Connect with us

Sem categoria

Copom: projeções de inflação e outros fatores que impactam a economia

Publicado

on

De acordo com o Banco Central do Brasil (BCB), o Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a taxa básica de juros, a taxa Selic, para 13,25% ao ano, conforme divulgado na data desta publicação, 15 de junho de 2022.

Copom: projeções de inflação e outros fatores que impactam a economia

As projeções de inflação do Comitê de Política Monetária (Copom) situam-se em 8,8% para 2022, 4,0% para 2023 e 2,7% para 2024. As projeções para a inflação de preços administrados são de 7,0% para 2022, 6,3% para 2023 e 3,3% para 2024. 

As projeções de referência não consideram alguns fatores 

Conforme informa o Banco Central do Brasil (BCB), as projeções do cenário de referência não incorporam o impacto das medidas tributárias sobre preços de combustíveis, energia elétrica e telecomunicações que estão em tramitação. Além disso, adota-se a hipótese de bandeira tarifária “amarela” em dezembro de 2022, 2023 e de 2024.

Riscos elevados permeiam as projeções inflacionárias 

O Comitê de Política Monetária (Copom) julga que a incerteza em torno das suas premissas e projeções atualmente é maior do que o usual e cresceu desde a última reunião. Segundo informa o Banco Central do Brasil (BCB), o Comitê de Política Monetária (Copom) ressalta que, em seus cenários para a inflação, permanecem fatores de risco em ambas as direções. 

publicidade

Riscos considerados nas expectativas da inflação

Entre os riscos de alta para o cenário inflacionário e as expectativas de inflação, destacam-se uma maior persistência das pressões inflacionárias globais; e a incerteza sobre o futuro do arcabouço fiscal do país e políticas fiscais que impliquem sustentação da demanda agregada, parcialmente incorporadas nas expectativas de inflação e nos preços de ativos. 

A elevação nos preços das commodities internacionais 

Além disso, o Banco Central do Brasil (BCB) destaca através de recente divulgação que, entre os riscos de baixa, ressaltam-se uma possível reversão, ainda que parcial, do aumento nos preços das commodities internacionais em moeda local; e uma desaceleração da atividade econômica mais acentuada do que a projetada. 

Sobre as medidas tributárias em tramitação

Avaliou-se que as medidas tributárias em tramitação reduzem sensivelmente a inflação no ano corrente, embora elevem, em menor magnitude, a inflação no horizonte relevante de política monetária. Segundo ressalta a divulgação oficial do Banco Central do Brasil (BCB), o Comitê de Política Monetária (Copom) avalia que a conjuntura particularmente incerta e volátil requer serenidade na avaliação dos riscos.

Muitos aspectos foram avaliados pelo Copom

Considerando os cenários avaliados, o balanço de riscos e o amplo conjunto de informações disponíveis, o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual, para 13,25% ao ano, de acordo com divulgação realizada na data desta publicação.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.