Connect with us

Emprego

AAI: o que é e se vale a pena ser

Pedro Hostyn

Publicado

on

Se você pensa em trabalhar no mercado financeiro, mas não sabe por onde começar, pesquisar sobre a possibilidade de ser um Agente Autônomo de Investimentos (AAI) pode ser uma excelente forma. Isso porque esses profissionais são requisitados no mercado e precisam apenas fazer uma prova para começar os trabalhos.

Apesar disso, é importante saber se isso se encaixa no seu perfil e se você quer, de fato, trabalhar com essa modalidade.

O que faz um AAI?

O Agente Autônomo de Investimento (AAI) é o profissional responsável por auxiliar novos investidores na hora que eles começam a investir. Por isso, saber os conceitos do mercado, estar sempre atualizado sobre as notícias e saber o risco-retorno dos ativos é fundamental.

E para isso, além de gostar de mercado financeiro e economia em geral, é preciso que você faça a prova da Ancord para AAI. A prova não costuma ser difícil, mas exige que você saiba o básico das finanças. A prova custa cerca de R$420 reais e é feita apenas uma vez. A cada 5 anos, porém, é preciso renovar o registro, o que não deve ser problema para esses profissionais.

publicidade

O AAI explica como funciona a renda fixa, renda variável, ações e outros produtos, mas não pode recomendar compras. Ele explica o mercado financeiro e distribui os produtos aos quais tem disponibilidade, ajudando o cliente a tomar a melhor decisão para seu caso individual.

Isso porque após tirar a certificação, o profissional atuará no mercado diretamente, o que vai dar prática aos conteúdos que caem na prova. Além disso, o AAI é altamente requisitado pelos maiores bancos de investimentos e pelas corretoras do Brasil, com salários que podem agradar o seu bolso também.

Agente Autônomo de Investimentos AAI

Foto: Getty Images

Quanto ganha esse profissional?

É difícil especificar um salário fixo para os AAI. Isso porque geralmente eles ganham sobre produtividade, ou seja, sobre os valores que os clientes investem com eles. Dessa forma, é uma profissão com salários eminentemente variáveis, o que exige comprometimento.

Por isso, se você não gosta de trabalhar com questões comerciais ou técnicas de vendas, isso pode não ser para você. Contudo, se você gosta de se comunicar com as pessoas e tem habilidade para vender serviços, você pode se dar bem. Ainda, no mercado é comum que as empresas paguem um salário fixo.

Dessa forma, o AAI recém certificado ganha algo em torno de R$1.500 mais um valor variável, que se refere às carteiras dos clientes. Com 3 anos de experiência, é comum vermos AAI com retornos na casa dos R$12 mil, às vezes bem mais que isso. Dessa forma, o retorno é bastante alto.

Para fazer a prova, basta ter 18 anos. Não é necessário ter graduação ou experiência no mercado de investimentos, como outras certificações exigem. Dessa forma, é uma prova acessível a todos que desejam trabalhar com o mercado financeiro.

publicidade

 

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Estudante de Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Experiência com o mercado de investimentos e análises políticas fazem parte da rotina. Atualmente, atua como assessor de atendimento e escritor do presente jornal.

Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Nômade Digital: a nova modalidade do mercado de trabalho

Pedro Hostyn

Publicado

on

Com o advento da pandemia, o mercado de trabalho foi totalmente modificado e as empresas correram para a digitalização de processos. Além disso, o alto desemprego fez o setor de freelancer crescer, o que cresce a autonomia dos trabalhadores. Por isso, um novo termo surgiu: nômade digital.

As características dessas pessoas são o trabalho descentralizado, a digitalização de suas tarefas e o principal de tudo, a liberdade geográfica.

O que é um nômade digital?

Nômade digital é uma pessoa que não tem residência fixa e faz suas atividades remuneradas através da internet. Com isso, ela consegue viajar o mundo enquanto trabalha, de forma a explorar os quatro cantos do mundo, na chamada liberdade geográfica. E, por incrível que pareça, não é difícil aderir a esse modo de vida.

Os nômades digitais costumam trabalhar em diversos setores. Além disso, eles têm diversas fontes de renda, o que garante uma estabilidade maior financeiramente falando. Com isso, você pode ser ilustrador, editor de vídeo, escritor, consultor de qualquer coisa ou ter qualquer atividade que possa ser feita online. Dessa forma, você trabalha de onde quiser, sem deixar de fazer aquilo que gosta.

publicidade

E é exatamente por isso que essas pessoas são tão admiradas: elas trabalham com o que gostam e viajam 24 horas por dia. É comum vermos nômades escrevendo em sites brasileiros enquanto viajam para França, Marrocos ou qualquer outro país do mundo. Vale lembrar que a grande maioria dos nômades digitais não são influenciadores digitais. Isso porque o modo de vida ficou bastante conhecido na internet recentemente.

Uma simples busca no Google permite que você saiba, pelo menos, 10 formas de ganhar dinheiro pela internet. E tudo isso sem muita burocracia e com o potencial de ganhar um dinheiro bom, de fato. Por isso, não é difícil aderir ao modo de vida, mas é preciso esforço no início para ter uma largada sólida.

nômade digital

Foto: Valentin Antonucci / Pexels

As fases do nomadismo

Para ser um nômade digital é preciso ter uma mudança de mentalidade bastante relevante em alguns casos. Isso porque essas pessoas estão sempre em movimento, o que as impede de muitas coisas, apesar de os benefícios serem enormes. Além disso, uma solidez financeira é um grande passo para começar.

Pelo fato de estarem sempre na estrada, o nômade digital não costuma ter muitas coisas. Nesse ponto, uma mochila com roupas e utensílios de higiene e outra com os equipamentos para trabalhar são as características mais fortes dessas pessoas. Com isso, elas tem algumas mudas de roupas e o essencial para o trabalho. Sem muito acúmulo de coisas, mas sim de experiências.

Por outro lado, o início da jornada pode ter um custo elevado. Isso porque você ainda não tem o conhecimento completo de como ter passagens baratas, estadias mais acessíveis e locais menos custosos. Como você vai pegando esse jeito com o tempo de viagem, o início pode ser caro. Apesar disso, uma reserva de emergência com 6 meses dos gastos planejados para o início podem dar a tranquilidade necessária.

E para ser um nômade digital é preciso de muito planejamento antes de colocar o pé na estrada. Apesar disso, quase 100% das pessoas que tomaram esse rumo não se arrependem. Pelo contrário, eles não vislumbram um endereço fixo por muito tempo.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Direitos do Trabalhador

Como conseguir um emprego na área que você quer

Pedro Hostyn

Publicado

on

O desemprego está em alta no país, mas também temos muitas vagas de emprego abertas nas principais empresas do país. Especialistas acreditam que a falta de estudos dos brasileiros atrapalha na hora do emprego e isso pode ser um diferencial.

Por isso, nesse texto vamos dar 5 dicas para aumentar as suas chances de conseguir um emprego na próxima entrevista.

Não foque apenas na sua área

Para conseguir um emprego, é importante que você saiba coisas de fora da sua área. Não estamos falando de saber matérias do colégio, nem nada disso. Mas alguns setores da vida não acadêmica podem, e vão, ajudar você.

O primeiro setor é estudar oratória. Ninguém nunca ensinou isso a você no colégio nem na grande maioria dos cursos, mas é fundamental para que a sua mensagem chegue do outro lado. Isso porque ao estudar oratória, você saberá como se comunicar, utilizar os tons certos e também será como expressar as suas ideias da melhor forma.

publicidade

A segunda dica é estudar linguagem corporal. Isso porque o modo como você se posiciona na sua entrevista vai definir como você vai se portar. Dessa forma, você pode não perceber, mas o entrevistador provavelmente sabe o que os seus movimentos querem dizer. Por isso, se você puder se adiantar a essa análise, você tem grandes chances de ganhar a vaga de emprego.

A terceira dica é estudar a empresa para a qual você está aplicando. Isso porque é preciso que o entrevistador saiba que você tem os mesmos valores da empresa, concorda com as políticas da companhia e, claro, quer se tornar parte dessa jornada ao se candidatar na vaga de emprego.

emprego

Foto: Valeria Boltneva / Pexels

As suas habilidades antes do emprego

Além de saber coisas externas, como conteúdos de oratória e linguagem corporal, também é interessante você saber coisas sobre você. Processos seletivos vão perguntar das suas principais características e você deve saber respondê-las.

Por isso, a quarta dica é você saber as suas habilidades e suas fraquezas. Para isso, faça testes vocacionais da internet e pesquise em sites especializados sobre processos que ajudarão você nisso. Quando você sabe as suas qualidades e as habilidades que você não tem, você ainda consegue direcionar as vagas de emprego para as quais vai concorrer. Com isso, você também terá maiores chances de conseguir o seu lugar na empresa.

A quinta dica é muito, mas muito importante. Ela servirá para dar escala ao seu perfil. Trata-se de um perfil no LinkedIn. Essa rede social é a maior empresa de empregados e empregadores do mundo e, por isso, ter um perfil por lá é, basicamente, colocar o seu rosto no mundo. Com isso, você consegue ver o que as pessoas estão fazendo e os cursos que estão em alta.

Com essas 5 dicas, você aumenta muito as suas chances de ganhar um emprego. Claro que existem mais fatores que esses cinco, mas com esses passos iniciais, você com certeza ficará na frente da grande maioria dos seus concorrentes.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Economia

Desoneração da folha: presidente quer extensão por 2 anos

Pedro Hostyn

Publicado

on

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (11) que o Governo Federal prorrogou por dois anos a desoneração da folha de pagamento dos 17 setores da economia com maior geração de emprego. O benefício, que iria até o fim de 2021, é importante para a manutenção do emprego no Brasil.

Desde o início das tratativas, o governo se colocou favorável à medida, mas buscava meios de não afetar a arrecadação. Com o anúncio, as empresas podem escolher como contribuirão.

O que é a desoneração da folha?

A desoneração da folha de pagamentos é uma medida que o Governo Federal tem de ajudar a indústria nacional nos 17 setores que mais empregam no Brasil. Com ela, as empresas podem escolher como vão contribuir com a arrecadação estatal, de modo que paguem menos impostos.

Dessa forma, os tributos cobrados sobre o salário dos empregados são trocados por impostos que incidirão sobre o faturamento da empresa. Com isso, se as empresas passarem por dificuldades no faturamento, elas pagam menos impostos, mantendo os empregos sem maiores problemas.

publicidade

No lançamento do programa “Brasil Fraterno – Comida no Prato”, no Palácio do Planalto, Bolsonaro disse que, “reunido com a (ministra da Agricultura) Tereza Cristina, com o nosso prezado ministro (da Economia) Paulo Guedes e mais de uma dezena de homens e mulheres representantes do setor produtivo do Brasil, resolvemos prorrogar por mais dois anos a questão que tem a ver com a desoneração da folha“. A medida ainda está em discussão no Congresso.

Na modalidade atual, as empresas podem escolher entre os 20% de contribuição previdenciária sobre o salário dos funcionários ou uma alíquota de 1% a 4,5% sobre o faturamento da empresa. Dessa forma, a empresa consegue pagar impostos menores, o que incentiva o setor.

desoneração da folha

Foto: Martim Damboldt – Pexels

No Congresso

Apesar do anúncio do Governo Federal, por meio de Jair Bolsonaro, o Congresso ainda precisa aprovar a desoneração da folha. Hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o projeto precisa de alguns ajustes para passar conforme o presidente quer.

O deputado responsável pelo projeto, Marcelo Freitas (PSL-MG)  é favorável ao projeto, porém busca estender o benefício até 2026. Em entrevista ao Estadão, ele disse que provavelmente vai ” ajustar o relatório para ficar na mesma linha de dois anos“. Ainda segundo ele, a fala de Bolsonaro corrobora para que o projeto seja sancionado em um prazo menor.

Anteriormente, Bolsonaro, Paulo Guedes (ministro da Economia) e Tereza Cristina (ministra da Agricultura) se reuniram com líderes de alguns dos setores afetados pela proposta. Segundo relatos, na reunião a cúpula do governo teria se dito favorável ao projeto e teria se colocado à disposição para dar um andamento mais rápido à questão. Dessa forma, a iniciativa surpreendeu os participantes e animou os setores.

Alguns analistas e economistas afirmam que um possível fim da desoneração da folha poderia afetar o preço dos alimentos e aumentar o custo para o consumidor final. Além disso, há o perigo de causar um desemprego em massa, um índice que já está em alta no país.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Emprego

Empresas familiares: Conheça esse tipo de empresa

Jéssica Queiroz

Publicado

on

Empresas familiares são mais comuns do que empresas tradicionais que surgem com funcionários contratados 

Atualmente, cerca de 90% das empresas já existentes ou que vem surgindo no país se trata de empresas familiares. Mesmo em tempos de pandemia essas empresas têm alcançado espaço no mercado de trabalho, pois geralmente surgem como negócios próprios, empresas pequenas e alcançam a expansão.

O que são as empresas familiares?

Empresas familiares

Imagem: Istock Photos

As empresas familiares são os tipos mais comuns de empresas que existem dentro do mercado empresarial. 

Diferente do que muitos pensam, as empresas que envolvem família não são compostas unicamente por membros de uma família. 

Essas empresas privadas possuem um controle feito por membros da mesma família, sendo assim, podem passar de geração a geração. 

publicidade

Atualmente muitas empresas que possuem capital aberto são consideradas empresas do ramo familiar.

Isso porque, grande parte das ações referentes à empresa são investimentos vindos da família fundadora. 

No Brasil, cerca de 80 a 90% das empresas podem ser consideradas empresas familiares. Além do mais, este é um dos modelos que mais se desenvolvem no país. 

Saiba quais os tipos de empresas familiares que existem

Imagem: Stock Photos

Empresas familiares não são formadas apenas por um único tipo. Muito pelo contrário, existem vários tipos, alguns mais comuns que outros.  A classificação pode ser organizada desde: 

Híbrida

As empresas híbridas são conhecidas por possuírem o capital aberto. Diferente das tradicionais. 

Neste caso, qualquer pessoa é capaz de se tornar sócio da empresa através da compra de ações dentro da bolsa de valores. 

publicidade

No entanto, apesar de se tornar um acionista da empresa, o controle e a gestão ainda são feitos totalmente pelos familiares. 

Tradicional

Empresas familiares

Imagem: Stock photos

As empresas tradicionais são os tipos mais comuns de empresas que existem atualmente no Brasil. As empresas tradicionais possuem um capital fechado. Geralmente essas empresas assumem o título de micro, médias ou pequenas empresas. 

Este grupo é gerido exclusivamente por membros de uma única família. No entanto, a transparência administrativa e financeira é muito menor. 

Influência familiar

As empresas de influência são como as híbridas, ou seja, possuem capital aberto. Entretanto, os familiares não possuem mais que 50% das ações da empresa. 

Qual a diferença entre empresa familiar e empresa institucional? 

Imagem :Istock Photos

Existe uma grande diferença entre as empresas familiares e as empresas institucionais, mas que poucas pessoas conhecem.

Dentro de uma empresa existem questões que devem ser sempre separadas, como gestão e administração. Afinal, são empresas que futuramente serão divididas ou passadas de família para família. 

No entanto, dentro de uma empresa institucional esse tipo de burocracia deixa de existir. Qualquer pessoa pode se tornar um membro ativo dentro da empresa através da compra de ações. 

publicidade

Além disso, a empresa pode ser repassada futuramente para qualquer empresário capacitado que deseja comprá-lo.  A tomada de decisões dentro de cada tipo de empresa também é consideravelmente diferente. 

Esse tipo de empresa adota sistemas mais informais para a tomada de decisão e se baseia em princípios morais. 

Enquanto empresas institucionais seguem à risca as regras burocráticas e institucionais para cada tomada de decisão dentro da empresa. 

 

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Bancos

C6 Bank anuncia a abertura de 500 vagas de emprego

Raquel Luciano

Publicado

on

O C6 Bank está com 500 vagas de emprego abertas, para todas as áreas e níveis de experiência.

Esse é o maior movimento de contratação desde o lançamento do banco, há dois anos, e tem o objetivo de acompanhar o crescimento da instituição financeira, que ultrapassou em agosto a marca de 10 milhões de clientes.

Com 1,5 mil funcionários atualmente, o banco já contratou 781 colaboradores neste ano.

Saiba mais sobre as vagas de emprego

Mais da metade das vagas disponíveis são para a área de tecnologia, com possibilidade de trabalho remoto.

publicidade

Há oportunidades para desenvolvedores (back-end, front-end e mobile), cientistas de dados, analista de qualidade de software, service desk, analista de risco. Também há vagas disponíveis para atuar em outras áreas, como marketing, jurídico, compliance e prevenção a fraudes.

Os currículos podem ser cadastrados no site. Para promover a inclusão socioeconômica, o C6 Bank não exige proficiência em inglês.

Entre os benefícios oferecidos pelo banco estão assistência médica e odontológica, Gympass, consultas gratuitas com psicólogos e programa de participação nos lucros.

O C6 Bank foi criado do zero sem agências físicas, para ser um banco completo, acessível, sem burocracia e de baixo custo para pessoas físicas e jurídicas.

Em agosto deste ano, chegou à marca de 10 milhões de clientes, com presença em 100% dos municípios do país.

publicidade

Junto com o crescimento da base de clientes, veio a expansão do portfólio de produtos: já são mais de 20 itens disponíveis no aplicativo — alguns deles, inéditos no mercado.

Sobre o C6 Bank

O C6 Bank é um banco completo, lançado em 2019, que já superou a marca de 10 milhões de clientes no Brasil.

Sem agências físicas, a instituição financeira já tem em seu portfólio mais de 20 itens, incluindo conta corrente isenta de taxa de manutenção, cartão sem anuidade, transferências e saques gratuitos, tag de pedágio grátis, programa de pontos, Conta Global, plataforma de investimentos, entre outros.

O banco teve o maior crescimento na base de clientes entre os bancos digitais do país, segundo levantamento do UBS Evidence Lab publicado em outubro de 2020.

O C6 Bank atende pessoas físicas, MEIs e PMEs e está presente em 100% dos municípios brasileiros. Mais informações sobre o banco, clique aqui.

publicidade

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Continue Lendo

Title

Paulo Guedes Paulo Guedes
Economia57 minutos atrás

Paulo Guedes afirma que Brasil vai crescer

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a falar que o país vai crescer, contrariando as expectativas do mercado no...

PEC dos Precatórios PEC dos Precatórios
Destaques11 horas atrás

PEC dos Precatórios é aprovada; confira o texto final

Depois de muito fazer barulho, preocupar o mercado e aumentar as tensões políticas, o Senado aprovou a PEC dos Precatórios....

mercados emergentes mercados emergentes
Renda Variável1 dia atrás

Mercados emergentes: saiba como investir neles

O Brasil é um dos mercados emergentes mais promissores do mundo e isso atrai os olhares de diversos investidores no...

bolsa está barata bolsa está barata
Ações1 dia atrás

A bolsa está barata? Confira a verdade por trás disso

Não há um investidor sequer que não saiba que a bolsa está caindo e que os prejuízos do ano se...

Ibovespa Ibovespa
Investimentos1 dia atrás

Ibovespa surpreende, levanta voo e fecha no positivo

Desde o dia 8 de outubro, o Ibovespa não subia mais de 2% no dia. Desde essa data, o índice...

Ações americanas Ações americanas
Ações1 dia atrás

É hora de vender ações americanas?

As ações americanas bateram as máximas e agora especialistas começam a ver a bolsa bastante descolada da realidade. Por isso,...

André Mendonça André Mendonça
Política1 dia atrás

André Mendonça garante cargo no STF

O plenário do Senado Federal aprovou ontem, 1, o nome de André Mendonça para a vaga restante no Supremo Tribunal...

PIB sobe 4% em relação a 2020, mas Brasil está em desaceleração PIB sobe 4% em relação a 2020, mas Brasil está em desaceleração
Economia2 dias atrás

PIB sobe 4% em relação a 2020, mas Brasil está em desaceleração

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil subiu 4% nos últimos 3 meses em comparação ao ano de 2020, segundo...

Renda fixa Renda fixa
Renda Fixa2 dias atrás

A verdade por trás de renda fixa

Se você investe em renda fixa, você deve achar que não pode perder dinheiro de nenhuma forma ou, ainda, que...

Ações2 dias atrás

Saiba as ações que mais subiram e caíram em novembro

O mês de novembro foi o quinto mês consecutivo de queda no Ibovespa. Com o fechamento nas mínimas do ano,...

Mais lidos