O preço do gás de cozinha volta a aumentar no país; confira as principais informações.




Brasil.”>
Brasil, Auxílio Gás”>

Preço do gás de cozinha volta a subir em 2024


Preço do gás de cozinha em 2024

Realidade atual do preço do gás de cozinha no Brasil

O preço do gás de cozinha iniciou o ano de 2024 em violenta queda, mas voltou a subir rapidamente em diversas regiões do país. A mudança pode não ser percebida diretamente pelos consumidores, especialmente na maioria dos estados, devido à variação de apenas 16 centavos em relação à semana anterior.

Valores do botijão de 13 quilos por regiões

O preço médio de revenda do botijão de 13 quilos varia expressivamente nas diferentes regiões do Brasil. A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou um levantamento que revelou essas variações significativas, com avanços predominantes na semana passada.

Destaque para as regiões com os maiores valores

Segundo a ANP, o preço médio do botijão de gás subiu em três regiões na semana passada: Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Os valores foram significativamente superiores em locais como Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Goiás, Mato Grosso do Sul e Piauí. Em contrapartida, houve quedas em estados como Paraíba e Santa Catarina.

Os menores preços do país

O Nordeste do Brasil se destaca por oferecer os menores preços do botijão de 13 quilos. Pernambuco é o estado com o preço mais baixo do país, seguido por Alagoas, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Espírito Santo, evidenciando um preço 13,4% menor que a média nacional.

Região Norte tem o gás de cozinha mais caro do Brasil

Por outro lado, a região Norte apresenta os preços mais elevados em comparação com as outras regiões. Roraima lidera como o estado com o gás de cozinha mais caro do Brasil, seguindo a tendência dos anos anteriores.

Auxílio Gás em 2024 e as decisões do governo

O Auxílio Gás, um dos principais programas sociais mantidos pelo Governo Federal, tem previsão de cobrir metade do valor do gás de cozinha em 2024. No entanto, devido à alta dos preços, o governo tomou a decisão de manter o benefício inferior a R$100 para os segurados, o que pode impactar negativamente a população da região Norte, onde o gás é mais caro.

Situação inesperada após a alta de preços do gás

Com a retomada do Auxílio Gás cobrindo somente metade do valor do botijão, os consumidores da região Norte enfrentarão uma situação ainda mais complicada em 2024. Com os preços elevados e o benefício reduzido, será necessário encontrar alternativas para adquirir o gás de cozinha, alterando a realidade esperada para o início do ano.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.