Capital de Giro: as três maneiras mais ruins de obter esse capital para a sua empresa

Todos os empresários devem ter o conhecimento quando falamos em capital de giro, o que é e quais as formas de consegui-los. Isso é importante porque muitas empresas já faliram pelo fato de não apresentarem esse tipo de capital, e para dar a volta por cima e recuperar os prejuízos não é uma tarefa fácil para ninguém.

Uma empresa que possui um bom capital de giro pode se manter tranquilamente quando o assunto é financeiro, e assim não existirá a necessidade de se pensar em outras formas de conseguir esse capital, como no caso de empréstimos e financiamentos que duram um longo período de tempo e cobram juros absurdos. Além disso, com o capital de giro você conseguirá pagar as suas contas em dias, e ficará livre do acúmulo de dívidas e das inadimplências.

Vamos te explicar agora o que é o capital de giro e quais são as piores formas de consegui-los para a sua empresa!

Capital de Giro

Capital de Giro - O que é? Aprenda como calcular passo a passo

O capital de giro é o dinheiro da empresa que será utilizado para pagar todos os gastos mensais e os custos que são fixos e devem ser pagos mensalmente.

Mas esse capital não é aquele que fica em caixa, ela permanece no conhecido stand by, que são os investimentos que foram feitos, o capital que esta disponível nas contas em banco e todo aquele dinheiro que manterá o curso da empresa e a sua atividade.

Com o capital de giro a empresa consegue pagar mensalmente todos os custos que são indispensáveis para o seu andamento, como contas de água, luz, telefone, efetuar o pagamento dos funcionários e fornecedores, impostos e as demais contas que devem ser pagas.

Mesmo com um bom planejamento e com o capital de giro muitas empresas acabam contratando um empréstimo para o melhor andamento e para não correr o risco de ficar inadimplente e com dívidas. Porém o que muitos empresários não pensam é que solicitando um empréstimo, além das despesas mensais que já devem ser pagas, aumentará ainda a parcela do crédito que deverá ser paga de forma mensal e por um longo período de tempo, o que pode acabar piorando toda a situação.

Outro ponto que deve ser avaliado quando se pensa em empréstimos, são as taxas de juros que serão aplicadas sobre o valor e o prazo para quitação da dívida, sendo que algumas instituições financeiras oferecem prazos curtos para realizar o pagamento e quanto maior esse prazo, maior será o valor pago pelo dinheiro. Um empréstimo pode te ajudar, mas também pode fazer com que você fique em um beco sem saída, endividado e sem o capital de giro que precisa para manter a sua empresa.

Capital de giro: Qual sua importância para as empresas? - Unimake ...

Três piores maneiras de obter capital de giro para a sua empresa

1-   Cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das formas de conseguir realizar o pagamento de certas contas quando não se tem o dinheiro em mãos, porém como você normalmente utilizou por não ter o dinheiro, vale lembrar que o pagamento deverá ser feito na fatura, e de todas as contas que foram pagas com ele. Isso pode acabar virando um acúmulo de dívidas, quando no próximo mês e assim por diante as contas forem sendo pagas com o cartão.

Quando o empresário assusta a fatura já está nas alturas, e caso não consiga realizar o pagamento total do valor a opção será o parcelamento, sendo que são aplicadas taxas de juros altíssimas que deverão ser pagas por um longo período de tempo, e caso não seja, poderá ficar inadimplente com o CNPJ da empresa.

Uma das alternativas para que você fuja do cartão de crédito são os cartões pré-pago, com eles o limite é estabelecido por você mesmo e isso poderá te ajudar a ficar livre do acúmulo de dívidas.

2-   Cheque Especial

A pior forma de tentar conseguir capital de giro e se livrar das dívidas da sua empresa, é através do cheque especial, e acredite, ele é o grande inimigo de qualquer empresa.

Da mesma forma como acontece com os cartões de crédito, as taxas de juros do crédito especial são altíssimas, e para pagar depois vira uma verdadeira bola de neve.

Como calcular o capital de giro: saiba o que é e como calcular

3-   Empréstimos

Quando levamos em consideração as opções que foram faladas anteriormente, os empréstimos tradicionais são a melhor alternativa, mas não se engane, nada são flores!

Para quem procura ter capital de giro na sua empresa e ficar livre das dívidas o ideal é tentar se livrar dessas linhas de crédito, mesmo que as instituições financeiras coloquem como se fosse a melhor e mais recomendada opção para que você consiga o capital que tanto precisa.

A melhor forma de conseguir capital de giro para sua empresa não é através de empréstimos, cheques especiais ou cartões de crédito. O primeiro passo é enxergar que é necessário mudanças para recuperar e levantar a sua empresa, por isso, comece cortando gastos que podem ser evitados e corra atrás de restaurar o seu negócio.