Connect with us

Economia

Veja 3 formas de investir mesmo estando com dívidas

Publicado

on

Os investimentos são a garantia de um futuro mais seguro.

Às vezes, mesmo estando endividados, queremos fazer um pé de meia para nos garantir em situações de dificuldade. Assim, veja como investir mesmo estando com dívidas. Confira aqui no Brasil 123.

O que são investimentos?

Investimento é a guarda de bens e recursos financeiros com a finalidade de obter ganhos através do acúmulo e da extensão do tempo.

Para que uma aplicação ganhe status de investimentos, ela precisa obter ganhos/lucros superiores à inflação do período. Em outras palavras, investir é uma forma de guardar dinheiro com o objetivo de aumentar seu valor de compra com o passar do tempo.

publicidade

Investimento mais conhecidos

como investir mesmo endividado – reprodução unsplash

Alguns investimentos, já estão presentes a muito tempo na vida do brasileiro, com outra roupagem, outros nomes.

A poupança, por exemplo, durante muito tempo foi o investimento mais utilizado pela maioria dos brasileiros. Os títulos de previdência privada, também eram objetos de aplicação com esta finalidade.

Sendo assim, para a grande maioria das pessoas, investir, o mínimo que fosse, era uma garantia de complemento aos baixos valores oferecidos pelo INSS ao se aposentar. Dessa forma, garantindo uma velhice assistida e digna.

Como investir com dívidas?

O mais indicado é sempre que possível pagar todas as dívidas, para daí começar um projeto de investimentos. Infelizmente, algumas dívidas são calculadas com índices de juros exorbitantes, que investimento nenhum consegue superar.

publicidade

Dessa maneira, o não pagamento destas dívidas acarreta em uma verdadeira bola de neve sem fim. Por isso, sempre que possível, prefira pagar suas dívidas do que investir.

Outra saída muito utilizada é uma negociação juntamente com os credores, para poder parcelar e encaixar as dívidas nos gastos mensais com mais facilidade. Nem sempre é uma boa opção, pois serão somados mais juros a esta conta, mas se não houver outra saída, deve-se contar com esta opção.

Quais os melhores investimentos para quem está com dívidas?

Se após suas renegociações sobrar um dinheiro que possa ser destinado a um investimento, opte por opções com maior liquidez (podem ser retirados com facilidade e sem grandes perdas). Então, exemplos destas aplicações são:

Poupança;
LCI;
CDB;
Tesouro prefixado;
Tesouro Selic;
LCA;
Fundos multimercados.

Liquidez diária

Para quem tem dívidas, o ideal é sempre buscar aplicações com uma liquidez diária ou no máximo D+1 (um dia útil após a solicitação).

publicidade

A liquidez possibilita o acesso a esse dinheiro, de maneira rápida, sempre que preciso.

Para quem está endividado isto é um fator muito importante, pois nunca se sabe se os acordos podem dar errado, ou precisar de uma rápida quantia para renegociar dívidas.

A poupança é uma aplicação de fácil acesso a todos. Porém, não é indicada para longos períodos de aplicação, já que seu rendimento está muito abaixo da Selic, causando desvalorização do dinheiro aplicado.

Entretanto, com todas estas informações, quem pode decidir se deve investir ou quitar suas dívidas é você. Se o principal motivo para querer investir é trazer um pouco de segurança para sua família, um seguro pode ser uma boa opção momentaneamente.

Importante é que você saiba que há diversas formas de passar por este momento difícil, e construir uma nova realidade.

publicidade

O post Veja 3 formas de investir mesmo estando com dívidas apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.