Seguro Residencial: vale a pena contratar um seguro e proteger o seu imóvel?

Muitas pessoas tem o sonho de comprar a casa própria, e no momento da realização a ansiedade e felicidade pode influenciar nas decisões que serão tomadas. Antes de tudo é necessário muito planejamento, pois assim você realizará o seu sonho e evitará problemas futuros, por isso pense e repense se esse é o momento certo de fazer um financiamento imobiliário e principalmente  se vale a pena fazer um seguro residencial.

O que todos nos esperamos é que ao sair do nosso imóvel, quando voltarmos tudo estará no seu devido lugar assim como foi deixado. Mas imprevistos e acontecimentos inesperados que não dependem de nós mesmos podem acontecer, como no caso de roubos e incêndios. Por esse motivo existem formas de proteger o seu imóvel e evitar que diversos problemas aconteçam com aquilo que você sonhou tanto em conquistar.

Seguro Residencial

O seguro residencial oferece em uma única apólice um grupo de seguros incorporados, o que faz com que ele cubra diversos episódios que possam acontecer, sendo um serviço de cobertura multi-riscos. São seguros disponibilizados para imóveis que são utilizados para moradia, podendo ser ele casa ou apartamento.

A garantia básica cobre danos que forem provocados por explosões, incêndios e queda de raio, sendo que ela esta disponível em todo e qualquer tipo de seguro residencial oferecido no mercado.

Caso você queria também deixar o seu imóvel seguro de outros danos que possam acontecer, existe a possibilidade de deixar o seguro mais completo através de coberturas adicionais que vão além da cobertura básica. Dentre as coberturas acessórias oferecidas, estão as contra roubo, problemas elétricos que causem danos, desmoronamento, furação, vendaval, impacto de veículos, inclusive queda de aviões ou outras aeronaves, e outros.

Cada seguradora oferece seus produtos, por isso, dependendo da que você escolher além das coberturas adicionais ainda existe a possibilidade de contratar uma série de serviços.

Apólice multi-risco para imóvel residencial

As principais coberturas de uma apólice padrão de um seguro residencial apresentam normalmente as seguintes proteções:

Reconstrução do imóvel: caso o imóvel utilizado para moradia tenha sofrido danos ou sido destruída por explosão, raio ou incêndio, o seguro realizará o pagamento da reforma ou da construção da moradia.

Cada seguradora estabelece em contrato qual será o valor limite de cada tipo de garantia, sendo chamado de Limite Máximo de Indenização.

Se no momento da contratação você optou por coberturas adicionais na apólice, quaisquer danos que forem causados por furacões, tornado, ciclone ou outros tipos de danos farão com que você tenha direito a receber indenização. O mesmo acontece se você escolher um seguro para problemas elétricos que podem causar, por exemplo, um curto-circuito na residência.

O primeiro passo antes de contratar um seguro é colocar na ponta da caneta e calcular todos os gastos para reconstrução do seu imóvel, assim você saberá o que realmente irá compensar para ser colocado na apólice do seu seguro residencial. O valor que será considerado como limite máximo pela seguradora deve ser o valor correspondente ao que será necessário para reconstruir o seu imóvel.

Reposição de bens materiais: o seguro residencial também cobre em caso de roubo, incêndio, vendavais e outros danos que forem considerados no momento da contratação, a reposição e pagamento dos seus móveis, roupas, objetos pessoais, aparelhos eletrônicos e artigos esportivos que forem de alguma forma danificados.

O valor que será reembolsado pela seguradora nesses casos, dependerá do valor da indenização que foi previsto no contrato, e corresponderá a uma porcentagem do valor máximo de indenização para esse tipo de cobertura.

Antes de realizar a contratação do seguro é recomendado que você faça uma declaração completa de tudo aquilo que possui dentro da sua residência, e assim você conseguirá calcular quanto vale os seus pertences, e então você definirá qual será o valor da cobertura em caso de roubo, levando em consideração que raramente todos os bens são roubados.

Dependendo da seguradora onde será realizada a contratação do seguro para roubo de pertences pode ser solicitado uma vistoria no seu imóvel para verificação, ou ainda, uma lista com os bens pode ser solicitada.

No caso de pertences que possuem valor elevado, como jóias, objetos raros e obras de arte normalmente não são encaixados nos seguros residenciais, sendo solicitado um seguro específico por uma seguradora especializada nesse tipo de bens.

Responsabilidade civil familiar: caso algum indivíduo sofra danos materiais ou lesões por você, algum familiar ou pessoa que more dentro do seu imóvel, existem coberturas adicionais para arcar com processos judiciais que forem abertos. A indenização também é feita para danos causados a animais de estimação.

Agora caso você queira um seguro para acidentes pessoais, você poderá ser indenizado em caso de tombos ou quando se machucar, lembrando que essa cobertura não entra na responsabilidade civil familiar.

Caso alguém se machuque dentro da sua residência poderá ser entregue à seguradora uma relação com todos os gastos que forem necessários para o tratamento, como custos com medicação e consultas médicas.

Uma taxa de franquia é colocada nas apólices para que ocorra esse tipo de cobertura, mas nesse caso o seguro que esteja dentro da responsabilidade civil familiar não terá que arcar com essa taxa de franquia.

O mesmo não acontece se alguém que mora na sua casa ou você se machucar, uma vez que todos os gastos terão que ser pagos sem o recebimento de nenhuma indenização ou reembolso.

Normalmente as empresas que oferecem os seguros colocam a cobertura de responsabilidade civil familiar como no máximo 10% do que foi contratado em caso de indenização total da sua residência.

Realmente compensa fazer a contratação de um seguro para a sua residência?

O valor para contratar um seguro residencial e proteger a sua tão sonhada casa é muito em conta, e além disso, você ainda poderá contar com assistência em caso de urgências que possam ocorrer diariamente, como no caso de vazamentos, entupimentos e diversos outros imprevistos que podem acontecer na nossa residência. Contratar um seguro pode ser uma ótima opção, pois assim você só precisa entrar em contato com a seguradora para que o seu problema seja solucionado por um profissional especializado no assunto, e tudo incluso no seguro residencial.

O importante é pensar se realmente compensa contratar um seguro em questões de custo-benefício, mas também existe a tranquilidade que você poderá ter caso algo aconteça com a sua casa ou com a sua família, dependendo do tipo de cobertura contratada.

Antes de contratar o seguro busque analisar em várias seguradoras quais são os valores e as coberturas que você terá, assim você poderá escolher o que mais se encaixa no seu bolso e naquilo que você precisa.