Connect with us

Destaques

Por que a energia afeta o PIB: descomplicamos para você

Publicado

on

A crise hídrica no Brasil afetou a produção de energia elétrica no país e analistas alegam que isso vai diminuir o crescimento do PIB.

Por isso, nesse breve artigo, vamos explicar como isso acontece para você entender de uma vez por todas esse assunto.

Por que crise hídrica?

A crise hídrica que ocorre no Brasil, e que vai afetar a sua energia elétrica, decorre de uma falta de chuva nas regiões onde ficam os reservatórios de água.

Nesses reservatórios funcionam as usinas hidrelétricas do Brasil, a mais famosa dela Itaipú. Essa usina, segundo seu site, é responsável por produzir 10,8% de toda a energia do Brasil e 88,5% da energia do Paraguai, outro governo dono da mega construção.

publicidade

Por isso, quando há uma falta de chuva e os níveis de água caem, 10% de toda a geração de energia do Brasil fica comprometida.

Porém, a falta de chuvas afetou a maior parte dos reservatórios de água em todo o país, agravando não só os níveis de Itaipú, mas de todas as usinas hidrelétricas do país.

Com menos água, fica mais caro produzir energia elétrica, que faz a sua conta de água subir e isso pesa na sua conta de luz diretamente.

Foto: Kelsen Fernandes – Agência Senado

A luz mais cara é para todos

Além de a sua conta de energia ficar mais cara, a crise hídrica afeta a conta de luz de todo mundo.

Por isso, uma indústria que usa energia elétrica também tem seu custo de produção mais alto. Assim, o reajuste da luz é passado para os produtos, mesmo que com peso menor.

Isso gera produtos mais caros nas prateleiras dos supermercados, afetando diretamente o bolso do consumidor.

publicidade

Porém, outro fato interessante de notas é que a conta de luz do supermercado também fica mais cara, ocorrendo, então, mais um reajuste de preço dos produtos.

Dessa forma, quando a luz aumenta, o preço dos produtos pode ser impactado duas vezes por essa alta.

Mais ainda, se os produtos estão mais caros, é bem provável que haja menos consumidores, principalmente em produtos não essenciais.

Por isso, as empresas que vendem esses produtos terão menos vendas e, por produzirem mesmo, gastarão mais por unidade do produto, o que também encarece para o consumir.

Para ilustrar: digamos que uma empresa faça 100 pacotes de sabão em pó. Com o aumento da luz, ela fará, agora, 80. Para produzir 100 ou 80, alguns custos serão iguais. Por isso, os 80 produtos têm valor unitário mais caro que os 100.

publicidade

Efeito cascata

Dessa forma, um aumento da energia elétrica afeta toda a economia. Por isso que nesse ano, com o aumento de mais de 20%, a inflação já pode chegar aos 10% no final desse mês.

Isso também afeta o Governo Federal que, por causa da inflação, tem que reajustar o salário mínimo e pagar as suas dívidas com juros mais altos.

Com isso, os programas sociais e a geração de emprego por parte do Estado ficam comprometidas. É por isso que se diz que a inflação gera desigualdades maiores e concentração de renda acentuada.

Por isso, o ideal mesmo é torcer para que chova bastante nos reservatórios para que os preços voltem ao normal o quanto antes.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.