Connect with us

Economia

Veja o preço médio do GÁS DE COZINHA nas capitais do país

Publicado

on

Os brasileiros ainda sofrem como os altos preços do gás de cozinha no país. A saber, o item acumula forte alta de 20,43% em 12 meses. Aliás, diversas famílias se viram obrigadas nos últimos meses a improvisar um fogão a lenha devido aos altos valores do botijão de 13 quilos.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do gás de cozinha chegou a R$ 111,75 nesta semana. Em julho, o item ficou apenas 60 centavos mais barato no país, ou seja, não aliviou os bolsos dos brasileiros, que seguem pagando caro pelo gás.

Aliás, a população de renda mais baixa é quem mais sofre no país. Para amenizar a situação, o governo federal elevou o valor pago pelo vale-gás, de R$ 53 para R$ 120. Em resumo, o aumento irá valer entre agosto e dezembro deste ano e será pago em três parcelas, já que o calendário de pagamento do benefício é bimestral.

VALE-GÁS: fila de espera tem mais de 18 MILHÕES de pessoas

publicidade

Veja a capital com o gás mais barato do país

A ansiedade para receber o vale-gás turbinado cresce a cada dia. Contudo, apenas uma pequena parcela da população irá recebe o benefício, o que significa que os demais consumidores continuarão pagando caro pelo item.

Inclusive, há locais em que o gás de cozinha chega a custar R$ 145,00, superando em 29,7% a média nacional. Por outro lado, há capitais com preços mais acessíveis à população, que comercializaram o botijão de 13 quilos a pouco mais de R$ 100 nesta semana.

Veja abaixo as capitais das Unidades Federativas (UFs) com os menores preços médios do gás de cozinha:

Recife: R$ 101,43;
Rio de Janeiro: R$ 101,48;
Aracaju: R$ 105,13;
Brasília: R$ 105,30;
Maceió: R$ 105,36;
Campo Grande: R$ 106,34;
Curitiba: R$ 107,18;
Vitória: R$ 108,33;
Salvador: R$ 108,57;
João Pessoa: R$ 108,68;
São Paulo: R$ 109,70;
Belo Horizonte: R$ 111,48.

A saber, as capitais acima são as únicas que tiveram preços inferiores à média nacional. Contudo, as demais capitais apresentaram valores mais elevados que R$ 111,75, com Cuiabá, capital do Mato Grosso, liderando o ranking nacional.

publicidade

Confira as capitais com os maiores valores médios do botijão de 13 quilos na semana:

Cuiabá: R$ 130,00;
Rio Branco: R$ 128,78;
Boa Vista: R$ 125,29;
Porto Velho: R$ 125,11;
Palmas: R$ 122,80;
Macapá: R$ 121,56;
Goiânia: R$ 120,93.

Vale destacar que o preço do gás de cozinha em Cuiabá custou 16,3% a mais que o valor médio comercializado no país nesta semana. Já na comparação com o Recife, que tem o menor valor nacional, a diferença chega a 28,2%.

Embora os preços do botijão tenham variações expressivas entre as capitais do país, não há como negar que o gás de cozinha compromete a renda da população bem mais que o desejado.

Leia também: Auxílio caminhoneiro de R$ 2.000 será pago em 10 DIAS

publicidade

O post Veja o preço médio do GÁS DE COZINHA nas capitais do país apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy