Urgente! Governo oferece descontos de até 99% para renegociação de dívidas do FIES

Presidente Lula sanciona lei que viabiliza renegociação de dívidas do FIES com descontos generosos.

A partir de agora, beneficiários do programa que possuam débitos acumulados até junho de 2023 terão a oportunidade de regularizar suas obrigações financeiras.

No dia 1º de novembro, o Presidente Lula deu o aval para um Projeto de Lei (PL) de grande importância, que visa a aliviar o fardo das dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

A nova lei estabelece que os usuários do programa com dívidas acumuladas até junho de 2023 poderão aderir ao programa de renegociação e, surpreendentemente, obter descontos de até 99% nos saldos devedores.

Dessa forma, aqueles que estavam temerosos diante do peso das dívidas do FIES agora têm uma oportunidade real de regularizar sua situação financeira.

Em 2022, uma fase inicial de renegociação foi realizada, beneficiando apenas os contratantes até 2017. No entanto, esse novo programa representa uma expansão significativa, incluindo dívidas contraídas até meados de 2023.

Esta ampliação é uma vitória para todos os envolvidos, oferecendo um caminho para aqueles que precisam liquidar suas obrigações financeiras e recomeçar com um fardo menor.

Enfim, as regras detalhadas do programa de renegociação estão disponíveis abaixo no texto que preparamos para você. Dessa forma, você poderá ter acesso a orientações claras para aqueles que desejam aproveitar esta oportunidade incrível.

Portanto, nos acompanhe.


Você também pode gostar:

Você pode se interessar em ler também:

Entenda melhor sobre a renegociação de dívidas no programa de financiamento estudantil

FIES
Presidente Lula sanciona lei que possibilita a renegociação de dívidas do FIES com até 99% desconto. Imagem: Exame.

Um novo desenvolvimento legislativo, o Projeto de Lei nº 4172/202, apresenta o Pacto Nacional pela Retomada de Obras e de Serviços de Engenharia Destinados à Educação Básica e Profissionalizante e à Saúde.

Dentro deste projeto, está incluída uma proposta significativa: a renegociação das dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

De acordo com o texto, as dívidas pendentes com o FIES até junho de 2023 poderão ser regularizadas seguindo as seguintes condições:

Para estudantes com débitos vencidos há mais de 90 dias até 30 de junho de 2023:

  • Desconto de até 100% sobre encargos (juros e multas pelo atraso no pagamento).
    Desconto de 12% sobre o valor financiado pendente, para pagamento à vista.

Além disso, há a opção de parcelamento em até 150 prestações mensais e consecutivas do valor financiado pendente.

Neste caso, os estudantes também desfrutarão de um desconto integral dos encargos, incluindo juros e multas, desde que as condições de garantia e eventuais taxas de juros do contrato sejam mantidas.

Para estudantes com débitos vencidos há mais de 360 dias até 30 de junho de 2023, que estejam inscritos no CadÚnico ou que foram beneficiários do Auxílio Emergencial 2021:

  • Desconto de até 99% do valor consolidado da dívida do FIES. Incluindo o montante principal, se a dívida for quitada em até 15 prestações mensais e consecutivas.

Para estudantes com débitos vencidos há mais de 360 dias até 30 de junho de 2023, que não se enquadrem nas condições anteriores:

  • Desconto de até 77% do valor consolidado da dívida. Incluindo, da mesma forma, o montante principal, mediante o pagamento total da dívida em até 15 prestações mensais e consecutivas.

Mas afinal, o que será o FIES Social?

O Ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou recentemente a confirmação do Novo FIES em uma entrevista, revelando os esforços do Ministério da Educação (MEC) para restaurar o papel social perdido pelo programa ao longo do tempo.

Uma das inovações mais aguardadas do FIES Social é o financiamento integral, cobrindo 100% das mensalidades dos cursos.

Atualmente, os estudantes podem obter no mínimo 50% de cobertura, mas não há um limite claramente definido. Isso tem sido uma fonte de dificuldades para muitos alunos que buscam financiar seus estudos.

Além disso, uma mudança significativa proposta é a restrição do acesso às vagas apenas para aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Casos de estudantes que se beneficiaram do programa sem apresentar a nota do ENEM foram previamente reportados.

Levando assim a decisões judiciais importantes, como no caso ‘Justiça toma importante decisão envolvendo o FIES‘ e ‘Estudante não matriculado e sem nota de corte pode entrar no FIES’.

A implementação dessas novas medidas visa garantir a transparência e a equidade no processo de seleção do FIES Social.

A data de lançamento oficial do FIES Social ainda não foi divulgada, mas há uma grande expectativa de que ocorra ainda este ano.

Enquanto isso, a comunidade educacional aguarda ansiosamente por essas mudanças que prometem tornar o financiamento da educação superior mais acessível e justo para todos os estudantes brasileiros.

google news noticias concursos

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Este conteúdo apareceu primeiro em: [ Urgente! Governo oferece descontos de até 99% para renegociação de dívidas do FIES

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.