Connect with us

Sem categoria

Bloqueio do seu CPF: Veja o que pode levar essa situação

Publicado

on

O Cadastro de Pessoa Física (CPF) é um documento pessoal muito importante e aceito em todo o território brasileiro. Diante disso, o seu bloqueio pode trazer problemas ao cidadão.

Segundo a Receita Federal, entre as situações que podem bloquear o CPF estão as irregularidades no pagamento de dívidas, inconsistências nos dados cadastrais ou ainda duplicidade do registro.

Bloqueio do CPF

Quando o CPF é bloqueado, o cidadão fica impedido de realizar uma série de serviços, como abrir uma conta no banco, contratar um empréstimo, vender imóveis, entre outras situações.

Diante tantas limitações, é importante resolver as pendências no CPF, ou mantê-lo livre delas caso não esteja irregular. Para consultar a sua situação, basta acessar o site da Receita Federal.

publicidade

O sistema gera um documento emitido pelo Ministério da Fazenda, que indica se existem pendências em relação ao CPF ou não. Veja as possibilidades:

REGULAR: o contribuinte não tem nenhuma pendência em seu cadastro;
PENDENTE DE REGULARIZAÇÃO: o contribuinte não entregou alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física dos últimos cinco anos;
SUSPENSA: cadastro incorreto ou incompleto;
CANCELADA: CPF cancelado por multiplicidade;
TITULAR FALECIDO: quando for incluído o ano de óbito;
NULA: constatada fraude nos dados.

Motivos que levam ao bloqueio do CPF

Não declarar o Imposto de Renda;
Inconsistências nas informações concedidas;
Óbito do titular;
Duplicidade do registro;
Inadimplência;
Entre outros.

A atualização do CPF em caso de dados incorretos pode ser realizada de forma online, pelo site da Receita Federal. Vale ressaltar que o site da Serasa também está disponível para consultas.

Saiba como tirar a 2ª via do seu CPF em sua cidade

Um dos documentos mais importantes para o brasileiro é o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Ele é utilizado para inúmeros fins por ser uma espécie de bancos de dados gerenciado pela Receita Federal.

publicidade

Devido ao seu grau de importância, caso o documento seja roubado, furtado ou perdido, é possível tirar uma segunda via. Vale lembrar que o cartão azul não é mais liberado, agora, o CPF é emitido no formato digital.

PIX libera alteração dos limites para transações; veja como fazer

Como tirar o CPF?

O procedimento de emissão do CPF deve ser realizado através do aplicativo CPF Digital, disponível para Android e iOS. No caso daqueles que não declararam o Imposto de Renda Pessoa nos últimos dois anos, será necessário acessar o site da Receita Federal para conseguir o comprovante.

Já na situação dos cidadãos que apresentaram a declaração do Imposto de Renda em pelo menos um dos últimos dois anos em exercício, há a opção de entrar no portal eCac. Basta fazer o login e informar o código de acesso do gov.br.

Contudo, caso tenha perdido ou esquecido o número do CPF, o indicado é tentar encontra-lo em um outro documento que normalmente ele é impresso, como RG e CNH, por exemplo. Outra opção é fazer uma consulta por e-mail. Confira o endereço abaixo segundo o estado em que mora:

publicidade

1ª Região (DF, GO, MT, MS e TO): atendimentorfb.01@rfb.gov.br;
2ª Região (AC, AM, AP, PA, RO e RR): atendimentorfb.02@rfb.gov.br;
3ª Região (CE, MA e PI): atendimentorfb.03@rfb.gov.br;
4ª Região (AL, PB, PE e RN): atendimentorfb.04@rfb.gov.br;
5ª Região (BA e SE): atendimentorfb.05@rfb.gov.br;
6ª Região (MG): atendimentorfb.06@rfb.gov.br;
7ª Região (ES e RJ): atendimentorfb.07@rfb.gov.br;
8ª Região (SP): atendimentorfb.08@rfb.gov.br;
9ª Região (PR e SC): atendimentorfb.09@rfb.gov.br;
10ª Região (RS): atendimentorfb.10@rfb.gov.br;
Exterior: cpf.residente.exterior@rfb.gov.br.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.