Início Finanças Pessoais Cartão de Crédito Como evitar dívidas com o uso do cartão de crédito?

Como evitar dívidas com o uso do cartão de crédito?

Como evitar dívidas com o uso do cartão de crédito?
Como evitar dívidas com o uso do cartão de crédito? - Foto: Pixabay

Cartão de crédito foi lançado para facilitar a vida do consumidor, proporcionando segurança e praticidade durante as compras, deixando de lado o dinheiro e o cheque como forma de pagamento.

Entretanto, cada vez mais é recorrente o número de pessoas que acabam ultrapassando os gastos mensais, acumulando dívidas por conta do uso errado do cartão de crédito.

A inadimplência no cartão de crédito voltou aos patamares anteriores aos da pandemia, segundo dados da Abecs ((Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços). Em julho de 2020, o índice foi de 7,4%. Em agosto, 6,8% e em setembro 6,3%.

Por isso, você sabe como evitar contrair dívidas com o uso do cartão de crédito? Veja abaixo algumas dicas que separamos.

Dicas para evitar dívidas com o uso do cartão

O brasileiro se acostumou a usar o cartão de crédito como forma de pagamento. Entretanto, como esse tipo de modalidade de enquadra no moderno “fiado”, onde o banco empresta o limite, mas você depois tem que pagar, muitas pessoas perdem o controle e acabam contraindo dívidas.

Mas, existem algumas dicas que você pode seguir para ficar longe disso:

Use o cartão apenas se necessário

No mundo consumista que vivemos é normal se sentir motivado a comprar algo novo. Entretanto, quando isso acontecer, tente fazer o pagamento a vista, deixando de lado o cartão de crédito.

As vezes o parcelamento da compra pode ser tentador, mas pense se nos próximos meses você conseguirá pagar a fatura, sem estourar o orçamento familiar. Se a resposta for NÃO, não compre.

Cuidado com o pagamento mínimo da fatura

Quando o cliente paga o valor mínimo da fatura, acaba acumulando juros e taxas altíssimas para o próximo mês.

Por isso, o indicado é pagar o valor integral do que foi gasto. Mas, se por algum motivo você não conseguir pagar, tente negociar a dívida, dividindo em mais vezes. Alguns bancos acabam cobrando taxas menores neste caso.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui