Connect with us

Sem categoria

Food Techs: entenda o que são e como elas podem acabar com a fome mundial

Publicado

on

Food Tech é um termo criado a partir da junção de Food (alimento), com Tech (tecnologia). Desse modo, as empresas que trabalham no setor estão ligadas a inovações tecnológicas, capazes de lidar com a maneira com que os alimentos são produzidos, consumidos e distribuídos.

Estas Startups se tornaram conhecidas devido à sua importância no cenário de pandemia, onde o lockdown foi necessário. Ademais, elas se destacaram oferecendo serviços de delivery e logística. O setor deve se desenvolver ainda mais nos próximos anos.

As Food Techs estão atreladas à tecnologia de alimentos, principalmente em relação a sua conservação. Com os avanços da ciência, tornou-se possível utilizar técnicas que permitem a criação de alimentos e nutrientes sintéticos. Aliás, pode-se também utilizar tecnologias que permitem uma melhor esterilização das embalagens.

O fato é que a população mundial vem crescendo rapidamente e tornou-se necessário garantir a utilização dos recursos naturais de forma sustentável. Todavia, existem ainda problemas relacionados com a má distribuição dos alimentos. Por essa razão, a tecnologia de alimentos é fundamental para que as Food Techs se sobressaiam no mercado.

publicidade

Vale-Gás: AUMENTO do valor depende da lei eleitoral?

Estratégias de Inovação

Há um entendimento de que as Startups possam, com o avanço tecnológico, oferecer soluções para as questões relacionadas à escassez de alimentos no mundo. Em suma, são vários os problemas a serem resolvidos.

Primeiramente, podemos destacar algumas estratégias, como uma melhora na distribuição, na logística da cadeia de suprimentos, aprimoramento dos insumos para a produção de carnes e derivados, investimentos em políticas públicas relacionadas à agricultura, desenvolvimento de tecnologias capazes de aumentar a produtividade na produção de alimentos, entre outros.

As Food Techs devem também ser capazes de oferecer um aprimoramento nas condições de produção alimentícia, aumentando a vida útil do alimento, evitando seu desperdício e barateando o seu custo. Aliás, outra questão importante é facilitar o acesso a alimentos mais nutritivos e saudáveis.

É preciso investir em toda a cadeia do setor. Os custos com mão de obra, distribuição, insumos, combustíveis, entre outros, precisam ser levados em consideração, para que cheguem ao consumidor de uma forma facilitada e barata. Em conclusão, as startups do setor devem observar os problemas relacionados à produção de alimentos e fomentar soluções para os mesmos.

publicidade

Entenda por que cada vez mais pessoas decidem abrir franquias

Tipos de Food Techs  

Super Foods & CPG – estas startups utilizam tecnologias capazes de criar novas categorias de alimentos e bebidas. Podem empregar matérias primas alternativas e chegar a produzir novos produtos para a indústria alimentícia.  
Food Delivery & Logistics – são empresas que procuram investir na distribuição alimentícia utilizando a tecnologia a seu favor. Há uma busca para uma entrega rápida e segura dos alimentos para o consumidor final.
Smart Kitchen & Restaurant Tech – estas Food Techs procuram aumentar a eficiência da produção de alimentos na cozinha, gerindo melhor seus processos internos. 
Farm to table – são startups que investem em uma maior aproximação do consumidor com o produtor. Procuram por uma maior eficiência na distribuição alimentícia e da cadeia de suprimentos.
Food Safety & Traceability – as Food Techs procuram através da tecnologia, aumentar a vida útil dos alimentos, além de identificar de maneira efetiva, se eles estão próprios para o consumo.  
Consumer Apps & Services – estas empresas desenvolvem aplicativos e ferramentas, capazes de informar aos consumidores, sobre a alimentação saudável e nutritiva. Além disso, oferecem várias facilidades, como os melhores restaurantes de sua região, etc.
Waste Management – as startups procuram através de processos diferenciados, diminuir o desperdício dos alimentos, aprimorando a sua distribuição e melhorando a organização de toda a cadeia produtiva.

Auxílio de R$400 para os caminhoneiros? “É um deboche”, diz líder da categoria

Food Techs no Brasil

As Food Techs vem crescendo exponencialmente nos últimos anos. Há uma taxa de crescimento mundial do setor a 28% ao ano, entre 2016 a 2021. No Brasil os números são animadores, houve um desenvolvimento de 64,69%. Em 2021 os investimentos foram de 386,5 milhões de dólares. 

As Food Techs são essenciais para a economia, capazes de erradicar o número de famintos através da alta tecnologia, oferecendo inovações, capazes de transformar a indústria alimentícia como um todo.

publicidade

O setor alimentício vem sofrendo vários problemas. Na pandemia, houve um caos na distribuição de alimentos. Além disso, catástrofes ambientais afetaram a produção. Por essa razão, houve um aumento inflacionário nos últimos anos.Entretanto, as Food Techs podem ser uma luz no fim do túnel, a fim de acabar com a fome mundial.  

  

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.