InícioEconomiaGig economy: conheça o futuro do emprego

Gig economy: conheça o futuro do emprego

Gig economy é um termo que pode ser traduzido de forma livre como economia de bicos. Você conhece este conceito? Sabe como ele impacta na sua vida, principalmente se você estiver entrando agora no mercado de trabalho? Preparamos este texto especialmente para que você conheça esta tendência que está se manifestando cada vez mais. Se tiver curiosidade e quiser saber mais sobre o tema é só continuar a leitura.

Gig economy

Este é um termo em inglês usado para definir as novas tendências da economia. Em outras palavras, este pode ser sintetizado como economia informal ou uberização. Por esse motivo, a palavra é usada para definir o hábito de contratar profissionais para serviços curtos e por tempo determinado, como se faz no Uber, GetNinjas ou com freelancers.

Esse modelo surgiu em decorrência dos avanços tecnológicos. É um tipo diferente de organização de empregos que vêm se tornando tendência na atualidade. Ao contrário de algum tempo atrás, onde se trabalhava para um único empregador. A tendência agora é prestar serviços para vários clientes e destes retirar sua renda.

Com a gig economy o lugar e o horário fixo de trabalho dão espaço para relações trabalhistas mais orgânicas. 

Plataformas

Existem várias plataformas para contratação de freelancer atualmente. Algumas das mais famosas são a 99freelas e a Workana. Também existem algumas que se destacam internacionalmente, como a VoiceBunny e Upwork

Alguns outros aplicativos que fornecem serviços característicos da gig economy são o Uber, no qual se pode contratar motoristas sob demanda, e o Airbnb, no qual se aluga uma residência por um curto período de tempo.

Na gig economy a figura de um chefe tende a desaparecer. Por isso, muitas vezes os trabalhadores utilizam aplicativos, redes sociais, ou anúncios para chegar aos seus clientes e assim fazer sua renda.

O mercado de trabalho está fragilizado devido a crise econômica causada pelo corona vírus. Portanto, jovens que buscam sua inserção podem começar por meio da gig economy. Buscando oferecer seus serviços como freelancers em plataformas.

Vantagens x Desvantagens da gig economy

Esse modelo atual de trabalho apresenta pontos positivos e negativos. Existe a vantagem de ter mais liberdade. Portanto, é possível escolher seu horário de trabalho e a carga. Assim como definir o quanto quer ganhar por mês e fazer este valor do próprio esforço.

No entanto, a falta de vínculo faz com que o trabalhador perca algumas seguranças. Como o direito à falta coberta por atestado médico ou até mesmo a aposentadoria. Neste segundo caso existem opções, como a aposentadoria privada. Mas ainda assim é evidente que na gig economy o trabalhador está por si mesmo.

Conclusão

A gig economy se mostra como uma tendência global e o percentual de trabalhadores neste modelo de trabalho aumenta todos os anos. Por isso, é bom ter os olhos abertos para esta tendência.

Mesmo que a sua realidade não seja a necessidade de trabalhar desta forma, é possível utilizar o modelo para conseguir renda extra. Sendo assim, é possível oferecer serviços remunerados e tirar vantagem da gig economy até mesmo para quem trabalha com carteira assinada.

 

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS