Os preços dos itens estarão mais baixos em 2023.







Brasileiros comemoram redução de preços da cesta básica em 2023

Os preços da cesta básica caíram em 2023 no Brasil

As boas notícias para os brasileiros que dependem da cesta básica foram confirmadas com a redução dos valores de alimentos importantes no ano passado. De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a queda nos preços aliviou o orçamento de milhares de famílias em diversas partes do país.

Entenda as variações nos preços dos alimentos básicos

É importante ressaltar que o Dieese coletou preços em 17 capitais brasileiras. Em 2023, 15 locais registraram valores mais baixos do que no ano anterior, resultado do barateamento de vários alimentos, como carne bovina e café em pó.

O que gerou as reduções no preço da carne bovina?

A carne bovina de primeira sofreu quedas significativas em todas as 17 capitais pesquisadas, com recuos mais intensos em cidades como Salvador, Campo Grande, Fortaleza, Goiânia e São Paulo. A explicação para essa queda se deve ao aumento da oferta de carne no mercado interno e a suspensão temporária da exportação para China, aliado aos altos preços ainda praticados.

Redução do valor do café em pó em todo o país

O café em pó também ficou mais barato em todas as 17 capitais pesquisadas, surpreendendo os consumidores. O aumento da safra de café em 2022/2023, 8% acima do esperado, surpreendeu o mercado e contribuiu para a redução nos preços do café em pó, beneficiando as famílias brasileiras que consomem o alimento diariamente.

Óleo de soja e feijão também ficam mais baratos

Queda expressiva no preço do óleo de soja

Da mesma forma que a carne bovina e o café em pó, o óleo de soja também sofreu uma redução considerável de preço em 2023. Segundo o Dieese, o óleo de soja caiu mais de 20% em todos os 17 locais pesquisados, com recuos entre -33,04% e -22,65%, em Curitiba e Fortaleza, respectivamente. O motivo para a queda foi o recorde na produção brasileira e mundial de soja em 2023, cobrindo a menor oferta em outros países, o que reduziu o preço, apesar da firme demanda externa.

Feijão carioquinha cai em todas as capitais

O feijão carioquinha, um item básico na mesa dos brasileiros, também ficou mais barato em 2023, com quedas mais intensas em Fortaleza, São Paulo e João Pessoa. A redução nas cotações do grão ocorreu com a entrada da segunda e da terceira safra, após um período inicial de preços mais altos provocado pela redução da área plantada e da menor produtividade da primeira safra, devido às chuvas excessivas.

Farinha de trigo com preços mais baixos

Além dos alimentos já citados, a farinha de trigo também ficou mais barata em todas as pesquisadas. As reduções foram observadas em áreas do Centro-Sul do Brasil e foram muito positivas para a população, uma vez que produtos como pães, massas e biscoitos são feitos com trigo.

Por fim, o Dieese coleta os preços nas seguintes capitais: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Vitória.

Via: Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos


O barateamento de vários alimentos prioritários na cesta básica beneficiou milhares de famílias brasileiras.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.