Connect with us

Investimentos

Ibovespa fica de lado em dia de indecisão

Publicado

on

O Ibovespa ficou de lado no pregão dessa quinta-feira, 13. O dia foi marcado por altas e baixas do índice, que fechou em leve queda de 0,15%. Apesar de ser um resultado sem emoções, a bolsa brasileira fechou bem diferente dos mercados internacionais. Nos Estados Unidos, as três principais bolsas fecharam em queda, com destaque negativo à Nasdaq. Isso porque a bolsa brasileira subiu refletindo um aumento acima do esperado no setor de serviços, o mais importante da economia na questão de empregos.

Contudo, lá fora as falas do FED não agradaram o mercado. A alta dos juros será uma realidade, o que começa a levar os investidores à renda fixa. O destaque do dia ficou com Marfrig, que liderou as altas, subindo 5,18%, seguida por PetroRio e Minerva que subiram 3,08 e 3,06%, respectivamente. Do outro lado, Banco Inter, Locaweb e Natura caíram 9,86%, 8,37% e 5,08%, respectivamente.

Cenário nacional em alta

O setor de serviços subiu 2,4% em novembro, uma alta acima do esperado pelo mercado. Com isso, o Ibovespa se animou e conseguiu segurar as baixas causadas pelo cenário externo. Comparando com os níveis pré-pandemia, o setor já subiu 4,5%, indicando uma recuperação. Apesar disso, alguns serviços, como o turismo, seguem em queda no mesmo comparativo.

Por isso, economistas afirmam que é hora de ter cautela. Isso porque os dados do setor são gerais, e não refletem todos os serviços. Ainda, analistas ressaltam que setores que se recuperaram acima da média pode ter perspectivas melhores que outros.

publicidade

Além disso, a notícia de que Bolsonaro deu maior força à Ciro Nogueira no orçamento despertará o interesse do mercado. Isso porque Guedes tem bons olhos pelos investidores na parte fiscal. Contudo, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, é um desconhecido na economia, o que pode dar mais volatilidade ao cenário nacional nos próximos dias.

Dessa forma, o Ibovespa fechou em queda de 0,15%, bem abaixo das quedas dos pares internacionais. Lá nos Estados Unidos, as falas do FED sobre o tapering e o aumento de juros pesaram sobre os mercados, que tiveram mais uma queda no ano. Na maior economia do mundo, nenhum índice opera em alta em 2022.

Lael Brainard, vice-presidente do Federal Reserve. Foto: Reuters

FED atrapalhou o Ibovespa

Especialistas afirmam que se o FED não tivesse falado hoje, haveria maiores chances de o Ibovespa subir. Contudo, não foi isso que aconteceu. Por lá, Lael Brainard, vice-presidente do banco central americano, informou as datas nas quais a entidade aumentará as taxas de juros.

Segundo ela, o tapering, que é a retirada de estímulos da economia, deve acabar no fim do trimestre. Posteriormente, ela diz, o FED aumentará as taxas de juros. A medida serve para conter a inflação. No ano passado, o CPI (inflação americana) subiu 7%, ficando no maior patamar em quase 40 anos.

Com isso, o índice Nasdaq despencou 2,51% no dia, representando a maior queda entre os índice. Seguindo a bolsa das techs, o S&P 500 teve perdas de 1,42%, enquanto o Dow Jones operou em leve baixa de 0,49%.

Por outro lado, o dólar caiu pelo terceiro dia seguido. Diferentemente de ontem, a queda de hoje não foi tão relevante, ficando na casa dos 0,10%. Com isso, a moeda americana está cotada a R$5,53.

publicidade

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.