Connect with us

Direitos do Trabalhador

Pix Caminhoneiro deverá atender mais de 870 mil em agosto

Publicado

on

Mais de 870 mil motoristas de caminhão de todas as regiões do país deverão receber o dinheiro do Pix Caminhoneiro neste mês de agosto. A informação foi oficialmente confirmada pelo Ministério do Trabalho na tarde desta terça-feira (2). Segundo as informações oficiais, as liberações serão de R$ 1 mil, e serão feitas já a partir do próximo dia 9.

Segundo as informações do Ministério, o plano inicial é ajudar os motoristas de caminhão que se enquadram na condição de autônomos. Quem é registrado como MEI, por exemplo, também terá direito de receber o novo benefício social. Os trabalhadores precisam ter registro ativo na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Deste modo, não é preciso se inscrever de maneira direta para receber o novo saldo. O Governo Federal explica que analisou os dados dos motoristas na ANTT para definir quais deles poderão pegar o dinheiro a partir de agosto. Em breve, o Ministério lançará um site para que os trabalhadores possam consultar o resultado da seleção.

O valor dos repasses já está oficialmente definido desde o último mês de julho. De acordo com o Governo Federal, cada caminhoneiro terá o direito de receber R$ 1 mil por mês entre os meses de agosto e dezembro. São seis pagamentos, de modo que o primeiro deles contará com as duas primeiras liberações.

publicidade

Veja no calendário abaixo que as duas primeiras parcelas acontecerão já no dia 9 deste mês. Assim, cada caminhoneiro ganhará R$ 2 mil na liberação de agosto. Entre os meses de setembro e dezembro, o programa volta ao seu formato regular, com repasses de R$ 1 mil.

1ª Parcela: 9 de agosto;
2ª Parcela: 9 de agosto;
3ª Parcela: 24 de setembro;
4ª Parcela: 22 de outubro;
5ª Parcela: 26 de novembro;
6ª Parcela: 17 de dezembro.

Preciso usar o dinheiro para comprar o combustível?

A motivação oficial da liberação do Pix Caminhoneiro de R$ 1 mil é justamente ajudar os motoristas na compra do combustível. Como é de conhecimento público, o litro do diesel passou por vários aumentos nos últimos meses.

Todavia, os caminhoneiros que receberão o saldo não serão obrigados a usar a quantia para comprar o combustível. Em portaria divulgada recentemente, o Ministério do Trabalho explicou que esta é uma questão que cabe somente aos trabalhadores decidirem.

Trata-se de um formato que também existe nas liberações do vale-gás nacional do Governo Federal. Mesmo que o programa tenha sido criado para ajudar na compra do botijão, os usuários podem fazer o que quiserem com a quantia do benefício.

publicidade

Caminhoneiros

A relação entre os caminhoneiros e o Governo Federal vem ganhando camadas de complexidade nos últimos meses. O presidente Jair Bolsonaro (PL) contou com o apoio de boa parte dos trabalhadores da área nas eleições de 2018.

Todavia, a aproximação da categoria com o presidente foi posta em xeque muito em função dos aumentos nos combustíveis. Hoje, informações de bastidores indicam que há uma divisão entre os que ainda apoiam o Governo e os que migraram para a oposição.

É justamente neste contexto que o presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu aprovar um auxílio para a classe. Inicialmente, a ideia era pagar um voucher mensal de R$ 400, mas diante das reclamações, o Governo decidiu aumentar os pagamentos para a casa de R$ 1 mil.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy