InícioFinanças PessoaisBolsa Família 2021: Saiba quais são as principais mudanças

Bolsa Família 2021: Saiba quais são as principais mudanças

O Bolsa Família 2021 pode sofrer com algumas mudanças devido o pagamento do Auxílio Emergencial.

O Auxílio Emergencial veio como uma medida rápida de ajuda a brasileiros desempregados durante a pandemia causada pela Covid-19. Muitos receberam através do banco da Caixa e outros receberam através do Bolsa Família 2020. No entanto, pouco se sabe como ficará esse benefício e como irá afetar o Bolsa Família 2021.

O que é o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social de transferência direta de renda. Esta renda disponibilizada é direcionada totalmente a famílias que estão em situação de pobreza extrema no Brasil.

Dessa forma, com a ajuda da renda Bolsa Família 2021, essas famílias possam superar ou minimizar a pobreza.

Sendo assim, o Bolsa Família garante direitos de alimentação, educação e saúde a essas famílias.

No país, cerca de 14 milhões de famílias são beneficiadas com acesso ao benefício.

Para ser beneficiado pelo Bolsa Família, é preciso que uma família tenha:

  • Uma renda de até R$ 89,00, que caracterize como família extremamente pobre;
  • Renda de até R$ 178,00 que o caracterize como família em situação de pobreza.

Auxílio Emergencial e Bolsa Família

O Bolsa Família 2021 sempre disponibilizou um valor fixo que atende as necessidades de cada família beneficiada.

No entanto, com o avanço da pandemia e a criação do Auxílio Emergencial, houve algumas mudanças, principalmente nos valores.

Com o Auxílio Emergencial sendo pago, os beneficiados passaram a receber um valor ainda maior do que o anterior.

O valor que antes não passava de 89 reais por cada membro da família, com o Auxílio Emergencial se estabilizou em um valor de R$ 375,00.

Proposta de mudança do Bolsa Família 2021

Com a pandemia causada pela Covid-19 se mostrando longe de acabar, o Auxílio Emergencial pode se manter por um tempo.

No entanto, o Governo Federal está buscando maneiras de unificar ambos os benefícios sociais atuais.

Além disso, a proposta de mudança dada pelo Governo Federal, garante a correção dos valores e criação de novas bolsas, ou seja, essa nova decisão garante ampliar o acesso ao Bolsa Família para mais pessoas e famílias brasileiras.

Para que a mudança aconteça, será lançado um aplicativo onde as famílias poderão se inscrever no CadÚnico e solicitar o benefício.

O valor disponibilizado às famílias cadastradas no Bolsa Família também poderá sofrer um aumento de até R$ 250,00.

Como fazer parte dessas mudanças?

Para fazer parte dessas mudanças e ter acesso ao novo Bolsa Família 2021 é necessário ter um cadastro no CadÚnico.

Caso ainda não tenha, basta ir a uma unidade de programa social da região, apresentando documentos de todos os membros da família.

Feito isso, será necessário aguardar a decisão que virá do Ministério da Cidadania.

Os critérios utilizados para a determinação de qual família deve fazer parte do Bolsa Família, são baseados na renda de cada integrante da família.

Por isso, a depender, nem todas as famílias irão se encaixar no perfil para o recebimento do benefício.

No entanto, caso a família seja beneficiada, o dinheiro só ficará disponível para retirada no mês seguinte.

Podendo ser facilmente retirado ou movimentado através do aplicativo do Caixa Tem.

 

Leia Também

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS