Connect with us

Sem categoria

Novo Caged: dados oficiais sobre a expansão do emprego formal

Publicado

on

Segundo informa o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), o emprego formal teve expansão de 277.944 postos de trabalho em junho, de acordo com recente divulgação do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP).

Novo Caged: dados oficiais sobre a expansão do emprego formal

Os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) demonstram expansão também nos últimos 12 meses, com geração de 2.627.422 postos formais no período.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), o emprego formal no Brasil apresentou saldo positivo em junho, com a criação de 277.944 novos postos de trabalho dentro do regime de contratação na modalidade CLT. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência. 

Dados oficiais

O Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) informa que, de acordo com os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), de janeiro de 2019 a junho de 2022 foram gerados 4.557.752 postos de trabalho. Se considerado o período de julho de 2020 a junho de 2022, o saldo chega a 5.313.165 novos empregos gerados, demonstrando um período de retomada do emprego formal no Brasil.

publicidade

O primeiro semestre de 2022 apresentou saldo positivo

No acumulado de janeiro a junho de 2022, verificou-se um saldo de 1.334.791 novas vagas, decorrente de 11.633.347 admissões contra 10.298.556 desligamentos no período, ficando o total de admissões 14,2% superior ao do mesmo período de 2021, quando foram geradas 10.190.009 vagas formais.

Análise setorial e geográfica

De acordo com a divulgação oficial, os dados revelam ainda crescimento do emprego formal em todos os estados brasileiros, sendo verificado também saldo positivo nos cinco grandes grupamentos de atividades econômicas.

Destaque para o setor de serviços

O maior crescimento do emprego ocorreu no setor de serviços, com geração de 124.534 postos e o setor do comércio, com saldo positivo de 47.176 vagas formais no mês, informa a divulgação oficial.

Indústria e agropecuária

Em seguida vieram os setores da indústria, que registrou 41.517 postos e a agropecuária, que gerou no mês 34.460 postos formais, ressalta o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP). As Unidades da Federação com maior saldo foram São Paulo, com +80.267 postos (+0,62%), Minas Gerais com +31.092 postos (+0,70%) e Rio de Janeiro, com geração de 22.922 postos (+0,69%) no mês.

Os dados completos do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) de junho podem ser acessados no site do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP). Os dados atuais demonstram que a retomada da atividade econômica nacional segue positiva, visto que a economia impacta diretamente o setor de emprego e renda.

publicidade

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy