Connect with us

Dicas

Aplicativos de orçamento pessoal: conheça quatro

Avatar

Publicado

on

Muitas pessoas já perceberam a importância de ter controle sobre as finanças da sua casa. Mas este não precisa ser um trabalho difícil e complicado, para isso pode ser usado um aplicativo de orçamento pessoal.

Sendo assim, caso tenha interesse em tomar as rédeas do seu orçamento e saber onde estão sendo realizados seus gastos leia este artigo. Preparamos uma lista com os principais aplicativos de orçamento pessoal que podem te ajudar.

Mobills

Neste aplicativo é possível organizar as suas receitas e despesas. Desta forma você pode organizar os gastos em grupos e separar uma parte do seu orçamento para cada um deles.

Este aplicativo de orçamento pessoal ainda permite criar metas. É possível acompanhar quão próximo você está de alcançar estas. Sendo assim app, este te incentiva a poupar e te dá um melhor controle das finanças.

publicidade

Existe a versão premium deste aplicativo, mas esta não oferece muitas diferenças. Com a versão paga é possível sincronizar a sua conta bancária mais de uma vez por dia.

Guiabolso

Este possui algumas vantagens em relação a outros aplicativos de orçamento pessoal. Em primeiro lugar o Guiabolso se integra à sua conta bancária. Por isso, todos os gastos que ocorrem no seu cartão irão automaticamente para o aplicativo.

Os gatos podem ser divididos em categorias. Uma vez que um estabelecimento for registrado como pertencente a uma categoria o Guiabolso passará a arquivar este automaticamente.

Não precisa ter preocupações, o Guiabolso é seguro uma vez que não é possível realizar transações por este. Seus dados também estão em app com certificado de segurança internacional.

Organizze

Neste aplicativo de orçamento pessoal é possível registrar todas as suas contas correntes, investimentos e gastos. Desta forma você pode acompanhar também o retorno financeiro do seu dinheiro que está aplicado em diferentes formas de renda.

publicidade

É possível definir limites de gastos em cada uma das áreas. Por isso você pode ter um controle maior das finanças. Na versão premium ainda se pode criar notificações para lembrar das suas contas e despesas, garantindo que não haja nenhum atraso.

Spendee

Este aplicativo de orçamento pessoal chama a atenção pela possibilidade de compartilhar as suas informações. Sendo assim, é possível que um marido ou esposa também acompanhe os gastos e as entradas financeiras.

Este também te ajuda a criar filtros para que você possa encontrar a maior fonte de gastos. Por isso, é possível ter um maior controle e criar maneiras de evitar o gasto excessivo.

Conclusão

Os aplicativos de orçamento pessoal podem te ajudar a ter uma vida financeira mais equilibrada. Para isso basta encontrar aquele que mais se encaixa à sua realidade. Vale a pena baixar os cinco apps citados acima e ver qual deles é o melhor para você.

Em caso de roubo ou perda do celular você não precisa se preocupar com a segurança. Estes aplicativos te ajudam a controlar os seus gastos mas não exibem suas informações financeiras. Por isso é impossível que alguém faça transações bancárias ou roube seu dinheiro usando apenas estes aplicativos.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas

Investimento que paga 100% ao ano é golpe financeiro? Confira

Pedro Hostyn

Publicado

on

Se você já viu algum investimento que pague 100% ao ano e, ainda por cima dá garantias, talvez seja hora de correr. Isso porque anúncios como esse são comuns e causam estragos enormes, por se tratarem de golpes financeiros.

O caso mais recente de investimentos com altos retornos garantidos foi a G.A.S Consultoria Bitcoin, onde clientes perderam valores altos com o golpe que usava as criptomoedas como pano de fundo.

É possível ter retorno alto em investimento?

De fato, é possível, sim, ter retornos bons nos investimentos. Mas de forma alguma isso é garantido ou, por outro lado, pode ser garantido por alguém. Isso porque não há renda fixa no mundo que consiga pagar tamanho juros. Quem faz isso, na verdade, está aplicando um golpe financeiro.

Por isso, investimentos como esse são feitos majoritariamente em renda variável. E é aí que surge a criatividade: os anúncios usam Forex, Bitcoin, ações e renda variável em geral para defender que é possível ter esse retorno “de forma facilitada”.

publicidade

E sabemos que não é bem assim que funciona. No último ano, Embraer subiu mais de 100%, mas no início da alta, ninguém conseguiria prever que o ativo atingiria esse patamar. O mesmo aconteceu no Bitcoin, quando nasceu valendo US$1,00. Além disso, por falar na cripto, o mercado prevê um valor de US$100 mil no fim do ano, mas nenhum especialista sério consegue dar essa certeza. Isso porque a renda é variável.

O caso da G.A.S Consultoria

O caso da G.A.S Consultoria é mais um caso de golpe financeiro que utiliza investimentos como pano de fundo. Isso porque, infelizmente, a educação financeira ainda é fraca no Brasil e, principalmente os mais idosos (estatisticamente), acabam caindo mais facilmente em golpes.

No caso da G.A.S., Glaidson Acácio dos Santos, o “Faraó do Bitcoin”, pegava o dinheiro de algumas pessoas e, supostamente, investia na criptomoeda para dar retorno aos clientes. Devido a isso, ele “garantia” retornos de percentuais elevados, com garantia da instituição. Contudo, o Bitcoin tem seu preço variando conforme o mercado e é extremamente difícil prever como a cotação vai andar.

Por isso, a consultoria acabou não pagando alguns clientes e o esquema foi descoberto pela Polícia Federal. Nessa jogada de marketing da empresa, alguns famosos perderam muito dinheiro. O caso mais recente descoberto foi o de Rafael Portugal. O comediante perdeu algo em torno de R$1,2 milhão, segundo notícias. Ele nega que isso tenha ocorrido.

golpe financeiro

Foto: Mikhail Nilov – Pexels

Como fugir do golpe financeiro?

Para fugir desses golpes financeiros, é imprescindível que o cliente saiba como a instituição pretende dar esses rendimentos a você, ou seja, usar ativos de renda variável para dar retornos “garantidos” já acusam que é golpe.

Além disso, retornos de 100%, 200% e até 1.000% são extremamente fictícios e não são alcançados facilmente. Com isso, mais um indício de golpe. Por último, e mais importante, as instituições devem estar cadastradas nos sites dos órgãos reguladores e fiscalizadores do sistema financeiro do Brasil.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Dicas

Diversificação: a chave para o sucesso no longo prazo

Pedro Hostyn

Publicado

on

Se você curtiu o movimento da bolsa brasileira para comprar mais ativos do Brasil, você está correto. Mas talvez não precisasse ter feito tanto se tivesse diversificação em ativos fora daqui. Isso porque as bolsas americanas dão um show em 2021, enquanto ETF de bolsa europeia também rende acima do Ibovespa.

Por isso, vamos explicar, aqui, a importância de misturar os seus investimentos entre setores e também entre países.

Diversificação entre setores

O mais importante para o investidor é, claro, ter rendimentos. E a diversificação dos investimentos pode dar isso para quem tem a estratégia de fazê-lo. E existem diversas formas de diversificar os seus aportes. Então, vamos por partes.

O primeiro de tudo é diversificar entre renda fixa e renda variável. Isso porque na renda fixa você sempre ganha. Com isso, já consegue diminuir as perdas da renda variável que podem acontecer às vezes. Por outro lado, quando a renda variável sobe, você tem rendimentos bem expressivos. E aqui não estamos falando de reserva de emergência, ok? É investimento de longo prazo mesmo.

publicidade

Deixa eu dar um exemplo: temos o Tesouro IPCA rendendo a inflação + 5,31%. Fizemos um texto sobre isso aqui. E se você pegar os cenários propostos, você pode ganhar mais de 10% ao ano nos próximos 3 anos, quem sabe. Isso é um rendimento excelente. E a bolsa pode não subir isso, ou seja, renda fixa não quer dizer rendimentos baixos. Nem sempre. Enquanto isso, você pode comprar suas ações na baixa e ver retornos de 3o, 40 ou 50% no ano que vem, se tudo correr bem.

Por outro lado, não vá com muita sede ao pote. Busque comprar diferentes empresas. Tem o setor de mineração, petrolíferas, varejo, energia elétrica, bancos e mais um monte na bolsa. Um exemplo clássico: taxas de juros sobem, varejo sofre, mas bancos são beneficiados. Se você investir apenas no varejo, agora, pode se dar mal. Mas se a Selic cair e você tiver apenas bancos em carteiras, vai perder também, ou seja, tenha de tudo um pouco

diversificação

Foto: Pexels

Mais de um país é importante

Se você investe em mais de um país, também tem a chance de pegar bons movimentos externos. Por exemplo, o índice S&P 500 subiu 32,24% esse ano. E você poderia ter pego essa subida.

Por isso, colocar o seu dinheiro em diferentes países é bom também. E para isso você pode usar os ETF disponíveis na B3 ou pode comprar diretamente em bolsas estrangeiras. No caso de bolsas estrangeiras, no Brasil temos apenas Avenue e Passfolio, que permitem comprar ativos nos EUA. Mas mesmo nessas corretoras, o cliente tem acesso a ETF de outros países. Para dar exemplo, na B3 temos ETF que investe em mercado europeu. E o valor é acessível.

Por isso, jogar os investimentos a seu favor é uma excelente arma. Dessa forma, você aloca em diferentes moedas e diferentes economias, fazendo uma diversificação global nos seus investimentos. No longo prazo, isso vai ajudar você.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Dicas

Final de semana: descanso será merecido

Pedro Hostyn

Publicado

on

Após uma semana de sangue na bolsa de valores, chegou o final de semana. Claro, com ele vem aquelas dicas bacanas para que possamos entender mais sobre economia, investimentos e, claro, sobre nós mesmos.

Por isso, naquele pique: um filme, uma série, um livro (nessa semana dois!) e um vídeo no YouTube para turbinar a sua faxina de sábado. Todo mundo pronto? Então vamos nessa!

Filme do finde

O final de semana começa com um filme que é a cara do investidor brasileiro. Isso porque o brasileiro (ah, o brasileiro!) deve estar sempre antecipando as crises. Afinal, somos um país emergente, com pouca tradição política democrática forte.

Por isso, já pensou se você pudesse prever as tragédias e as principais quedas da bolsa? Melhor ainda, se você pudesse prever um colapso na economia? Foi o que os caras do filme “A Grande Aposta” fizeram em 2008.

publicidade

O filme conta como quatro homens conseguiram antecipar a crise do subprime em 2008. Eles começam a apostar contra o sistema imobiliário americano e, de fato, acertam. Será que eles ficaram milionários e mega conhecidos? Aí só vendo o filme para saber!

Série

Sim, poderia ser Round 6. Pode parecer que não, mas a série tem grandes ensinamentos sobre política e economia. Na verdade, alguns dizem que a obra é uma grande crítica social. Mas não, não vamos falar de Round 6, porque você já deve ter visto. Se não viu, dica extra!

Nessa semana, é uma série bacana que mostra como as criptomoedas são legais. Afinal, tem gente lavando dinheiro com elas. Não é meme, é realidade. Mas você pode saber mais sobre isso vendo StartUp, uma intrigante série de investigação e finanças.

Nela, um empresa começa a lavar dinheiro roubado com criptomoedas e acaba se embaralhando com o FBI. Altos esquemas! Vai lá conferir.

Final de semana tem momento cult

A hora do livro é, sim, sagrada! Sim, eu sou um entusiasta dos livros porque acredito que eles podem ensinar muito. E por isso, nesse final de semana, vou indicar dois: um que já estava previsto, e outro que surgiu o tema durante a semana.

publicidade

O primeiro livro é o “Sonho Grande“, que fala dos bilionários brasileiros e como eles construíram suas fortunas. O livro é extremamente interessante e, sim, dá pra terminar bem rapidinho. A escrita é fluida e bem acessível. Para se ter uma ideia, a obra trata de Jorge Paulo Lehmann, dono das maiores empresas do ramo de alimentos do Brasil.

O segundo livro é um pouco mais técnico, mas que dará um grande apoio para você que quer entender de economia. Isso porque o déficit público afeta diretamente os seus investimentos. Quer saber como? É o que diz o livro “Tudo Sobre O Déficit Público: Um Guia Sobre o Maior Desafio do País Para a Década de 2020“. Como o livro diz, o desafio é até 2030, ou seja, você vai precisar saber.

final de semana

Foto: Pixabay

YouTube, meu amigo!

A última indicação para o seu final de semana fica para aqueles que gostam de vídeos longos. Mas bem longos. Já pensou se você tivesse 4 horas disponíveis para falar com Thiago Nigro (o Primo Rico)? É exatamente isso que o episódio do Flow faz.

São 4 horas de bate papo sobre finanças, a vida do cara e tudo, mas tudo, sobre dinheiro. Vai lá!

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

publicidade
Continue Lendo

Dicas

5 melhores apps para organizar as finanças pessoais

Avatar

Publicado

on

Você pode organizar suas contas com os melhores apps para finanças pessoais

melhores apps para finanças pessoais

Descubra quais são os melhores apps para você baixar em seu smartphone. Fonte: Pexels

 

Conhece aquela sensação de não saber para onde está indo seu dinheiro? Se sim, nada mais simples do que contar com os melhores apps para organizar as finanças pessoais e estamos aqui para te mostrar justamente quais são.

Portanto, confira como você pode organizar suas contas, controlar os gastos, fazer planos para o futuro e ainda receber dicas incríveis com 5 opções de aplicativos para escolher.

Bora mudar de vida e sair das dívidas com mais organização financeira?

 

publicidade

5 melhores apps para finanças pessoais

1- Minhas Finanças (Android)

Para iniciar nossa lista com os melhores apps para finanças pessoais, queremos te apresentar o ‘Minhas Finanças’.

Em suma, com esse app você pode gerenciar diferentes cartões de crédito e contas bancárias, criar orçamentos personalizados e gerenciar seus objetivos.

Assim sendo, fica bastante fácil controlar os gastos ao longo do mês!

Além disso, o Minhas Finanças conta com uma interface bastante intuitiva, com gráficos e automação simples.

 

publicidade

2- Minhas Economias (Android | IOS)

Com nome muito parecido com o anterior, o Minhas Economias é um dos melhores apps para finanças pessoais porque:

  • permite acompanhar gastos em tempo real
  • centraliza todas as contas em apenas um lugar
  • envia alertas e notificações sobre seus gastos
  • permite criar metas
  • facilita o controle financeiro

Ademais, ele conta com as vantagens de ser gratuito e estar disponível também por meio de seu site.

 

3- Organizze (Android | IOS)

Outra boa opção de app para quem quer acompanhar de perto os gastos ao longo do mês é o Organizze. 

Isso porque, ele permite o controle das contas por meio da gestão integrada das suas contas, cartões de crédito e também da carteira.

Além disso, você consegue registrar seus gastos de forma rápida e dividi-los em categorias. Com o tempo, o app ‘aprende’ mais sobre a sua rotina e já te notifica quando uma conta está prestes a atrasar.

publicidade

O Organizze está disponível também na web e conta com uma versão de teste gratuita por 34 dias. Vale a pena testar e descobrir se quer ou não pagar para usar o serviço.

 

4- Mobills (Android | IOS)

Sem dúvida, um dos melhores e também mais conhecidos apps para finanças pessoais, o Mobills conta com mais de 5 milhões de downloads só na Play Store.

Por meio deste app, você pode definir seus objetivos e criar um planejamento mensal para conseguir alcançá-los.

O app também conta com a sincronização de contas e cartões para que você controle todos os gastos bem de perto.

publicidade

Mesmo que seja um dos aplicativos mais completos, todas as funções só estão liberadas na versão premium. Por isso, o ideal é usar o período de teste gratuito para descobrir se gosta ou não do app.

 

5- Olívia (Android | IOS)

O Olívia não é tão conhecido quanto os anteriores, mas não poderia ficar de fora dessa lista com os melhores apps para finanças pessoais.

Afinal, ele tem uma proposta um pouco diferente e mais ‘criativa’ para te ajudar a gerir os gastos ao longo do mês.

Na verdade, ao instalar o app, você passa a contar com a ajuda da ‘Olívia’, uma assistente virtual de finanças pessoais para:

publicidade
  • categorizar os gastos do dia-a-dia
  • entender melhor seus gastos
  • receber informações sobre economia
  • aprender a usar melhor o seu dinheiro

Ademais, o app também permite que você consolide suas contas e cartões para melhorar o controle. Porém, ele conta com o adicional de ajudar a lidar melhor com o salário ao longo do mês.

 

Qual o melhor app para finanças pessoais?

melhores apps para finanças pessoais

Escolha o melhor app de acordo com sua necessidade. Fonte: Pexels

Certamente, a resposta para essa pergunta depende do que você considera ideal e também da sua experiência como usuário dos melhores apps para finanças pessoais.

Desse modo, para chegar a uma resposta, experimente os apps e, depois, escolha aquele que mais se adaptar.

Por experiência própria, nem sempre vamos nos adaptar com a interface de um ou outro. Por isso, antes de assinar os planos premium, teste todas as funcionalidades.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

publicidade
Continue Lendo

Dicas

5 Dicas certeiras para sair das dívidas em 2021

Avatar

Publicado

on

Você está em meio a uma bola de neve em que as dívidas se acumulam e já não sabe mais como se livrar dessa situação? Então aproveite para conferir aqui 5 dicas certeiras de como sair das dívidas e terminar o ano no azul.

Seja dívida com cartão de crédito, seja com o banco ou ainda com um familiar, o mais importante é conseguir quitar rapidamente as contas atrasadas e queremos te ajudar nisso.

 

Como sair das dívidas?

homem preocupado para sair das dívidas

Homem preocupado com suas dívidas. Fonte: Pexels

Não existe uma resposta pronta, mas, em suma, para sair das dívidas você precisa assumir responsabilidades e ter mais organização ao controlar seu dinheiro.

Pense assim, se tudo estivesse andando bem, você não teria dívidas, certo?

publicidade

Então, para quitar todos seus débitos, você precisa assumir uma nova postura. Nesse sentido, vale alinhar seu estilo de vida com o que seu dinheiro pode bancar e, principalmente, se manter fiel ao que seu planejamento prevê.

 

O que fazer para sair das dívidas: 5 dicas certeiras!

Praticamente todo mundo vai se deparar com contas atrasadas em algum momento da vida. Já foi assim comigo, com vários amigos meus e, provavelmente, esse é o seu caso agora.

Para sair das dívidas e quitar tudo o que está atrasado, temos algumas dicas que vão te ajudar bastante, confira:

 

publicidade

1- Assumir a situação atual

Em primeiro lugar, para que consiga sair das dívidas, você vai precisar assumir que está passando por um momento financeiro difícil e que algo precisa ser feito.

Desse modo, admita para si mesmo que está com dívidas e que precisa tomar uma atitude. É aquilo que já falamos sobre responsabilidade, lembra?

Além disso, comece a mudar seu estilo de vida e aprenda a viver com um pouco menos. Por exemplo, você pode assinar apenas um serviço de streaming de cada vez, assim só paga pelo que realmente está usando.

 

2- Consolidar as dívidas

Depois que entender que é hora de se livrar das contas atrasadas, você precisa juntá-las num papel ou planilha.

publicidade

Ao juntar ou consolidar suas dívidas, lembre-se de colocar o valor, prazo de pagamento, tempo de atraso, juros, credor, etc. Coloque na sua planilha cada real que deve, mesmo para aquele familiar que não cobra juros.

Quando isso estiver feito, você terá uma visão completa do seu saldo devedor.

 

3- Montar um planejamento

montar um planejamento para sair das dívidas é essencial

Mulher organizando seu planejamento financeiro. Fonte: Pexels

Agora que já conhece quanto deve, para quem, qual a taxa de juros e quanto tempo tem para pagar, chegou a hora de realmente assumir um compromisso.

Ou seja, montar um planejamento financeiro pessoal em que você considere o seu salário, os gastos com contas fixas e com gastos extras. Além disso, parte do seu orçamento precisa incluir o pagamento das dívidas.

Ademais, ao fazer o planejamento para sair das dívidas, sempre tente diminuir seu custo de vida. Isso porque, sobrará mais dinheiro para quitar seus débitos.

publicidade

 

4- Traçar planos e metas

Ainda pensando em planejamento, você precisa traçar algumas metas e planos para conseguir colocar em prática as mudanças necessárias para sair das dívidas.

Nesse sentido, você pode, por exemplo, estipular uma quantia mensal para economizar e negociar com os credores.

Por exemplo, se você coloca como meta quitar uma dívida com cheque especial de R$3000 em 6 meses, então seu plano deve incluir guardar R$500 por mês para isso. 

 

publicidade

5- Renda extra para acelerar o processo

Por fim, a gente sabe que nem sempre sobra muito dinheiro e as dívidas, muitas vezes, são resultados de algum descontrole ou até mesmo imprevisto.

Se cortando gastos, equilibrando as contas e gastando apenas o que ganha (nunca mais do que isso!) não sobra nada para quitar as dívidas, então você precisa de uma outra solução.

A renda extra, nesse caso, pode te ajudar bastante. Afinal, com mais dinheiro no final do mês, fica mais fácil pagar as contas atrasadas.

Além disso, opções é o que não faltam:

  • Vender as coisas que não usa mais
  • Fazer docinhos e salgadinhos de festas
  • Trabalhar como freelancer
  • Ser garçom/garçonete em festas

 

É possível sair das dívidas?

Sim, é possível sim sair das dívidas com alguns passos simples. É claro que o tamanho da sua dívida vai tornar esse processo mais rápido ou não, por isso, você precisa se manter focado nos seus objetivos.

publicidade

Lembre-se que viver sem dívidas com cartão de crédito, cheque especial, empréstimos, entre outras contas, é fundamental para nossa qualidade de vida.

Eu mesma, já tive minhas dívidas e coloquei em prática as dicas que estou te dando agora e posso garantir que funciona! Principalmente se você fizer uma renda extra.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Destaques

Apple: quanto renderia o novo MacBook Pro em FII?

Pedro Hostyn

Publicado

on

A Apple lançou os seus novos dispositivos hoje, em uma apresentação global. Chamou a atenção a tecnologia inovadora e melhor que a de seus concorrentes. Contudo, um levantamento feito pelo Tecnoblog mostrou valores absurdos para os novos produtos.

Você sabe quanto renderia o valor do novo MacBook Pro 16 da Apple nos FII com maior liquidez da bolsa de valores? Vamos responder nesse post.

Os novos produtos da Apple!

A Apple lançou os novos modelos de MacBook Pro de 14 e 16 polegadas para seus consumidores e fãs de tecnologia. Apesar disso, os valores não são para qualquer um e exige muito, mas muito, dinheiro.

O levantamento e os valores vistos são do Tecnoblog, que você pode ver na íntegra aqui.

publicidade

Seguindo o modelo mais simples de MacBook da Apple, o de 14 polegadas, o modelo mais “barato” ficaria na casa dos R$27 mil, com a conversão do dólar mais os impostos. Já os modelos mais robustos ficam em R$38 mil e o top de linha, de 8TB de memória, fica na casa dos R$75.500.

Já os modelos do novo MacBook da Apple que contam com uma tela de 16 polegadas ficaram com preços ainda maiores. Do mais básico ao mais robusto, os valores foram de R$33 mil, R$45.500 e, por último, o mais caro, aos exorbitantes R$78 mil.

A paridade do dólar foi calculada pelo dólar cotado a R$5,52, fechamento de hoje, mais os impostos. Além disso, o estudo usou a média dois últimos lançamentos, o que o estudo chamou de “dólar Apple”.

Apple

(Imagem: Reprodução / Apple)

Quanto renderia em FII?

Os valores são luz para os investidores, em especial os comuns. Isso porque é difícil conseguir esses valores investindo, principalmente se o seu salário é na casa dos R$3.000.

Para os FII, utilizaremos os 5 primeiros em liquidez, de acordo com o site Fundamentus. Os dados são do pregão de hoje, 18, mas isso não quer dizer que os ativos sejam os melhores. Qualquer compra de ativos deve passar por estudos e os citados aqui não são recomendação de compra.

Para o nosso estudo, pegaremos o MacBook da Apple mais “barato”, de R$27 mil, e o mais caro, de R$78 mil. Dessa forma, os FII utilizados serão o HCTR11, KNCR11, CPTS11, KNIP11, IRDM11. Os proventos utilizados serão os pagos em outubro com o fechamento no pregão de 30 de setembro.

publicidade

Assim, R$27 mil investidos no HCTR11, KNCR11, CPTS11, KNIP11, IRDM11 renderiam, respectivamente, R$356,80, R$152,35, R$275, R$310,80 e R$256,20. Por outro lado, um investimento no valor do mais caro, ou seja, R$78 mil, teria os seguintes rendimentos: R$1.033,60 (HCTR11), R$441,10 (KNCR11), R$795,00 (CPTS11), R$898,80 (KNIP11) e R$742,35 (IRDM11).

Ou seja, em alguns casos, seria possível obter quase um salário mínimo em renda passiva apenas investindo os valores do novo MacBook da Apple em fundos imobiliários da bolsa. Isso mostra que uma organização financeira passa pelo controle dos desejos de consumo. A decisão entre comprar ou não um MacBook a esses valores é o divisor de águas entre ter uma renda passiva considerável ou viver pagando parcelas.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Title

Ibovepa Ibovepa
Investimentos1 hora atrás

Ibovespa: à espera da Selic, índice fica de lado

O Ibovespa ficou de lado hoje, à espera da definição das taxas e juros na economia brasileira. A nova Selic,...

Ciro Gomes Petrobrás Bolsonaro Ciro Gomes Petrobrás Bolsonaro
Política3 horas atrás

Ciro Gomes critica a política de privatização da Petrobrás

Em mais uma de suas fortes declarações, o presidenciável Ciro Gomes se manifestou em sua rede social, se colocando contra...

Selic dólar banco central Selic dólar banco central
Economia6 horas atrás

Selic e dólar: o que podemos esperar daqui em diante?

O Banco Central, através do COPOM, falará ao mercado qual a nova taxa básica de juros do Brasil, a Selic....

exportação de carne exportação de carne
Economia6 horas atrás

Exportação de carne: por que a China barrou o Brasil?

Desde o dia 4 de setembro, a China barrou a entrada de carnes provenientes do Brasil. Com isso, a exportação...

10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank 10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank
Investimentos8 horas atrás

10 fundos de investimentos que mais renderam no C6 Bank

Diante das incertezas no cenário político-econômico e da alta da taxa básica de juros (a Selic), muitos investidores estão aumentando...

EURP11 EURP11
Renda Variável22 horas atrás

EURP11: investindo na Europa pela B3

Se você pensou que não podia investir no mercado europeu, está enganado, pois o EURP11 serve justamente para isso. Da...

Ibovespa Ibovespa
Investimentos1 dia atrás

Ibovespa fecha em queda com dados da inflação

O Ibovespa fechou mais uma vez em queda. Hoje, os motivos do mercado para as fortes vendas ficaram a sob...

CPI da Covid Bolsonaro CPI da Covid Bolsonaro
Política1 dia atrás

CPI da Covid mira Bolsonaro e outros políticos

A CPI da Covid votou, nesta terça-feira (26), o relatório final da comissão e solicitou o afastamento do presidente Jair...

99Pay lança cashback com pagamento em bitcoin 99Pay lança cashback com pagamento em bitcoin
Moedas e Câmbio1 dia atrás

99Pay lança cashback com pagamento em bitcoin

A 99Pay, carteira digital do app de transporte 99, anunciou que vai incluir em sua plataforma um sistema que permite...

Bolsa estressada Bolsa estressada
Economia1 dia atrás

Bolsa estressada: Saiba o que pode estar causando

A Bolsa estressada é apenas um termo usada quando a Bolsa de valores se mantém em constante queda  A Bolsa...

Mais lidos