Empréstimo e financiamento: entenda a diferença entre cada um deles

É muito comum que as pessoas precisem de ajuda financeira em determinadas situações, seja para resolver algum imprevisto, em casos de urgência ou até mesmo para comprar a casa própria e o carro dos sonhos.

Mas na hora de decidir qual decisão tomar e escolher entre solicitar um empréstimo ou um financiamento, a maioria das pessoas não sabem o que fazer.

Se você é uma dessas pessoas e precisa de ajuda para decidir como conseguir um dinheiro extra, vamos te ajudar e explicar tudo sobre cada um deles, para que você escolha sem errar!

Empréstimo

Uma das grandes vantagens de solicitar um empréstimo frente a um financiamento, é a liberdade que o cliente tem de não precisar de dar satisfação sobre qual a finalidade e objetivo do dinheiro, sendo assim, você pode pegar e usar como quiser.

Assim que você solicitar o empréstimo, o banco fará uma análise criteriosa do seu perfil, e através dela eles irão liberar ou não o crédito. Normalmente as taxas de juros do empréstimo são maiores, e isso se dá por ser mais fácil de conseguir a contratação. O banco define as taxas de juros que serão aplicadas sobre o valor do empréstimo conforme o risco que eles correm de não terem a dívida quitada, ou seja, se eles acharem que existe a possibilidade da pessoa não pagar pelo crédito, irão colocar as taxas de juros nas alturas.

Financiamento

O financiamento funciona diferente do empréstimo e os critérios para aprovação são bem mais severos, e normalmente ele é solicitado para valores mais altos. Nessa modalidade de crédito não existe toda aquela liberdade de usar o dinheiro sem ter que prestar contas, aqui você terá que colocar no contrato com a instituição como irá utilizar o dinheiro. Mas a grande vantagem é que as condições de pagamento são bem melhores, os prazos de quitação da dívida são maiores e as taxas de juros mais baixas.

No financiamento, como forma de garantia do recebimento da dívida, o bem ficará sujeito a ser tomado pelo banco caso o pagamento do crédito não seja realizado.

Todo o processo do financiamento é mais rigoroso, e o cliente terá que passar por uma análise para saber qual o limite de crédito e se ele realmente será liberado ou não, além de que o bem que será comprado terá que passar por uma inspeção que ficará informada nas cláusulas do contrato.

Isso trás mais segurança e garantia para você e para o banco, o que possibilita muito mais facilidades quando se fala em condições de pagamento.

Diferenças

Para que você saiba qual a melhor opção de crédito para você, vamos falar mais sobre as diferenças entre cada um deles, destacando as vantagens e desvantagens que poderão ser proporcionadas por eles.

  • Todo o processo de solicitação do empréstimo é mais fácil, e a liberação ocorre bem mais rápido
  • Para conseguir um financiamento é mais difícil devido as critérios que são estabelecidos pelas instituições, o que o torna mais burocrático
  • As taxas de juros aplicadas sobre o valor do empréstimo é mais alta
  • Pelo fato da garantia, os prazos para quitação da dívida são maiores e as taxas de juros são mais baixas nos financiamentos
  • Solicitando um empréstimo o dinheiro chegará nas suas mãos
  • Já no financiamento você não pega o dinheiro, ele vai automaticamente para quem te vendeu o bem

Com escolher?

Para escolher entre um financiamento ou um empréstimo você terá que vê aquilo que realmente precisa, dependerá da sua situação. Se você precisa do dinheiro físico, em mãos, para resolver alguma pendência ou imprevisto, o empréstimo é a melhor opção. Agora, se você quer usar o crédito para compra de algum bem, seja uma casa, um carro ou algo que tenha um valor mais elevado, o mais indicado é que você faça um financiamento, porque além das taxas de juros serem menores, você ainda terá um prazo maior para pagar a dívida.

Com todas essas dicas, agora você já sabe a diferença entre cada um deles e consegue definir qual a melhor opção que atenderá às suas necessidades.

Além de escolher entre essas duas modalidades de crédito, é importante que você compare entre as diversas instituições financeiras quais são as condições de pagamento, incluindo as taxas de juros que são aplicadas sobre o valor e os prazos que são disponibilizados para pagamento.

Cada instituição estabelece os seus critérios e tarifas a serem cobradas, e eles podem interferir diretamente no valor total que será pago pelo seu empréstimo, então sempre tente comparar no maior número de instituições possíveis.

Algumas instituições disponibilizam a opção de você simular o seu empréstimo ou financiamento através da internet, assim fica bem mais fácil você comparar entre as diversas opções disponíveis no mercado.