InícioFinanças PessoaisCartão de CréditoRotativo, conheça os cuidados com este crédito

Rotativo, conheça os cuidados com este crédito

Você faz uso do cartão de crédito? Este pode representar uma grande facilidade para todos na hora de parcelar suas compras. No entanto, é preciso tomar cuidado com os juros do crédito rotativo.

Caso não saiba o que é o rotativo ou quais os cuidados que devem ser tomados com esse tipo de crédito continue acompanhando o texto. Vamos explicar porque este deve ser evitado ao máximo e como fazer isso.

O que é o crédito rotativo?

Imagine que você não tem dinheiro suficiente para pagar a fatura completa do cartão de crédito. O que pode ser feito neste caso? Há algumas opções como fazer o pagamento mínimo, optar por um parcelamento ou pagar uma quantia qualquer.

Mas nestes três casos, ao deixar de pagar a fatura completa o cliente terá o restante de seus débitos financiados. E neste momento que o crédito rotativo entra como referência de cobrança.

O problema deste crédito é que ele é um dos mais caros do mercado. O rotativo está com a taxa por volta de 300% ao ano. Isso na prática significa que seus débitos têm um acréscimo de cerca de 25% de um mês para outro no cartão de crédito.

Em 2017 as regras do rotativo foram atualizadas. Por isso, agora o cliente só pode passar um mês sendo cobrado no valor do juros rotativo. Após este período o banco deve oferecer um parcelamento para o cliente. Mas ainda assim o valor continua saindo caro.

Neste caso, entrar no crédito rotativo é uma armadilha e uma grande bola de neve. Caso o cliente não tenha o valor da parcela em um determinado mês, é muito difícil que tenha um valor maior no mês seguinte. Fique atento para a fatura do seu cartão.

Em outros países

Em alguns países vizinhos essa taxa esta em um valor muito abaixo do brasileiro. Por exemplo, na Argentina o rotativo é de 43,29% e na Venezuela de 29%, estes valores ao ano!

Esse fato rendeu ao Brasil o título de país com maiores créditos do mundo em 2016. Por isso é necessário tomar muito cuidado ao usar os seus cartões de crédito em compras.

Como evitar cair no rotativo

Agora que você já conhece o tamanho da cobrança que é feita, sabe que deve evitar ao máximo entrar neste tipo de crédito. Neste caso se aplica aquela velha regra, quanto mais fácil um crédito vem, mais ele custa para o seu bolso.

Para evitar cair no rotativo tome algumas medidas simples. Primeiramente evite fazer compras sem pensar antes, é necessário ter um controle financeiro completo para não se atrapalhar.

Caso utilize o cartão de crédito, tente sempre pagar toda a fatura do mês. Assim você garante que não haverá cobranças com juros altos demais no mês seguinte.

Por fim, caso esteja com problemas, pague o que for possível da fatura. Uma vez que pagando qualquer quantia você impede que o valor completo caia no crédito rotativo e sofra juros no mês seguinte.

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS