InícioFinanças PessoaisResseguro: Entenda como funciona

Resseguro: Entenda como funciona

O resseguro é um tipo de contrato que poucas pessoas conhecem, mas que pode vir a ser muito importante

Como realizar um seguro é uma das coisas que as pessoas mais têm procurado saber hoje em dia. Seguros são maneiras vantajosas de se prevenir de qualquer surpresa futura. No entanto, o que a maioria não sabe é que existe um seguro para o seguro, o nome é resseguro. Entenda

O que é o Resseguro?

resseguro

O resseguro funciona como um contrato de compromisso de indenização de uma seguradora.

Neste caso, o resseguro serve de garantia, caso o cliente perca as apólices oferecidas pela seguradora.

Sendo assim, quando o cliente recebe o valor garantido pelo seguro, a seguradora tenta a aplicar parcelas referentes ao serviço.

Para que ele seja aplicado, é necessário a realização de um contrato de indenização. Neste contrato, a corretora responsável irá identificar:

  • Uma possível precificação do que foi assegurado;
  • Informes com relação ao período de garantia;
  • Cobertura de todos os danos contratados;

Sendo assim, caso haja o acionamento do seguro, todos os dados irão ser repassados para a seguradora.

Como o Resseguro funciona?

resseguro

Existem algumas determinadas situações onde a apólice pode ser aplicada.

Afinal, o esse serviço é normalmente indicado em uma venda de apólice ou segurado inicial.

Caso algo assim aconteça, a seguradora responsável pela apólice, deve procurar a resseguradora para garantir a divisão de responsabilidades.

Essa divisão pode ser total ou parcial, podendo depender bastante do acordo feito por ambas as partes.

Com esse tipo de serviço, pequenas seguradoras podem aplicar os serviços oferecidos e melhorar o faturamento.

Por que é necessário contratar o resseguro?

Existem inúmeros motivos para que uma seguradora seda todas as suas responsabilidades a um ressegurador. Alguns deles são:

  • Pulverização total de risco;
  • Preservação da estabilidade das seguradoras;
  • Garantia de liquidação ao segurado;

Esses motivos se tornam suficientes para que uma seguradora contrate e assine o resseguro.

Além disso, é um procedimento considerado necessário para que as seguradoras distribuam seus riscos e ampliem a capacidade de subscrevê-los.

Quais os tipos de resseguradoras do mercado?

resseguro

Para cada tipo de empresa e campo de atuação, existe uma resseguradora específica.

Cada um atua de maneiras diferentes para objetivos diferentes, mas funcionam da mesma maneira.

Cada uma delas existente dentro e fora do país e são supervisionadas pelo SUSEP.

No mercado brasileiro, existem pelo menos 3 tipos de resseguradoras aprovadas pelo SUSEP.

Resseguro automático

O resseguro automático é sempre usado em casos de os riscos compartilhados serem semelhantes.

Neste caso, todas as bases de contratação são previamente estabelecidas. Significando que a empresa responsável sempre aceitará todos os riscos predeterminados.

Facultativo

Esse tipo de serviço é normalmente utilizado em casos mais específicos de apólices especiais ou de grande porte.

Cada caso passa a ser analisado separadamente. Por essa razão, não existe um valor mínimo ou máximo neste caso.

Proporcional

O resseguro conhecido como proporcional realiza a repartição de um valor negociado em contrato.

Neste caso, o valor passa a ser igual entre o segurador direto e a empresa responsável.

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS