas líderes.

Ou seja, empresas que são donas de seus próprios preços. Pois essas são capazes de repassar a inflação toda nos preços de seus produtos, garantindo ótimas margens de lucros mesmo em momentos críticos. 

Essas são algumas estratégias que investidores que atuam na bolsa estressada estão tomando para protegerem seus investimentos. 

No entanto, se nenhuma dessas opções forem consideradas viáveis, ainda é possível escolher mercados de ações dentro da carteira que podem gerar lucros em momentos de crises: 

  • Estrelas da Bolsa;
  • Globais: 
  • Estrelas Ascendentes;

Talvez também seja de interesse do investidor manter nomes grandes dentro da carteira de investimento. Dessa forma, os riscos de se perder investimentos são ainda menores. 

 

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Title

Benchmart Benchmart
Investimentos5 minutos atrás

Benchmark: Marketing de investimento que vale a pena

O Benchmark é um termo bastante utilizado no marketing, entretanto, também pode se fazer presente dentro de uma decisão de...

Selic Banco Central Selic Banco Central
Economia37 minutos atrás

Selic: Banco Central sobe juros para 7,75%

O mercado já esperava uma alta da Selic e ela veio conforme o esperado. O aumento da taxa Selic foi...

Ibovepa Ibovepa
Investimentos3 horas atrás

Ibovespa: à espera da Selic, índice fica de lado

O Ibovespa ficou de lado hoje, à espera da definição das taxas e juros na economia brasileira. A nova Selic,...

Ciro Gomes Petrobrás Bolsonaro Ciro Gomes Petrobrás Bolsonaro
Política5 horas atrás

Ciro Gomes critica a política de privatização da Petrobrás

Em mais uma de suas fortes declarações, o presidenciável Ciro Gomes se manifestou em sua rede social, se colocando contra...

Selic dólar banco central Selic dólar banco central
Economia8 horas atrás

Selic e dólar: o que podemos esperar daqui em diante?

O Banco Central, através do COPOM, falará ao mercado qual a nova taxa básica de juros do Brasil, a Selic....

exportação de carne exportação de carne
Economia8 horas atrás

Exportação de carne: por que a China barrou o Brasil?

Desde o dia 4 de setembro, a China barrou a entrada de carnes provenientes do Brasil. Com isso, a exportação...

10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank 10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank
Investimentos10 horas atrás

10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank

Diante das incertezas no cenário político-econômico e da alta da taxa básica de juros (a Selic), muitos investidores estão aumentando...

EURP11 EURP11
Renda Variável1 dia atrás

EURP11: investindo na Europa pela B3

Se você pensou que não podia investir no mercado europeu, está enganado, pois o EURP11 serve justamente para isso. Da...

Ibovespa Ibovespa
Investimentos1 dia atrás

Ibovespa fecha em queda com dados da inflação

O Ibovespa fechou mais uma vez em queda. Hoje, os motivos do mercado para as fortes vendas ficaram a sob...

CPI da Covid Bolsonaro CPI da Covid Bolsonaro
Política1 dia atrás

CPI da Covid mira Bolsonaro e outros políticos

A CPI da Covid votou, nesta terça-feira (26), o relatório final da comissão e solicitou o afastamento do presidente Jair...

Mais lidos