Connect with us

Economia

Bitcoin atinge menor patamar em 10 meses

Publicado

on

Queda livre, perdas bilionárias e pavor. É assim que está se comportando o mercado financeiro mundial na renda variável. Nessa segunda-feira, 9, nem o Bitcoin escapou. Diante de uma queda de 3,20 no S&P 500 e 1,79% no Ibovespa, a criptomoeda despencou 8,79%, chegando ao menor patamar em 10 meses. Agora, a moeda vale R$162 mil, aproximadamente.

Isso acontece em meio ao cenário extremamente desfavorável na economia do mundo todo. Em ano de estagflação, o mundo todo passa por uma crise financeira imensa, o que também atrapalha os planos de quem quer ter rendimentos nos ativos de maior risco. Contudo, é uma péssima ideia investir em Bitcoin?

O que está acontecendo com o mundo?

As bolsas do mundo todo estão em queda no ano de 2022. O Brasil, que escapava disso, agora passou a não ter mais ganhos durante o ano também. Nos Estados Unidos, a queda do principal índice do mundo é de 16,79%. No Brasil, a bolsa perdeu mais de 10% apenas em abril e maio, em um forte movimento de queda. O Bitcoin, por sua vez, perde 39,21% no ano, uma queda expressiva.

Isso acontece por conta dos efeitos da guerra. Analistas do FMI afirmam que a economia deixará de crescer nesse ano por conta do conflito. Entre as consequências estão a alta das commodities, principalmente trigo e petróleo. Além disso, o menor comércio entre os países afetará o dia a dia das pessoas, dificultando a criação de empregos não apenas no Brasil.

publicidade

Resultado da alta dos preços internacionais é um aumento da inflação. Mesmo que não tenha correlação direta com o Bitcoin, a alta dos preços fez com que bancos centrais no mundo todo aumentassem os juros. Com isso, investidores saem dos ativos de maior risco na bolsa de valores e passam a comprar renda fixa nos países mais seguros.

Foto: Reprodução

Ainda é tempo de investir em Bitcoin?

A queda de quase 40% no ano levanta dúvidas sobre o investimento em Bitcoin. Isso porque essa grande perda de valores faz com que investidores invistam em ativos mais seguros, o que aumenta a margem de queda para a criptomoeda. Contudo, analistas afirmam que o momento ainda segue bom, principalmente por conta do valor mais baixo da moeda.

Dessa forma, o resultado da queda é uma moeda mais barata. Por isso, você comprará o mesmo produto pagando menos. Na prática, isso representa que o mercado financeiro está em liquidação, segundo especialistas. Por outro lado, o Bitcoin segue sendo um ativo de alto risco e a queda não significa que a criptomoeda vai apenas subir a partir de agora. Pelo contrário, investidores acreditam que a moeda deve cair ainda mais antes de um possível retorno aos preços mais altos.

Por isso, a sugestão ainda segue de fazer investimentos diversificados, mesclando ativos de risco com investimentos seguros em renda fixa. Para quem está começando, o ideal é entrar com cautela nesse mercado, principalmente pela alta volatilidade que ele está apresentando. Para os mais experientes, é hora de manter a calma e entender que quedas em massa acontecem.

publicidade

O post Bitcoin atinge menor patamar em 10 meses apareceu primeiro em Brasil123.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.