Connect with us

Direitos do Trabalhador

Auxílio emergencial: Consulta do pagamento está disponível

Publicado

on

Os pais solteiros chefes de família monoparental que se inscreveram no Auxílio Emergencial através do CadÚnico ou pelo Bolsa Família (agora Auxílio Brasil) estão aguardando a liberação da parcela retroativa do benefício. Segundo as informações, os novos pagamentos devem ocorrer neste mês de maio.

Segundo o Ministério da Cidadania, cerca de 1,3 mil pessoas serão contempladas, lembrando que desse total mais de 823 mil já foram atendidos. O grupo que já foi beneficiado é formado pelos pais solteiros que entraram no programa por inscrição nos canais digitais, conhecido também por Extracard.

Assim, cerca de 450 mil cidadãos devem ser contemplados no segundo lote do benefício retroativo. Vale lembrar que os repasses não se tratam de uma prorrogação do Auxílio Emergencial, mas sim de um acerto de contas. Isso porque, durante a vigência do programa os pais solteiros não receberam as cotas duplas.

Na ocasião, apenas as mães solteiras na mesma situação foram beneficiadas. A medida está considerando as cinco primeiras parcelas do auxílio concedidas entre abril e agosto de 2020. Sendo assim, os pais solteiros podem receber um valor retroativo de até R$ 3 mil, conforme o mês que passou a receber do programa.

publicidade

Os pagamentos dos novos valores estão sendo realizados pelas contas digitais do Caixa Tem. No entanto, é possível consultar o benefício no site da Dataprev. Basta informar o nome completo, número do CPF, data de nascimento e nome completo da mãe, caso saiba.

Qual o valor do Auxílio Emergencial retroativo?

O valor do benefício retroativo varia conforme o mês de aprovação no programa, considerando os repasses entre os meses de abril e agosto de 2020. Veja os valores:

Recebeu as 5 primeiras parcelas: R$ 3.000;
Começou a receber em maio: R$ 2.400;
Começou a receber em junho: R$ 1.800;
Começou a receber em julho: R$ 1.200;
Começou a receber em agosto: R$ 600.

Quem recebe a parcela retroativa do Auxílio Emergencial?

Para receber os valores é preciso corresponder aos seguintes critérios:

Ser chefe de família monoparental;
Estar inscrito no CadÚnico até o dia 2 de abril de 2020;
Ter efetuado o cadastro do Auxílio Emergencial através das plataformas digitais até o dia 2 de julho de 2020, prazo final para ter feito a inscrição no programa;
Estar cadastrado como “Responsável Familiar”;
Ter recebido cota simples do Auxílio Emergencial;
Ter na família ao menos uma pessoa menor de 18 anos de idade.

publicidade

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.