Connect with us

Sem categoria

Nota de R$ 50 pode valer até R$ 4 mil; veja como trocar

Publicado

on

Já parou pensar que você pode ter um item raro em mãos? Pois saiba que existem colecionadores de moedas e de cédulas, os chamados numismatas, que estão dispostos a dar milhares de reais na compra de relíquias.

Recentemente, um item tem movimentado as redes sociais. Trata-se de uma cédula de R$ 50 que não possui a frase “Deus seja louvado” impressa. Atualmente, a cédula pode chegar ao valor de R$ 4 mil no mercado.

Nota de R$ 50 que vale R$ 4 mil

A principal característica dessa cédula se refere a ausência da frase “Deus seja louvado”, normalmente localizada na parte inferior esquerda das notas de real.

Outro requisito importante são as assinaturas de Rubens Ricupero, ministro da Fazenda da época, e do presidente do Banco Central da época.

publicidade

Por um motivo ainda em aberto, apenas três lotes dessa nota foram impressos. Por esse motivo, elas são consideradas raríssimas hoje em dia, podendo chegar a R$ 4 mil.

Como vender notas raras?

Se você possui essa nota rara, é possível vende-la por um bom valor mesmo não sendo um especialista. Uma das opções é a casa de leilão “Brasil Moedas Leilões”. Pelo site, é possível cadastrar o item e enviar para avaliação.

Outra alternativa é o site Tenor & Pellizzari, que funciona do mesmo jeito que o portal mencionado anteriormente. A Sociedade Numismática Brasileira também pode ser buscada, no site há vários compradores.

Nota de R$100 pode valer até R$4.500

Ainda não é de conhecimento de grande maioria da população, mas as cédulas de real podem valer mais do que está impresso nos modelos que estão em circulação.

A princípio, é importante deixar claro que nem todas que estão circulando possuem valor alto. Na verdade, a grande maioria vale o que representam, ou seja, R$ 50 vale 50 reais e R$ 100 também valerá 100 reais. Todavia, há algumas características que valorizam os modelos e os fazem ter um preço bem maior do que o valor impresso.

publicidade

Dentre os modelos, a nota rara de R$100 ganhou bastante valorização no decorrer do anos anos. Em resumo, o modelo em questão tem um erro de fabricação que o diferencia das demais notas que estão em circulação. Ademais, as cédulas em questão são muito antigas e fazem parte da “primeira família” do real.

Qual nota de R$100 tem valor maior de mercado?

Antes de mais nada, é importante deixar claro que o valor de mercado varia conforme o que os colecionadores buscam. Então, alguns fatores são mais buscados e tornam os modelos mais valiosos, como, por exemplo, uma baixa quantidade de impressões, erros de fabricação e de cunhagem e antiguidade.

No que se refere a nota de R$100, veja abaixo quais são as principais características do modelo:

Cédula de R$ 100 da “primeira família” do real;
Ausência da frase “Deus seja louvado”;
Emissão em 1994, ou seja, no início do Plano Real;
Assinatura do ministro da Fazenda, Rubens Ricupero;
Assinatura do presidente do Banco Central, Pedro Malan.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.