Possui DÍVIDAS com o cartão de crédito? Uma NOVA LEI pode ELIMINÁ-las; entenda.

**Aumento da inadimplência no Brasil em março de 2024: o impacto do Cartão de Crédito**

O Brasil registrou um aumento significativo da inadimplência em março de 2024, de acordo com dados da Serasa. Este é o segundo mês consecutivo em que o índice de dívidas cresceu, especialmente quando se trata do Cartão de Crédito.

**Principais dívidas e perfis dos brasileiros inadimplentes**

Uma pesquisa recente sobre as dívidas dos brasileiros revelou que, no ano passado, a inadimplência era mais comum no caso do Cartão de Crédito. Este era o principal tipo de dívida para 60% dos indivíduos endividados, indicando um aumento de 56% em relação a 2022 e 49% em relação a 2021.

O aumento contínuo das dívidas sugere que o Cartão de Crédito não está sendo utilizado com sabedoria, o que é uma tendência preocupante. Afinal, as altas taxas de juros estão associadas a este produto financeiro.

Os juros altos do Cartão de Crédito ultrapassaram 400% em 2023, contribuindo significativamente para o aumento do endividamento. Quando a fatura não é paga devido aos juros exorbitantes, muitos brasileiros acabam entrando em um ciclo vicioso.

Isso prejudica as finanças pessoais e tem impactos negativos na Economia como um todo. É assim que a inadimplência cresce e a recuperação da saúde financeira se torna mais difícil.

**Nova legislação para combater dívidas com Cartão de Crédito em janeiro de 2024**

Diante do alto índice de endividamento, o governo implementou uma nova lei sobre o Cartão de Crédito. A legislação entrou em vigor em janeiro de 2024, após ter sido aprovada em 2023 pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

A principal intenção da nova lei é reduzir os juros rotativos do Cartão de Crédito. Essa modalidade é ativada automaticamente quando a fatura não é paga integralmente ou em atraso.

Com essa nova lei, os juros cobrados no cartão estão limitados a 100% do valor da dívida. Ou seja, os juros e encargos não podem exceder o total da fatura.

Essa limitação visa impedir que a dívida cresça de forma descontrolada, proporcionando um alívio significativo para os consumidores endividados e possivelmente reduzindo a taxa de inadimplência. A implementação dessa legislação é essencial para promover um uso mais responsável do crédito.

**Benefícios da portabilidade da dívida para os consumidores**

Além da nova legislação, os consumidores brasileiros podem se beneficiar da portabilidade das dívidas, que está disponível desde o início de 2024. Essa opção permite transferir dívidas de uma instituição para outra, em busca das melhores condições de pagamento, taxas de juros mais atrativas e encargos mais baixos.

Com a portabilidade das dívidas, há uma concorrência saudável entre os bancos, beneficiando os clientes que escolhem as ofertas mais vantajosas.

Para fazer a portabilidade, o consumidor deve comparar as taxas de juros e as condições oferecidas pelos diferentes bancos. Ao encontrar uma proposta mais vantajosa, pode transferir sua dívida para outra instituição. Mesmo que opte por permanecer na instituição original, a possibilidade de apresentar ofertas concorrentes facilita negociações mais favoráveis.

É importante destacar que a portabilidade das dívidas deve ser totalmente gratuita, eliminando barreiras para os consumidores em busca das melhores condições financeiras. Tanto a portabilidade das dívidas quanto a nova legislação do Cartão de Crédito representam um passo importante para a melhoria da saúde financeira dos cidadãos.

Oferecendo mecanismos para reduzir os juros e facilitar a gestão das dívidas, essas medidas têm o potencial de ajudar a reduzir a inadimplência e promover um ambiente econômico mais justo e estável. E você, já conhecia essas alternativas para lidar com dívidas? Aproveite essas oportunidades para cuidar melhor das suas finanças.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.