InícioBancosOpen Banking: Opção de investimento pessoal

Open Banking: Opção de investimento pessoal

O Open Banking é um sistema que contribui bastante com o uso de dados entre o usuário e a corretora

Para muitos investidores, uma empresa de dados financeiros precisa oferecer algum tipo de segurança visível. A partir do consentimento do usuário é que a Open Banking pode vir a ser uma opção viável de segurança e facilidade de acesso

O que é Open Banking?

Open banking

Em inglês, o termo Open Banking significa Banco Aberto e é um novo modelo de negócios de ampliação de processos do mercado financeiro.

Essa ampliação ocorre de uma forma que o usuário conseguirá obter ainda mais controle e liberdade de suas finanças.

Com esse tipo de ampliação, o usuário terá uma rede de dados liberada entre instituições financeiras que irá depender totalmente do aval dele.

Os agentes considerados principais dessa grande novidade que é o banco aberto, são bancos digitais conhecidos, como as fintechs e o Nubank.

Todavia, os bancos tradicionais também oferecem a opção de banco aberto. Bancos como:

  • Itaú;
  • Santander;

Como funciona esse sistema?

Open banking

Diferente de muitos sistemas, o Open Banking muda a forma que o usuário e empresas manipulam os dados financeiros.

Com o banco aberto, os bancos e prestadoras de serviços só poderão compartilhar os dados do cliente caso ele dê o consentimento.

Os dados a serem compartilhados valem tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica.

No entanto, antes do compartilhamento de dados, é comum que haja o gerenciamento de serviço e aplicações internas.

Com o Open Banking será gerado uma espécie de concorrência entre as instituições financeiras para que seja atraído cada vez mais clientes.

Dessa forma, será gerado cada vez mais produtos e serviços para os usuários do Banco Aberto.

Quais as vantagens de se ativar o Open Banking?

Existem muitas vantagens em integrar o Open Banking ao sistema financeiro da empresa:

  • Redução do compartilhamento de dados e serviços;
  • Integração de produtos e serviços nas jornadas dos clientes;
  • Customização de serviços financeiros;
  • Organização de todos os produtos e serviços em um único ambiente financeiro;

Além disso, o consumidor do Banco aberto conta com a vantagem de ter mais liberdade sobre seus próprios dados.

Isso porque, no Open Banking os dados informados são somente do cliente e não da instituição.

Essa opção pode ser bastante eficiente e benéfica caso o cliente deseje usar serviços relacionados a outros bancos.

Conheça o API

Open banking

O Open Banking também disponibiliza o API (Application Programming Interface). Na tradução, API significa Programação de Aplicativos.

O API é o recurso de compartilhamento de dados entre as empresas, sendo considerado um tipo de comunicação digital de banco para banco.

Com o API será permitido um fluxo de informações semelhantes ao Waze ou Google Maps.

Pix e Open Banking são os mesmos?

Ambos são sistemas inteligentes de comunicação, integração de dados e manipulação de transações.

Além disso, são sistemas que sempre buscam facilitar e inovar experiências financeiras.

Por serem semelhantes, muitas pessoas os associam como sendo o mesmo API.

No entanto, a única semelhança entre eles é a forma de pagamento digital.

 

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDOS