Connect with us

Direitos do Trabalhador

Governo vai devolver integralmente salários de grevistas do INSS

Publicado

on

O Governo Federal devolverá o dinheiro cortado dos salários dos peritos médicos que estiveram em greve duranta os últimos meses no país. A devolução acontecerá no contracheque do mês de junho. A informação foi conformada pela própria Agência Nacional de Médicos Peritos (ANMP). Segundo o sindicato, o próprio Planalto já concordou com a devolução.

Vale lembrar que o contracheque de junho é pago no mês de julho. Desta forma, os peritos médicos ganharão o dinheiro de volta apenas no próximo mês. O salário de junho ainda virá com os descontos pelos dias não trabalhados. Segundo as informações oficiais, a devolução integral já está disponível nos extratos mensais dos pagamentos.

A ANMP confirma que a devolução total do dinheiro cortado foi acordada no momento em que se discutia o fim da greve dos peritos. No entanto, o acordo só foi assinado oficialmente no último dia 20 de maio. Dessa forma, os cidadãos só poderão sentir a recuperação do montante a partir do próximo mês de julho, como confirma o Governo Federal.

Os peritos médicos permaneceram em greve por quase dois meses. Entre outras coisas, eles pediam por melhorias no trabalho e também por um reajuste salarial. O INSS realizou uma série de reuniões para tentar reverter a situação, mas boa parte delas acabou sem nenhum acordo, o que acabou prolongando a paralisação por mais tempo.

publicidade

Os peritos médicos voltaram ao trabalho aina no último dia 23 de maio deste ano. Eles se comprometeram a trabalhar por mais tempo nas próximas semanas para tentar diminuir a fila de espera do INSS para o recebimento de benefícios. Estima-se que a lista tenha aumentado significativamente justamente por cauda da greve.

A perícia médica

O processo de realização da perícia médica do INSS é importante para os cidadãos que desejam receber benefícios como o auxílio-doença ou mesmo o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O perito do Instituto precisa analisar a situação de cada cidadão.

Caso o indivíduo não consiga realizar a perícia médica, ele também não poderá receber os benefícios que solicitou. Afinal de contas, ele não terá como comprovar que está mesmo doente ou incapacitado para realizar a função que realizava anteriormente.

Estima-se que alguns milhões de brasileiros estejam neste momento sem receber o dinheiro do benefício e nem o do salário do trabalho. Assim,os cidadãos pedem mais agilidade por parte do INSS para analisar os dados em questão.

A greve do INSS

No final do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro (PL) sinalizou que pagaria um reajuste do valor do salário dos servidores públicos do setor federal. A sinalização gerou uma série de revoltas em trabalhadores de outras categorias do âmbito federal.

publicidade

Uma das categorias foi justamente a dos servidores do INSS. Os trabalhadores da área decidiram entrar em greve para, entre outros pontos, pedir pelo reajuste salarial igualitário para todos os servidores que fazem parte do Governo Federal.

Recentemente, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse em uma conferência que o Planalto não conseguirá pagar o reajuste para nenhuma categoria neste ano. O próprio presidente Jair Bolsonaro confirmou a informação momentos depois.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.