InícioInvestimentosVantagens de investir no exterior em 2021

Vantagens de investir no exterior em 2021

Está pensando em investir no exterior em 2021, mas ainda tem dúvidas se realmente esse é um negócio vantajoso?

Para muita gente, os produtos financeiros disponíveis no mercado local são suficientes. Mas investir no exterior abre um mundo de novas possibilidades.

Na B3, a bolsa brasileira, são negociadas ações de um número restrito de empresas – cerca de 1% das existentes no mercado global, com pouco mais de 300 empresas. Enquanto isso, nas bolsas norte-americanas são mais de cinco mil – quase a metade de todo o mercado de ações no mundo.

O que te permite ter uma carteira diversificada globalmente, com investimentos de emissões européias, chinesas etc. Quem investe apenas localmente, portanto, tem bem menos chance de diversificar o portfólio em setores variados.

Fora isso, há a questão da segurança. A economia brasileira deixou os dias de instabilidade extrema para trás, lá nas décadas de 1980 e 1990. No entanto, a volta da inflação é um temor recorrente. O dinheiro mantido fora do país, atrelado ao dólar, costuma estar mais bem protegido de problemas desse tipo.

Também é importante considerar que o investimento no exterior pode ajudar a balancear os resultados de um carteira nas épocas em que os mercados locais – renda fixa e renda variável – não vão bem. Imagine que uma medida imposta pelo governo modifique a tributação das empresas brasileiras. Se todo o seu dinheiro está aplicado em produtos locais, é provável que seu portfólio inteiro sinta um pouco do impacto dessa decisão.

Passo a passo de como investir no exterior

É importante ressaltar que nem é preciso sair do Brasil para investir no exterior. Lembre-se também que você não precisa ser rico, nem ter muito dinheiro para ter aplicações lá fora.

É possível dividir as opções de investimento no exterior em dois grandes grupos. O primeiro grupo contempla as alternativas que não exigem enviar o dinheiro para fora. No segundo, estão as que demandam, sim, uma transferência internacional.

Dá para começar usando as ferramentas disponíveis em território brasileiro para dolarizar seus investimentos. Você pode acessar esses investimentos pelas plataformas de corretoras locais de sua preferência.

Há três maneiras de fazer isso estando no Brasil, BDR, ETF, COE e Fundos de Investimentos. Ou, você pode abrir também uma conta numa corretora e mandar dinheiro para fora para negociar as ações diretamente no país de destino.

Raquel Luciano
Jornalista formada pela Universidade Nove de Julho com experiência na produção de matérias para portais de notícia nos estados do MS, BA, MG e SP. Atualmente é Redatora do Sua Finança.
Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS