Connect with us

Economia

Óleo de palma deixará cesta básica mais cara

Publicado

on

O óleo de palma virou mais um vilão dos brasileiros. Isso porque o preço do produto vai aumentar por conta da instabilidade do mercado internacional. A Indonésia decidiu proibir as exportações do produto. A justificativa é que a população do país poderia sofrer com a escassez do produto. O país responde a um terço da produção do produto no mundo.

E mesmo que você não use o óleo de palma propriamente dito, ele entra na composição de diversos produtos que você consome. Por isso, esses produtos podem ficar mais caros nas prateleiras dos supermercados, o que dá mais um ingrediente para a inflação brasileira.

Protecionismo alimentar na Indonésia

Chama-se de protecionismo alimentar quando um governo adota medidas para manter o abastecimento de comida dentro do país. Essa medida, quase sempre, prejudica outros países. Para se ter uma ideia, é como se o governo brasileiro proibisse a exportação de carne. Seria bom para a população do Brasil, mas um grande problema para o mundo todo.

A bola da vez é a Indonésia. O país, que produz um em cada três litros de óleo de palma no mundo, proibiu que produtores do país exportem o produto. Com isso, os produtos serão encaminhados para o mercado interno do país, garantindo abastecimento, mas também baixando o preço do produto para a população de lá. Como todos os países do mundo, a Indonésia também sofre com a inflação e o baixo crescimento.

publicidade

Com o choque das commodities, por conta da guerra na Ucrânia, o episódio do óleo de palma marca mais um capítulo da bagunça que o conflito no leste europeu gerou. E mesmo que o cidadão comum tenha como substituir por outros tipos de azeites, a produção de alguns produtos depende exclusivamente do óleo de palma.

Macarrão pode ficar mais caro com a escassez de óleo de palma. Foto: Reprodução

Como o óleo de palma afetará você?

A economia do mundo depende, atualmente, de todos os países. Ainda, os países emergentes, como o Brasil e a própria Indonésia, normalmente são as grandes fontes de produtos naturais, como as commodities, ao passo que os países desenvolvidos representam os principais exportadores de grandes tecnologias.

Por isso, a proibição da exportação do óleo de palma preocupa. Isso porque o produto afetará grandes empresas, como a Unilever. Ela usa o óleo para produzir diversas coisas, como o sabonete Dove e a própria maionese Hellmann’s. Além disso, o óleo de palma é usado para produzir macarrão instantâneo, sorvete, batons e até tintas para impressoras.

Com a restrição na oferta desse produto, a cesta básica brasileira deve ficar mais cara, o que representa mais um aumento da inflação. Por isso, é hora de já ir às compras para evitar pegar esses produtos em preços mais altos. Além disso, para as próximas semanas, pode ser bom tirar esses ingredientes do cardápio e trocar por outros mais baratos.

publicidade

Diante do cenário, o Banco Mundial afirmou que estamos diante do maior choque da economia internacional, no setor de commodities, em anos. Além disso, a integração dos mercados torna os impactos mundiais, em vez de regionais.

O post Óleo de palma deixará cesta básica mais cara apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.