Connect with us

Direitos do Trabalhador

Auxílio Emergencial: Governo libera até 5 parcelas de R$ 600

Publicado

on

O Governo Federal está concedendo até cinco parcelas do Auxílio Emergencial a um grupo de beneficiários. Embora o programa tenha sido encerrado em outubro de 2021, novos pagamentos estão sendo realizados, mas não se tratam de uma prorrogação.

No dia 13 de janeiro, a Caixa Econômica Federal repassou uma parcela única para mais de 820 mil pais solteiros chefes de família monoparental. Segundo o Ministério da Cidadania, cerca de 1,3 milhão de pais solos serão contemplados. Assim, aproximadamente 500 mil pessoas ainda faltam receber o benefício retroativo.

Quem recebe a parcela retroativa do Auxílio Emergencial?

O pagamento só está sendo realizado aos homens chefes de família monoparental que receberam ao menos uma das cinco primeiras parcelas concedidas pelo programa entre os meses de abril e agosto de 2020. Além disso, o Ministério da Cidadania verifica algumas informações para disponibilizar os valores. Tais como:

Se o chefe de família que recebeu o benefício não tem cônjuge ou companheira;
Se há pelo menos uma pessoa menor de 18 anos na família;
Se não houve pagamento de cota dupla (R$ 1.200) para outra pessoa (mãe solo) do mesmo grupo familiar.

publicidade

Como consultar o Auxílio Emergencial retroativo?

Para verificar se tem direito ao benefício, o cidadão deve acessar o portal Dataprev. Veja os passos a seguir:

Acesse o portal de Consulta ao Auxílio Emergencial;
Preencha o campo com o seu Cadastro de Pessoa Física (CPF);
Com o seu nome completo; e
Com o nome da sua mãe completo (ou selecione a opção “mãe desconhecida);
Coloque sua data de nascimento no campo solicitado;
Selecione o reCAPTCHA para provar que é humano;
Clique em “ENVIAR”.

No site também é possível acompanhar todo o detalhamento dos pedidos – como resultados, datas de recebimento e envio dos dados pela Caixa à Dataprev e vice-versa.

Qual o valor do Auxílio Emergencial retroativo?

O valor que o beneficiário receberá depende de quantas parcelas concedidas entre abril e agosto de 2020 o pai solteiro recebeu:

Quem recebeu as 5 parcelas poderá receber R$ 3.000,00;
Quem começou a receber em maio de 2020 tem direito a R$ 2.400,00;
Quem começou a receber em junho de 2020 tem direito a R$ 1.800,00;
Quem começou a receber em julho de 2020 tem direito a R$ 1.200,00;
Quem começou a receber em agosto de 2020 tem direito a R$ 600,00.

publicidade

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.