Financiamento de carros: saiba como funciona e escolha a melhor opção

Se você tem o sonho de comprar o seu carro e precisa de um financiamento para isso, é muito importante que você conheça todas as opções que são oferecidas dentro do mercado, para que você faça a melhor escolha de acordo com as suas condições.

Financiamento

No financiamento o banco ou financeira disponibiliza o capital para quem quer adquirir um bem, sendo que toda negociação é feita entre o contratante e a instituição que será contratada para financiar. O financiamento foi criado como uma forma de ajudar quem tem o sonho de adquirir um bem e não condições de efetuar o pagamento à vista, e por isso, diferente de um empréstimo, ele apresenta taxas de juros menores. Para solicitar o financiamento, também conhecido como Crédito Direto ao Consumidor, você deverá entrar em contato com a instituição que você escolheu para negociar de acordo com a sua renda e com o que você tem condições de pagar, além de obter todas as informações que são necessárias para realizar essa operação. Ao realizar um financiamento, toda a negociação é feita entre você e o banco, não sendo necessário fechar nenhum negócio com a concessionária, sendo essa uma das vantagens desse tipo de crédito. Os bancos também disponibilizam outras opções de financiamento, como por exemplo, o leasing, que funciona como um tipo de aluguel do veículo, ou seja, o banco compra o carro e você o aluga, pagando mensalmente parcelas de valor fixo durante toda a vigência do contrato. Outra maneira de adquirir o seu veículo é através do consórcio, onde você espera ser sorteado para efetuar a compra do seu carro.

Tipos:

Financiamento ou CDC

Resultado de imagem para financiamento

Nesse tipo de financiamento, você e o banco fazem toda a negociação sem que haja interferência da concessionária. Dessa forma, você combinará com o banco a melhor forma de pagamento, o valor de cada parcela, os juros que serão aplicados e demais tarifas que serão cobradas. Durante todo o período de pagamento da dívida as parcelas serão do mesmo valor, uma vez que as taxas são fixas e não sofrem variações. Outras tarifas são cobradas, como o IOF.

Em caso de não pagamento da dívida até o período combinado, o banco poderá fazer um leilão do veículo, sendo permitido judicialmente.

Em caso de atraso no pagamento das parcelas, taxas de juros serão cobradas, e elas não poderão ser maiores que 1% do valor total da dívida por cada parcela mensal atrasada. Já a multa, em casos de atrasos, não poderá ser maior que 2% do valor da dívida.

Leasing

Resultado de imagem para financiamento

Esse tipo de crédito funciona como um aluguel, onde a instituição que oferece esse serviço paga pelo veículo e o deixa disponível para ser alugado, e então o contratante o aluga. O carro permanecerá em nome do banco até que seja efetuada a quitação total da dívida, e depois que todas as parcelas mensais tiverem sido quitadas, o carro passará para o nome do contratante, se tornando de sua posse. Nesse tipo de crédito, assim como no CDC toda negociação é feita entre você e o banco, sem interferência da concessionária.

No leasing não é cobrado o IOF, e as taxas de juros são fixas, fazendo com que não haja variação no valor das parcelas.

Em caso de atraso no pagamento das parcelas, taxas de juros serão cobradas, e elas não poderão ser maiores que 1% do valor total da dívida por cada parcela mensal atrasada. Já a multa, em casos de atrasos, não poderá ser maior que 2% do valor da dívida.

Consórcio

A empresa que oferece essa opção monta um grupo onde estarão várias pessoas com o mesmo interesse, o de adquirir um veículo. Após o grupo ficar completo com o número de pessoas necessárias, serão realizados sorteios mensalmente para que uma pessoa a cada mês consiga comprar o seu carro. Cada participante deverá pagar a parcela mensal que foi definida no momento da contratação, durante todo o período de vigência do consórcio. Um dos pontos negativos do consórcio é que o valor da parcela pode variar de acordo com o mercado, pelo fato de não ser fixa. Nesse caso, além do IOF também é cobrada uma tarifa para que seja feita a administração do grupo, sendo que o valor correspondente a ela varia com a empresa que você escolher.

Em caso de não pagamento das parcelas do consórcio, o contratante será excluído, e só poderá pegar sua carta de crédito para adquirir o veículo quando quitar sua dívida.

Em caso de atraso, será cobrado multa de 2%, sendo que essa taxa pode sofrer variação para mais ou para menos, já que o valor das parcelas não são fixas.

Documentação necessária para solicitar um financiamento

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de residência
  • Documento que comprove sua renda
  • Comprovante do seu estado civil
Resultado de imagem para financiamento de carro

O documento necessário para comprovar renda dependerá de cada situação, sendo que é solicitado documentos específicos para quem é aposentado, trabalhador autônomo, assalariado ou produtores rurais.

Para divorciados, a certidão de casamento averbada deverá ser apresentada.

Todos os documentos deverão ser apresentados originais e com cópia.

Para decidir a melhor alternativa, é recomendado que você pesquise várias opções disponíveis no mercado, para que você escolha a que mais atende às suas necessidades e a que cabe no seu bolso.