Connect with us

Direitos do Trabalhador

Recife muda ponto do Cadúnico para conseguir acomodar mais atendidos

Publicado

on

A Prefeitura da cidade do Recife, em Pernambuco, decidiu mudar o endereço de atendimento do sistema do Cadúnico do município. O motivo: tentar acomodar mais gente que precisa resolver problemas relacionados à lista. O endereço anterior não estava conseguindo lidar com o alto número de atendimentos diários.

Segundo as informações da Prefeitura local, os atendimentos acontecem agora no antigo prédio da Faculdade Fama, na Avenida Cruz Cabugá. Antes, o ponto físico de seleção estava localizado na Rua do Imperador. O local não estava dando conta de atender a grande quantidade de pessoas que chegavam de uma só vez.

Assistentes sociais que trabalham no local afirmam que as filas para entrada no Cadúnico que se formaram na cidade começaram a crescer vertiginosamente nas últimas semanas. Esta não é a realidade apenas da capital pernambucana. Outras grandes cidades brasileiras também estão passando por situações semelhantes.

Em Salvador, por exemplo, há relatos de filas que acabam dando voltas em quarteirões inteiros. Na ordem do dia, os cidadãos querem tirar dúvidas sobre o Cadúnico, ou mesmo entrar e atualizar a lista do Governo Federal. Vale lembrar que o processo de atualização do sistema é sempre de responsabilidade das prefeituras.

publicidade

O aumento da procura pelos pontos físicos do Cadúnico é um problema para milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade. Como cada cidade possui o seu sistema próprio, muitos cidadãos acabam não conseguindo entender as regras locais. No caso do Recife, por exemplo, o atendimento precisa ser pré-agendado. Algumas pessoas não sabem da norma e acabam indo ao local e perdendo tempo.

Mudança de endereço

Com a mudança de endereço, a Prefeitura do Recife afirma que conseguirá atender mais cidadãos que não marcaram agendamento prévio. De todo modo, não há garantia de que todas as pessoas que marcaram o atendimento conseguirão ser atendidas.

Assim como em outras cidades, o atendimento presencial é uma exigência do Governo Federal para as pessoas que desejam fazer parte de programas sociais como o Auxílio Brasil e o vale-gás nacional.

Hoje, estimativas da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) indicam que quase 3 milhões de pessoas estão na fila de espera para o recebimento do Auxílio Brasil. Com a alta procura pelo Cadúnico, é provável que a lista cresça ainda mais em breve.

Auxílio Brasil em agosto

Hoje, o Ministério da Cidadania indica que pouco mais de 18 milhões de pessoas estejam dentro da folha de pagamentos do programa Auxílio Brasil. Com a aprovação da PEC dos Benefícios, o Governo espera elevar este patamar.

publicidade

A partir de agosto, o plano do Ministério da Cidadania é inserir mais de 2 milhões de brasileiros na folha de pagamentos do programa Auxílio Brasil. Assim, é provável que o benefício chegue na casa de mais de 20 milhões de famílias.

Contudo, a tendência é que a fila de espera volte a se formar já a partir do próximo mês de setembro. Conforme informações de bastidores, técnicos do Ministério da Cidadania já admitem que é provável que o sistema não seja completamente resolvido ao menos até o final deste ano.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy