Connect with us

Sem categoria

Ciclo econômico e metas para a inflação

Publicado

on

De acordo com análise oficial do Comitê de Política Monetária (Copom), os componentes mais sensíveis ao ciclo econômico e à política monetária seguem com inflação elevada e as diversas medidas de inflação subjacente aceleraram, mantendo-se acima do intervalo compatível com o cumprimento da meta para a inflação, conforme divulgado na data desta publicação, 21 de junho de 2022.

Ciclo econômico e metas para a inflação

As expectativas de inflação para 2022, 2023 e 2024 encontram-se em torno de 8,5%, 4,7% e 3,25%, respectivamente, destaca o Comitê de Política Monetária (Copom), baseado na pesquisa Focus, conforme recente divulgação oficial. 

Cenários e análise de riscos

Conforme divulgado pelo Banco Central do Brasil (BCB), no cenário de referência, a trajetória para a taxa de juros é extraída da pesquisa Focus e a taxa de câmbio parte de USD/BRL 4,902, evoluindo segundo a paridade do poder de compra (PPC). 

Dessa forma, a recente divulgação oficial destaca que esse cenário supõe trajetória de juros que termina 2022 em 13,25% a.a., reduz-se para 10,0% em 2023 e 7,50% em 2024, de acordo com o Comitê de Política Monetária (Copom).

publicidade

O preço do petróleo

Segubndo destaca o Comitê de Política Monetária (Copom), optou-se por manter a premissa de que o preço do petróleo seguisse aproximadamente a curva futura pelos próximos seis meses, assim terminando o ano em US$110/barril, e passando a aumentar 2% ao ano a partir de janeiro de 2023. Além disso, adota-se a hipótese de bandeira tarifária “amarela” em dezembro de 2022, 2023 e de 2024, destaca a divulgação oficial do Banco Central do Brasil (BCB).

Projeções para a inflação

De acordo com informações oficiais do Comitê de Política Monetária (Copom), nesse cenário, as projeções de inflação do Copom situam-se em 8,8% para 2022, 4,0% para 2023 e 2,7% para 2024. As projeções para a inflação de preços administrados são de 7,0% para 2022, 6,3% para 2023 e 3,3% para 2024, de acordo com o Banco Central do Brasil (BCB).

Medidas tributárias

As projeções do cenário de referência não incorporam o impacto das medidas tributárias sobre preços de combustíveis, energia elétrica e telecomunicações que estão em tramitação. O Comitê de Política Monetária (Copom) julga que a incerteza em torno das suas premissas e projeções atualmente é maior do que o usual e cresceu desde a última reunião.

O impacto dos fatores externos

Conforme destaca o Comitê de Política Monetária (Copom), foi avaliado que o cenário inflacionário global segue marcado por pressões inflacionárias advindas tanto de uma demanda por bens persistentemente alta, assim como de choques de oferta ligados à guerra na Ucrânia e à política chinesa de combate à Covid-19.

publicidade
publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.