Connect with us

Economia

Taxa Selic a 12,75%: como isso prejudica a sua vida?

Publicado

on

Na noite de ontem, o Banco Central do Brasil aumentou a taxa básica de juros, a Selic, para 12,75% ao ano. E mesmo que pareça uma notícia boa para quem investe, na prática essa notícia é mais um remédio amargo para a crise financeira mundial que está acontecendo. Por isso, a medida é ruim para a vida real das pessoas.

Por isso, hoje vamos falar sobre os motivos de uma taxa Selic tão alta. Além disso, mostraremos como afeta a sua vida diretamente e, claro, como você pode fazer para renegociar as dívidas que estão aumentando os juros.

Se é ruim, porque o Banco Central fez isso?

Não é surpresa para ninguém que os preços estão muito altos. Além disso, o poder de compra do salário mínimo está nos menores patamares da história. Em outras palavras, o seu salário está comprando cada vez menos produtos. Isso se deve a um fenômeno bastante conhecido dos brasileiros: a inflação. E ela vem surpreendendo.

Nos últimos 12 meses, a inflação acumulada está em mais de 12%, um dos maiores patamares em 22 anos para o indicador. Isso porque a economia brasileira sofre bastante com o cenário internacional. Lá fora, a guerra entre Rússia e Ucrânia causa instabilidade nos preços das commodities. Com isso, tudo que leva petróleo, trigo e até óleo de palma em sua composição ficou mais caro. Por isso, quando você vai abastecer o carro, a gasolina está em preços altos.

publicidade

E esse problema é no mundo todo. Nos Estados Unidos e na União Europeia a inflação também está nos maiores patamares da história. Por isso, esses bancos centrais também estão aumentando seus juros. Dessa forma, investidores preferem buscar os títulos desses países mais seguros. E para manter o dinheiro na economia brasileira, o Banco Central precisa aumentar um pouco mais a taxa Selic.

Foto: G1 | Reprodução

Como a taxa Selic alta afeta a sua vida?

A nova taxa Selic, agora em 12,75%, é um indicador fundamental para quase tudo na vida dos brasileiros. Por isso, todas as operações que têm juros seguem a variação dessa taxa básica. Dessa forma, se você tem alguma dívida em aberto, saiba que ela pode ficar mais cara a partir de agora.

Isso porque a Selic é usada para calcular os juros do rotativo do cartão de crédito e também de empréstimos, sejam eles financiamentos imobiliários, sejam eles empréstimos pessoais comuns. Com isso, a prestação pode ficar mais alta a partir do mês que vem. Com isso, é preciso que você negocie com as instituições novos juros que podem aumentar ainda mais durante o ano.

Por outro lado, uma taxa Selic alta prejudica a criação de empregos. Com isso, as vagas devem ficar ainda mais escassas. Para driblar isso, você pode buscar cursos de especialização e demais capacitações para ter mais chances de conquistar a sua vaga.

publicidade

Por último, a taxa Selic alta deixa ainda mais caros os novos financiamentos. Dessa forma, pode ficar mais complicado de você ter a sua casa própria, o seu automóvel ou, ainda, qualquer outro empréstimo. As parcelas ficarão mais altas e, com isso, é preciso organizar as finanças.

O post Taxa Selic a 12,75%: como isso prejudica a sua vida? apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.