Connect with us

Direitos do Trabalhador

AUXÍLIO BRASIL DE R$600 EM 2023: Guedes confirma que pode manter benefício no próximo ano

Publicado

on

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, falou pela primeira vez sobre a possibilidade de manutenção do valor do Auxílio Brasil na casa dos R$ 600. Durante um evento para a Xp Investimentos em São Paulo, o chefe da pasta econômica reconheceu que existe a possibilidade de manter o benefício neste patamar no ano de 2023.

“É possível dar um auxílio de 600? Ou fazer reajuste da tabela de Imposto de Renda? A resposta já está na reforma tributária”, disse o Ministro no evento. A Reforma do Imposto de Renda é algo que Guedes vem defendendo desde o ano passado. Todavia, ele nunca conseguiu fazer com que o Congresso Nacional votasse a matéria.

Nas últimas semanas, o presidente Jair Bolsonaro (PL) deu algumas entrevistas sobre o valor do Auxílio Brasil. Ele disse que pretende manter o depósito de R$ 600 também para o ano de 2023, e indicou que já tinha conversado com Guedes sobre o assunto. Mais recentemente, ele disse que a manutenção do saldo depende também do Congresso Nacional.

Oficialmente, a PEC dos Benefícios já foi aprovada pelo Congresso Nacional ainda no último mês de julho. Entre outros pontos, o texto afirma que os pagamentos turbinados do Auxílio Brasil só deverão durar até o final deste ano. A partir de janeiro de 2023, o benefício voltaria ao seu formato regular, com liberações de R$ 400 por família.

publicidade

Além de Bolsonaro e do seu Ministro da Economia, alguns pré-candidatos ao cargo de presidente também disseram que poderão manter o valor do Auxílio Brasil na casa dos R$ 600. É o caso, por exemplo, do ex-presidente Lula (PT). Em discurso, ele disse que pretende manter o patamar e trocar o nome do programa para Bolsa Família, mais uma vez.

Definição de PEC

Em entrevista recente, o presidente Jair Bolsonaro disse que pode manter o valor do Auxílio Brasil na casa dos R$ 600, desde que o Congresso Nacional aprove uma nova PEC sobre o assunto. O novo documento abriria ainda mais espaço no orçamento.

A proposta já é polêmica bem antes de ser detalhada. Membros do chamado setor financeiro acreditam que a manutenção do valor do Auxílio Brasil em R$ 600 pode acabar prejudicando a situação das contas públicas no país.

As críticas já existiam na aprovação da PEC dos Benefícios. Opositores de direita disseram que o texto aprovado pelo Congresso Nacional poderia ajudar a colapsar as contas públicas, com o aumento mesmo que temporário do Auxílio Brasil.

Recordes no Auxílio Brasil

Neste mês de agosto, o Auxílio Brasil do Governo Federal deverá bater o recorde de usuários ativos no programa. De acordo com informações do Ministério da Cidadania, pouco mais de 20 milhões de beneficiários estarão aptos ao recebimento.

publicidade

O recorde anterior do programa social foi registrado justamente neste último mês de julho, quando cerca de 18,7 milhões de pessoas receberam o benefício. Abaixo você pode conferir as datas dos pagamentos desse mês de agosto:

9 de agosto: Usuários com NIS final 1
10 de agosto: Usuários com NIS final 2
11 de agosto: Usuários com NIS final 3
12 de agosto: Usuários com NIS final 4
15 de agosto: Usuários com NIS final 5
16 de agosto: Usuários com NIS final 6
17 de agosto: Usuários com NIS final 7
18 de agosto: Usuários com NIS final 8
19 de agosto: Usuários com NIS final 9
22 de agosto: Usuários com NIS final 0

publicidade
Clique e Deixe seu Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy