Connect with us

Direitos do Trabalhador

Auxílio Brasil: recebi menos de R$ 400. O que fazer agora?

Publicado

on

A oitava rodada de liberações do programa Auxílio Brasil do Governo Federal já está sendo depositada nas contas dos cidadãos. As liberações foram retomadas ainda na última sexta-feira, para os cidadãos que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) final 1. Segundo o Ministério da Cidadania, nenhum cidadão receberá menos do que R$ 400.

No entanto, há alguns relatos de usuários que afirmam que não estão recebendo o valor mínimo exigido em lei. Alguns cidadãos dizem que receberam R$ 200, R$ 250 e até menos do que R$ 100. O que fazer quando a situação acontece? Segundo o Ministério da Cidadania, nenhum cidadão pode receber menos do que o patamar mínimo de R$ 400.

Nesse sentido, há uma possibilidade de que as pessoas que receberam menos do que este valor, na verdade tenham recebido o montante de maneira dividida. Dessa forma, a primeira dica é procurar pela segunda parte da quantia em outras contas que o cliente possa ter na Caixa Econômica Federal. Há situações, por exemplo, em que parte do valor é depositado no Caixa Fácil.

Caso o cidadão não tenha encontrado nada em nenhum outro lugar, é importante verificar como está a sua situação no app do Caixa Tem, ou do próprio app do Auxílio Brasil. Nesses dois canais, o indivíduo poderá conferir quais são os valores que foram liberados para ele pelo Ministério da Cidadania.

publicidade

Se houver uma indicação de pagamento de mais de R$ 400, então há um problema com o órgão pagador. Afinal de contas, o Ministério da Cidadania liberou o repasse, e o órgão não fez o dinheiro chegar no bolso do trabalhador. Nesse sentido, é importante entrar em contato com a Caixa Econômica Federal de maneira remota ou presencial.

Leve o CPF

Para quem optar por ir até uma agência da Caixa, uma dica é levar consigo os seus documentos pessoais, sobretudo o seu CPF. No local, o cidadão precisa falar com algum atendente e explicar toda a sua situação.

É importante pedir para que o atendente da Caixa realize uma varredura no seu CPF. O objetivo é justamente entender em que local está a outra parte do dinheiro. Em uma pesquisa rápida, o servidor pode encontrar a conta em que o saldo está depositado.

Em tese, quem recebeu apenas uma parte do dinheiro, não precisa se preocupar com bloqueios ou cancelamentos. O simples recebimento de ao menos um pedaço da quantia já significa que ele faz parte da folha de pagamentos do benefício.

O Auxílio Brasil

Nesta terça-feira (21), o Governo Federal segue com os repasses da oitava rodada do Auxílio Brasil para as pessoas que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) final 3. Os pagamentos serão feitos até o próximo dia 30 de junho.

publicidade

Para ter direito ao recebimento do Auxílio Brasil, é necessário ter um cadastro ativo e atualizado no Cadúnico. A inscrição é de responsabilidade das prefeituras, de modo que o cidadão precisa procurar a sua gestão municipal para saber como a inscrição acontece por lá.

Além do cadastro no Cadúnico, o indivíduo precisa ter uma renda per capita que o coloque em situação de extrema-pobreza. Quem está em condição de pobreza também pode receber desde que resida com uma gestante ou um menor de 21 anos de idade.

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.