Empréstimo: como escolher qual deles solicitar?

O que a maioria das pessoas pensam quando se fala em empréstimo, é que trata-se de uma das piores opções para resolver seus problemas financeiros e sair do vermelho, parecendo uma das alternativas mais assustadora.

Mas muitas vezes existem apenas duas opões, procurar um recurso financeiro para resolver seus problemas ou ficar com débitos em aberto e cheio de dívidas, mas não se iluda, pegar um empréstimo sem planejamento de como irá realizar o pagamento desse crédito pode gerar uma dívida sem fim.

O importante antes de solicitar qualquer tipo de empréstimo é que você busque instituições financeiras que ofereçam melhores condições de pagamento e que apliquem taxas de juros menores, pois assim você conseguirá um Custo Efetivo Total bem menor e melhor. E fique atento, algumas formas de empréstimos como o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito aplicam taxas de juros altíssimas, que podem complicar a sua vida financeira ainda mais, por isso, fuja dessas opções!

Para te ajudar na escolha do melhor tipo de empréstimo e para que você sabia o que mais se adéqua ao que você precisa, iremos falar sobre as melhores opções para você solicitar o seu crédito e não ter problemas futuros.

Imposto de renda: receber antecipadamente a restituição

Para solicitar esse tipo de empréstimo é simples, você só precisará buscar o banco que está indicado na declaração do seu imposto de renda.

Pontos positivos: nessa forma de crédito você consegue pegar o dinheiro antes do prazo que foi estabelecido pela Receita Federal, sendo que esse tipo de empréstimo está disponível para os contribuintes que estão entre os meses de junho de dezembro de cada ano.

Pontos negativos: assim que a restituição oficial for aprovada e liberada, o valor referente ao crédito que foi solicitado será descontado imediatamente da conta do contribuinte, juntamente com a taxa de juros que é cobrada mensalmente, sendo ela de até 3,13%.

Empréstimo Consignado

Esse tipo de empréstimo está na categoria de créditos mais recomendado pelos especialistas, sendo também conhecido como crédito consignado. Trata-se de uma forma de empréstimo que é liberado rapidamente, de forma fácil e com muita segurança, sendo que mensalmente, o valor das parcelas referente ao que foi contratado, será descontado de maneira automática diretamente do salário ou benefício recebido pelo INSS.

Pontos positivos: o que todo mundo busca em um empréstimo são taxas de juros mais baixas, e nesse tipo de crédito existe essa possibilidade graças à garantia do recebimento da dívida, em que os bancos sabem que receberão o valor que foi emprestado. Mensalmente podem ser aplicadas taxas de juros de no máximo 2,8% para os aposentados e pensionistas do INSS.

Pontos negativos: é uma modalidade de empréstimo que não pode ser realizado por qualquer pessoa, estando disponível apenas para trabalhadores com carteira assinada, aposentados do INSS, pensionistas e servidores públicos.

Crediários

Trata-se de uma forma de crédito disponibilizado de maneira direta ao consumidor, que além das instituições financeiras, também pode ser oferecido por comerciantes.

Pontos positivos: é uma forma de realizar compras quando não se tem o dinheiro no momento, seja de produtos ou serviços, sendo que o prazo disponibilizado para pagamento da dívida na maioria das vezes é 48 meses.

Pontos negativos: essa modalidade de crédito permite que as compras sejam realizadas e divididas em mais vezes, com um número maior de parcelas e as taxas de juros que são aplicadas sobre o valor normalmente são bem maiores, o que torna o preço do produto mais alto.

Antecipar o 13º salário

Essa forma de empréstimo funciona da mesma maneira como na restituição do imposto de renda, onde você receberá antes do prazo determinado o seu 13º salário que logo quando for disponibilizado na sua conta, o valor referente às parcelas serão descontados.

Pontos positivos: é uma das formas de conseguir o dinheiro que você precisa pagando taxas de juros mais baixas quando comparada com outras linhas de empréstimos, através da antecipação do décimo terceiro salário que seria recebido apenas no final de cada ano.

Pontos negativos: caso a empresa onde você trabalha não realize o pagamento do 13º salário até o prazo determinado, o desconto do valor referente à dívida será feito mesmo que não haja saldo suficiente para cobri-la.

Solicitar um empréstimo não é umas das melhores opções, por isso, o melhor sempre será planejar sua vida financeira para ficar livre das dívidas e também dos empréstimos. Mas caso seja extremamente necessário, seja por alguma emergência ou pela necessidade de quitação de alguma dívida, lembre-se de pesquisar muito antes de escolher, e busque a melhor opção e a que mais se encaixa no seu bolso.

Você pode saber mais dicas sobre outras opções de empréstimos e de diversas instituições financeiras que oferecem esse tipo de serviço aqui no nosso site, clicando aqui, depois é só ir na lupa no canto superior esquerdo da página e assim você consegue mais informações sobre a instituição de sua escolha.