Connect with us

Direitos do Trabalhador

Auxílio Emergencial: veja quem pode receber até R$ 3 mil em 2022

Publicado

on

O calendário de pagamentos do Auxílio Emergencial terminou, oficialmente, em outubro de 2021. No entanto, a Caixa Econômica Federal segue liberando as parcelas do benefício para um grupo específico de beneficiários.

O Governo Federal está contemplando de maneira retroativa os pais solteiros que são chefes de famílias monoparentais, ou seja, que não possuem cônjuge ou companheira, além de cuidar de seus filhos menores sozinhos.

O pagamento do benefício foi feito em cinco parcelas de R$ 600, entre os meses de abril e agosto de 2020. No entanto, como para as mães solteiras, os repasses deveriam ser de R$ 1.200. Por esse motivo, estão sendo pagas as parcelas retroativas.

Desta forma, é possível receber até R$ 3.000 de Auxílio Emergencial retroativo em 2022. Confira abaixo as proporções:

publicidade

Quem recebeu cinco parcelas de R$ 600,00 receberá, em 2022, R$ 3 mil;
Quem recebeu quatro parcelas de R$ 600,00 receberá, em 2022, R$ 2,4 mil;
Quem recebeu três parcelas de R$ 600,00 receberá, em 2022, R$ 1,8 mil;
Quem recebeu duas parcelas de R$ 600,00 receberá, em 2022, R$ 1,2 mil;
Quem recebeu uma parcela de R$ 600,00 receberá, em 2022, R$ 600,00.

NOVO AUXÍLIO EMERGENCIAL para taxistas deve ser lançado pelo Governo Federal

Como consultar o Auxílio Emergencial retroativo?

Acesso o site Consulta do Auxílio Emergencial;
Coloque o seu CPF no campo adequado;
Em seguida, informe seu nome completo;
Coloque o nome completo de sua mãe (ou escolha “mãe desconhecida”);
Entre com sua data de nascimento;
Resolva o reCaptcha;
Clique em enviar.

NOVO AUXÍLIO BRASIL DE R$600: Preciso me inscrever para receber o aumento?

Auxílio Emergencial pode voltar a ser pago no segundo semestre

O Auxílio emergencial pode, mais uma vez, voltar a ser pago pelo Governo Federal. Segundo informações de veículos de imprensa do país, como, por exemplo, o jornal O Globo, o plano do Palácio do Planalto é retomar os repasses do programa que atendeu quase 70 milhões de brasileiros durante a pandemia da Covid-19.

publicidade

No entanto, a nova versão do benefício não seria igual ao que foi pago no passado. De acordo com as informações da imprensa, o Planalto avalia pagar um Auxílio Brasil no valor de R$ 200 apenas durante os próximos seis meses. Assim, as liberações aconteceriam em mais seis parcelas, nos seguintes meses:

julho: Parcela 1
agosto: Parcela 2
setembro: Parcela 3
outubro: Parcela 4
novembro: Parcela 5
dezembro: Parcela 6

Além disso, o Governo não estaria disposto a abrir novas vagas para o projeto. Nesse sentido, o objetivo seria pagar o benefício apenas para as pessoas que já fazem parte do programa Auxílio Brasil. Atualmente, cerca de 18,15 milhões de cidadãos recebem os valores do programa.

Portanto, este seria o quantitativo voltado para os pagamentos do novo Auxílio Emergencial. Assim, uma mesma pessoa poderia acumular os dois benefícios de uma só vez. Ela poderia receber os R$ 400 mínimos que já recebe do Auxílio Brasil e juntar com mais R$ 200 do Auxílio Emergencial, formando assim, uma espécie de projeto único no valor de R$ 600.

No final das contas, as pessoas receberiam agora o mesmo saldo que o Auxílio Emergencial pagou para quase 70 milhões de brasileiros no primeiro ano da pandemia. Na ocasião, mulheres chefes de família podiam receber o valor dobrado, ou seja, R$ 1,2 mil por mês. Até aqui, o Planalto não planeja o privilégio novamente.

publicidade

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy