Connect with us

Direitos do Trabalhador

Corpus Christi: veja quando as agências do INSS fecham nesta semana

Publicado

on

Está precisando resolver algum problema em uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)? Então antes de sair de casa, confira as datas em que as unidades abrirão durante esta semana. Na próxima quinta-feira (16), é feriado de Corpus Christi. Assim, a programação de atendimentos físicos e online sofrerão alterações.

Por meio de uma portaria publicada nesta terça-feira (14), o INSS confirmou que não abrirá as suas agências nem na quinta-feira (16) e nem na sexta-feira (17). Os dois dias contarão com as unidades fechadas. Alguns estados e municípios decretaram ponto facultativo na sexta-feira (17) e outros, não. De toda forma, as agências do INSS permanecem fechadas em todo o território nacional.

Quem tem algum serviço agendado para a próxima sexta-feira (17), pode ligar para o número 135 e pedir um reagendamento do atendimento. Assim, o cidadão não sofrerá nenhum tipo de prejuízo ao sair de casa e perder a viagem. O reagendamento de algum serviço também pode ser feito através do app do Meu INSS e no site de mesmo nome.

Falando nos atendimentos digitais, o INSS lembra que a maioria dos serviços continuarão funcionando digitalmente mesmo nos dias do feriado. Tanto na quinta (16) como na sexta (17), o cidadão pode ligar para o 135 e acessar os serviços automatizados do menu inicial. Pelo app Meu INSS, será possível realizar conferência de extratos e até mesmo agendamento de atendimentos.

publicidade

No caso específico do atendimento pelo número 135, o INSS não fará atendimentos virtuais com pessoas físicas na quinta-feira (16). Assim, o cidadão só terá acesso aos serviços automatizados. De toda forma, será possível realizar os procedimentos na sexta-feira (17), quando o serviço online voltará de maneira completa.

Fim da greve

Esta é a primeira paralisação das agências do INSS depois da greve dos servidores e peritos médicos que durou quase dois meses. Neste momento, os trabalhadores da área tentam diminuir o tamanho da fila de espera para análise de benefícios.

Segundo os números oficiais, a quantidade de pessoas que esperavam por uma resposta mesmo antes da greve já era uma preocupação para o Governo. No entanto, depois da paralisação, a situação piorou e mais indivíduos entraram na fila.

Ao voltar para os trabalhos ainda no último dia 23 de maio, os servidores do INSS se comprometeram a trabalhar por mais tempo para conseguir atender a toda a demanda de pedidos o mais rapidamente possível.

Fila de espera do INSS

Em entrevista recente, o próprio presidente do INSS, Guilherme Serrano, falou sobre o assunto. Ele disse que a promessa de zerar a fila de espera para as solicitações de benefícios da autarquia até o final deste ano segue de pé, mesmo depois da greve dos servidores.

publicidade

Hoje, estima-se que mais de 1,6 milhão de brasileiros estejam na fila de espera para o recebimento de algum benefício. No entanto, o número apenas considera a quantidade de solicitações iniciais. Portanto, ainda faltam as solicitações de revisão.

Serrano disse ainda que pretende cumprir com a sua parte do acordo que pôs fim ao movimento grevista. “É claro que não depende totalmente de mim, mas a gente vai lutar e utilizar o peso do Ministério do Trabalho para que a gente honre aquilo que foi acertado para o fim da greve”, disse ele.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.